Ferraz nega desconforto por trabalho de Sampaoli: 'Não é do meu caráter'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ferraz nega desconforto por trabalho de Sampaoli: 'Não é do meu caráter'

Victor Ferraz - Santos
Victor Ferraz falou sobre a oscilação do Santos no Campeonato Brasileiro (Foto: Ivan Storti/Santos)
Arthur Faria* - 04/10/2019 - 10:23
Santos (SP)
O lateral-direito Victor Ferraz explicou todos os boatos sobre uma possível insatisfação do elenco do Santos em relação ao técnico Jorge Sampaoli. O camisa 4 do Peixe negou qualquer tipo de conversa para derrubar o argentino.

Além disso, Ferraz espera que Sampaoli fique no Santos 'o maior tempo possível'. Vale lembrar que o técnico tem contrato com o Alvinegro até o fim de 2020.  

- Entro em outro ponto, que é criar situações que viram verdade. De dez dias para cá muitos torcedores questionaram, vi donos de página de Instagram, que são formadores de opinião. Donos de páginas grandes formam opinião e devem ter responsabilidade. Falaram de existir jogadores insatisfeitos, derrubar Sampaoli. Todos vocês viram. Isso aí é de uma mediocridade gigante. Não sei como o cara cria um negócio desse. Eu sou o capitão, não há como algo ser feito sem passar por mim. Conheço cada canto desse CT. É querer inventar algo e transferir parte técnica para o caráter. Vocês me acompanham há quase seis anos, podem discutir qualidade técnica, tática, marcar, cruzar, mas caráter nunca deixei a desejar. Nunca que me reuniria para tirar treinador A ou B, por mais horrível que fosse. Não faz parte do meu caráter. E tenho total admiração hoje, não é puxar saco, não preciso disso para nada. Só um esclarecimento, muita gente mandou mensagem, que estão fechados com Sampaoli. Teve repórter me perguntando se era verídico. É necessário esclarecimento, tem minha total admiração. Por mim e pelo bem do Santos tem que ficar o maior tempo possível - declarou o lateral-direito, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé. 


TABELA
> Veja a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui


E MAIS:
O camisa 4 também reforçou o discurso de que o Santos tem de ser campeão do torneio nesta temporada. 

- A gente gerou essa expectativa no torcedor. Mas vou ser sincero: criticas são justas. Eu falo com os meninos. De oito jogos ganhamos um. Dos nove dois. São justas, pronto. Não temos que reclamar de vaia, xingamento, cobrança. Minha opinião. Santos tem que ser campeão, não terceiro. Terceiro lugar no Brasileiro é bom pelo campeonato difícil, mas tem que ser campeão. Todo mundo sabe da pressão que é. As outras equipes falam isso, Palmeiras e Flamengo dizem que precisam ser campeões - afirmou.

Ferraz deve ser titular no Santos contra o Vasco, neste sábado, às 17h, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O defensor vê o Cruzmaltino crescendo na competição nacional. 

- Jogo difícil, adversário que vem crescendo no campeonato, principalmente depois da chegada do Luxemburgo. Marca muito, corre demais. Geralmente congestiona o meio-campo, com jogadores que sabem jogar e também a característica de marcação. É jogo de imposição, acompanhamos a forma que venceram o São Paulo, com muita vontade e disposição. Temos que saber aproveitar. Estamos montando estratégia. Podemos aproveitar um pouco dessa empolgação em busca dos três pontos e uma condição melhor para o clássico - analisou Ferraz. 

Terceiro colocado do Brasileiro, com 41 pontos, o Santos realiza o último treino na manhã desta sexta, no CT Rei Pelé, antes de viajar ao Rio de Janeiro. 

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Facebook Lance Twitter Lance