Dodô marca pelo Santos, mas cita 'gosto amargo' e 'recuperação inútil'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Dodô marca pelo Santos, mas cita 'gosto amargo' e 'recuperação inútil'

  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos Rodrigo Gazzanel/RM Sports
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos Marcelo Melo Machadp/FotoArena
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos Rodrigo Gazzanel/RM Sports
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos Marcelo Machado de Melo/Fotoarena
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos Rodrigo Gazzanel/RM Sports
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos Rodrigo Gazzanel/RM Sports
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
  •  Palmeiras x Santos
    Palmeiras x Santos EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
Gabriela Brino - 03/11/2018 - 21:18
Santos (SP)
Depois de 47 jogos pelo Santos, Dodô marcou seu primeiro na noite deste sábado, contra o Palmeiras, na derrota por 3 a 2, no Allianz. E justamente pelo resultado, o lateral citou "o gosto amargo" da partida e o quanto foi "inútil" a recuperação.

O Santos fez um de seus piores tempos depois de Cuca assumir o comando, com muitas falhas na marcação e dando muita abertura ao rival. Porém, o treinador fez alterações na segunda etapa que mudou a partida.

- Fica um gosto amargo, acabou sendo uma recuperação inútil por conta do resultado. Mas mostrou que a gente soube se adaptar, professor colocou um time mais forte e mais alto no intervalo. O campo prejudicou um pouco, estava em condições ruins. Mas o time está de parabéns, soube se adaptar ao jogo, mudou a forma de jogar, jogando com um pouco mais de força... Mas a gente sai de cabeça erguida. Mostramos que temos jogadores de fora que podem entrar bem, isso não tira nossa confiança para o fim do campeonato - disse.


E MAIS:
Após o apito final, Dodô comentou as provocações de Deyverson. Ele lamentou o comportamento do adversário e o lembrou que amanhã pode estar no Santos.

-Ele estava provocando um pouco ali no fim, mas é um pecado. É um jogador que já esteve fora do Brasil e poderia aprender um pouquinho. Futebol é dinâmico, amanhã ele pode estar em outro clube, e isso vai fechando portas. Ele já tem uma certa idade para amadurecer. É um pecado um jogador dessa idade ter esse comportamento - concluiu.

Facebook Lance Twitter Lance