Cueva diz que filha é o principal motivo por retomada na carreira
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cueva diz que filha é o principal motivo por retomada na carreira

Cueva - Santos
Cueva marcou um gol no jogo-treino do Santos sobre o Grêmio Osasco, na última segunda-feira (Ivan Storti/Santos)
LANCE! - 02/09/2019 - 13:29
Santos (SP)
O meia Cueva já está em Nova York-EUA para representar a seleção peruana nos amistosos contra Equador e Brasil, nos próximos dias 5 e 11, respectivamente. Em entrevista exclusiva ao Movistar TV, o atleta do Santos afirmou que a filha é o principal motivo pela retomada de sua carreira.

Gianna Pamela, terceira filha de Cueva, nasceu prematura de sete meses, em julho. O jogador já teve de viajar duas vezes ao Peru para dar apoio à esposa. Ela passou 39 dias no hospital, mas foi liberada pelos médicos na semana passada. 

- Estou muito feliz por minha filha ter evoluído bem. É o principal para mim. Nada está acima dos meus filhos. Deus me colocou muitas provas no caminho e me demonstrou que não solta a mão. Agora cabe a mim brindar isso aos meus filhos, principalmente para a Gianna. Posso lutar contra o que estou passando como ela fez - disse o peruano. 

Após o vice-campeonato do Peru na Copa América deste ano, Cueva ganhou folga de 10 dias do Santos, mas se envolveu em polêmica em seu país natal. O camisa 8 do Peixe foi flagrado urinando no estacionamento de um aeroporto.


E MAIS:
Cueva assumiu o erro e ressaltou que teve uma conversa com o técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca. 

- Tive uma conversa longa com ele (o técnico Ricardo Gareca). Há coisas extracampo que conversamos. As coisas estão mais claras que nunca. Joguei final da Copa América e, em contrapartida, tive atitudes que poderia evitar. Sou ser humano, tenho direito a errar, não? Todo mundo sabe o que passou (no aeroporto). Crianças viram e eu tenho filhos. Me senti envergonhado, mas tive calma para enfrentar isso e pedir desculpa a todos. Eu nunca fiz antes, mas já foi. Nem eu acreditei (quando viu na televisão). É algo que às vezes escapa das mãos e o único responsável sou eu - falou Cueva. 

- Gareca é como um pai para mim e tem todo o direito de falar coisas boas e ruins. Não vou ter vergonha de falar que é um pai para mim. Ele apostou em mim, mas ele sempre cuidou do meu lado pessoal desde a primeira convocação. Sinto que é um pai e vou falar sempre. Só que não é por esse laço que ele me chama (para a seleção). Alguns falam que sim, mas não é - emendou o jogador. 

Cueva se destacou ao marcar um gol na goleada do Santos sobre o Grêmio Osasco, por 5 a 1, na última segunda-feira, em jogo-treino realizado no CT Rei Pelé. O meia conta com as boas atuações nos próximos amistosos para impressionar o técnico Jorge Sampaoli no Peixe.

O atleta foi contratado pelo Santos em fevereiro por R$ 26 milhões, que serão pagos em 2020. Até o momento, o peruano atuou em 15 partidas oficiais, mas não fez gol e nem deu assistências. 

Facebook Lance Twitter Lance