Cuca diz que Felipão é melhor; troca de estádio volta a incomodar técnico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cuca diz que Felipão é melhor; troca de estádio volta a incomodar técnico

Cuca
Cuca concedeu entrevista coletiva na véspera do clássico entre Santos e Palmeiras, em SP (Foto: Ivan Storti/Santos)
LANCE! - 02/11/2018 - 17:31
Santos (SP)
Na tarde desta sexta-feira, o técnico Cuca concedeu a última entrevista coletiva antes do clássico contra o Palmeiras, marcado para sábado, às 19h, no Allianz Parque. O treinador fez questão de exaltar o rival e colega de profissão Luiz Felipe Scolari e falou sobre o bom aproveitamento do Peixe neste segundo turno de Campeonato Brasileiro. Satisfeito com o rendimento do time, voltou a defender Bruno Henrique de críticas. 

- Felipão. Ele é melhor que eu. Hoje você joga e o adversário está te vendo. O Palmeiras tem um estafe muito bom. Não tem como ter surpresas no final do Campeonato onde você é exposto diariamente. Torço pra ser um grande jogo. Não vou revelar (a escalação). Qualquer coisa pode ser favorável. Não vai ganhar jogo, mas não perde. Vamos guardar a escalação até pelos ocorridos - ponderou o trenador, e logo completou: 

- Temos 69,5% de aproveitamento. São número que dariam o primeiro lugar, mas o Palmeiras está fazendo uma campanha melhor ainda. Foi nessa arrancada que eles deram que conseguiram o primeiro lugar. Mérito deles que fizeram um segundo turno brilhante. 

E MAIS:
Embora os números de Bruno Henrique não sejam bons e o rendimento não esteja satisfatório, o treinador cogita, sim, a possibilidade de começar jogando com o camisa 11. Derlis González é quem briga pela posição. Cuca não só manteve  a escalação em segredo, como fez questão também de, mais uma vez, blindar Bruno das críticas. 

- Bruno viveu a melhor fase dele, nível Seleção. Quando eu estava no Palmeiras eu olhava e falava "'nossa, que jogador". Comigo ele não está mal, mas não está como no ano passado. Ele teve três lesões e isso afetou a pré-temporada dele. Quando você entra e faz três gols, sobe a confiança e com ele não teve isso ainda. É como eu falei, eu não abro mão de jogador. Ele é muito importante pra nós, seja começando o jogo, entrando durante ou até mesmo não entrando - afirmou. 

Mudança para o Pacaembu chateia treinador
Com preferência declarada por jogos na Vila Belmiro, Cuca, mais uma vez, se mostrou chateado com a atitude da diretoria. Durante a coletiva, garantiu que José Carlos Peres não lhe avisou sobre a transferência do jogo contra a Chapecoense da Baixada Santista para a capital paulista. As duas equipes se enfrentam na próxima rodada do Brasileirão, no dia 12, no Pacaembu. 

- Sou funcionário do clube. Eu cuido do campo. Fiquei sabendo por vocês (da imprensa), preferia ficar sabendo por nós aqui. Não tem problema, vamos lá jogar no Pacaembu - completou. 

Confira outros pontos da entrevista coletiva do treinador: 
Bryan Ruiz 

​O Bryan está muito diferente. Ganhou massa, força, é um baita profissional. Estamos contentes com ele ainda mais agora que ele está ajudando mais ainda dentro de campo.

Gabigol
Gabriel tem uma responsabilidade grande, mas não só ele. Um clássico se ganha com o coletivo. É saber passar pelo momento ruim e também colocar o adversário em momentos ruins. É ser equilibrado como temos sido. 

Faltam centroavantes? 
Não está em falta (o centroavante). Tem time que tem muito. O Cruzeiro tem três, o Corinthians tem, Palmeiras, São Paulo... Não acho que esteja em falta. É que às vezes os treinadores,por características, preferem um jogador que flutue.É em sim das características de jogo. 

Dodô e Lucas Veríssimo jogam? 
Dodô e Lucas ficaram lá dentro fazendo a recuperação, mas os dois viajam. Foi pancada, não foi lesão muscular. Esperamos contar com ambos. Voltar ao Allianz é um prazer, foi muito feliz lá. É um lugar que me traz lembranças muito boas e amigos, mas vale três pontos

Facebook Lance Twitter Lance