Cuca analisa estreantes e comemora empate do Santos: 'Fomos bem'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cuca analisa estreantes e comemora empate do Santos: 'Fomos bem'

Botafogo x Santos
Cuca elencou os fatores que acabam agravando a situação do time (Foto: ANTONIO MARCOS/PHOTO PREMIUM)
LANCE! - 04/08/2018 - 19:42
São Paulo (SP)
Foi o sexto jogo oficial consecutivo sem vitória para o Santos na temporada, dessa vez o obstáculo foi o Botafogo, fora de casa, mas o empate em 0 a 0 acabou sendo um triunfo dentro das circunstâncias apresentadas no Nilton Santos, que poderia ter sido palco de mais uma derrota santista na competição.

Quem valorizou o placar foi o técnico Cuca, que completou apenas seu segundo jogo no comando do Peixe. Para ele, apesar de conquistar somente um ponto, a equipe deu bons sinais e não levou gols.

- É um time jovem, muito jovem. Se buscar a média do time é 23, 24 anos. O empate não era o que a gente queria de jeito nenhum. Mas é um empate fora de casa que psicologicamente te favorece. Você hoje sobe duas posições, não sei o que vai acontecer amanhã. Mas é um jogo fora de casa, que você não leva gol, a zaga foi bem. Tem muitas coisas a se corrigir, mas fomos bem - analisou o comandante.


Cuca elogiou a atuação do adversário e viu o Santos reagir em alguns momentos da partida no Rio de Janeiro. Pelo equilíbrio do jogo, viu justiça no placar final. Além disso deu suas primeiras impressões sobre os estreantes Carlos Sánchez e Derlis González.

- O Botafogo começou melhor a partida, nos cinco, dez minutos. A partir dali o Santos tomou conta do jogo, chegou mais à frente, teve posse de bola maior. Nos falta a penetração, o jogador chegar mais a área. No finalzinho do primeiro tempo o Botafogo voltou a melhorar no jogo. No segundo tempo corrigimos umas coisas e entramos melhor. Fomos bem até aquele lance fatídico de gol bem anulado, mal anulado... No fim foi um placar justo. O Sánchez teve uma estreia boa, deu uma contenção boa, vai render mais. O Derlis entrou faltando dez minutos, eu nem ia colocar no lugar do Bruno Henrique - declarou.

Momentaneamente fora da zona de rebaixamento, mas com possibilidade de voltar dependendo dos resultados ao término da rodada, Cuca vê a tensão, o calendário apertado e a falta de experiência do time como vilões nesta má fase do Santos.

- Ontem à noite nós conversamos muito. Uma conversa boa com o grupo, só eu e eles. Não falta vontade, entrega, faltam algumas coisas que o trabalho vai pôr nos trilhos. Mas você não tem tempo para trabalhar, porque temos nove jogos no mês. Dois de Libertadores e dois Copa do Brasil e na zona de rebaixamento do Brasileiro. Você não tem um time experiente para administrar ainda. O time pequeno quando está no rebaixamento não se abala. O grande quando está assim, quem mais se abala é a torcida - concluiu.

O Peixe volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h30, para enfrentar o Ceará, também fora de casa. A partida é válida pela 20ª Rodada do Brasileirão-2018, e teve sua realização adiantada por conta dos compromissos santistas na Copa Libertadores.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance