Verdão quer início forte para provar favoritismo e acabar com dúvidas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Verdão quer início forte para provar favoritismo e acabar com dúvidas

Palmeiras
Palmeiras estreia no Brasileiro nesta segunda-feira, às 20h, contra o Botafogo, no Rio (Foto: Cesar Greco)
Thiago Ferri - 16/04/2018 - 07:00
São Paulo (SP)
Bastaram a derrota para o Corinthians na final do Paulista e o empate nos acréscimos com o Boca Juniors (ARG), na Libertadores, para que o Palmeiras começasse a conviver com críticas. Dono de um elenco recheado e que ainda tem bom aproveitamento na temporada (71,3%, o segundo melhor na Série A), o Verdão começa nesta segunda-feira, às 20h, sua campanha no Brasileirão.

Diante do Botafogo, no estádio Nilton Santos, Roger quer um início forte para comprovar o favoritismo colocado em sua equipe.

O técnico tem sido questionado sobre a queda de rendimento, mas avisou que não fará caça às bruxas. Ele apenas admite que é preciso subir o nível para corresponder à expectativa que se coloca no Verdão, de brigar pelo título que venceu em 2016.

- Para se considerar favorito, a gente tem que evoluir como equipe. Temos grandes jogadores. Coletivamente, temos que justificar o rótulo de equipe mais qualificada, de favorito para o título. A gente não abre mão de entender que foi criado um grupo forte para que a gente tenha condições de disputar todas as competições. O papel aceita tudo, mas é na prática que a gente vai ver o que acontece - avisou.

Os bons números que contrastam com os últimos tropeços são temas de análises da comissão técnica. Com pequenas correções, Roger espera fazer o time começar bem o Brasileiro. Nas 12 rodadas até a parada da Copa do Mundo, o treinador espera ver o Palmeiras entre os ponteiros.

- A análise, até esse momento, se a gente se apegar somente aos números, tem um percentual alto de avanço. Mas temos que levar em consideração a derrota na final do Paulista. O que vejo nesse momento é a equipe oscilando em pequenos detalhes, mas com viés de crescimento alto. A gente sabe que até a parada da Copa são 12 jogos, e muita coisa se decide nesses 12 primeiros confrontos. Um percentual alto nessa primeira etapa vai determinar muita coisa - acrescentou.

Nas outras edições de pontos corridos no ano de Copa do Mundo, de fato o campeão começou bem. Em 2006, 2010 e 2014, a equipe que acabou com o título já estava no G3 quando houve a parada do Mundial.

Para iniciar com o pé no acelerador no Rio de Janeiro, o Verdão ainda conta com o fato de ser o melhor visitante em 2018 entre os times que jogam a Série A. São 83,3% de aproveitamento, oito vitórias, com apenas um empate e uma derrota fora do Allianz Parque.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance