Verdão x Bahia: reencontro de Roger com ex-clube e com o 'mentor' Felipão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Verdão x Bahia: reencontro de Roger com ex-clube e com o 'mentor' Felipão

Felipão e Roger Machado
Luiz Felipe Scolari era o técnico do Grêmio quando Roger Machado virou profissional. Hoje eles se veem (Montagem) 
LANCE! - 11/08/2019 - 08:05
São Paulo (SP)
O Allianz Parque, local da partida entre Palmeiras e Bahia neste domingo, a partir das 16h, será palco de um duplo reencontro. Atual técnico do Bahia, Roger Machado irá rever não apenas o seu ex-clube como também seu ex-técnico e mentor Felipão.

- A alegria que tenho é poder reencontrar as pessoas com quem trabalhei. Deixei muitos amigos em São Paulo. Poder rever e jogar contra o Felipão, que foi um dos grandes responsáveis pela minha ascensão como jogador - disse Roger durante a semana.

Felipão foi o primeiro técnico de Roger quando este subiu para os profissionais, em 1994. Juntos, conquistaram a Libertadores de 95 e o Brasileirão de 96.



Outra curiosidade é que, enquanto em 2015 Roger substituiu Felipão no comando do Grêmio, no ano passado os papeis se inverteram. Foi Felipão quem sucedeu Roger no comando do Palmeiras, levando o Verdão a uma arrancada para o título nacional.

Roger iniciou seu trabalho no Palmeiras em janeiro de 2018 com enorme expectativa. Mas mesmo com um elenco recheado de estrelas, não conseguiu transformar o milionário Verdão em campeão. Perdeu a final do Paulistão para o Corinthians em casa e acabou demitido após derrota para o Flu por 1 a 0. À frente do Verdão foram 44 jogos, com 27 vitórias, oito derrotas e nove empates.

Quando Roger saiu o Palmeiras estava na sexta colocação do Brasileirão, oito pontos atrás do então líder Flamengo. Felipão chegou e promoveu uma das maiores arrancadas da história da competição, levando a equipe ao título brasileiro. Em sua terceira passagem pelo clube, Felipão tem 72 jogos, com 45 vitórias, 19 empates e oito derrotas. Ou seja, ambos possuem oito derrotas, mas Felipão demorou quase o dobro de jogos para sofrer isso.

Ao falar sobre o reencontro com o ex-clube, o técnico do Bahia comentou que um dos jogadores mais próximos a ele no Palmeiras é o volante Felipe Melo.

- O Felipe foi uma grata surpresa. Todo mundo tem a imagem de um bad boy. Ele é sensacional no dia a dia. Trabalha muito, tem liderança extremamente positiva e dentro de campo transforma toda essa energia em seu jogo - disse, antes de rasgar elogio ao volante palmeirense.  

- Ele foi um dos 10 melhores jogadores e maiores profissionais que tive na minha carreira. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance