Média de gols sofridos pelo Verdão é inferior até à elite europeia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Média de gols sofridos pelo Verdão é inferior até à elite europeia

Gustavo Gómez deve ser um dos titulares do Palmeiras no clássico deste sábado
O beque paraguaio Gustavo Gómez forma dupla de zaga com Luan (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)
Alexandre Guariglia e Rafaela Cardoso -  - 23/06/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
Desde que o técnico Luiz Felipe Scolari assumiu o comando do Palmeiras há quase um ano, o gaúcho deu mostras de que o setor defensivo se tornaria uma prioridade em seu time. A zaga se fortaleceu com o passar dos jogos, independentemente de quem fosse testado nas vagas. Com o time ajustado, o baixo número de gols sofridos se tornou destaque constante, o que não é habitual nem mesmo no futebol europeu.

Neste ano, o Palmeiras disputou 33 jogos oficiais e foi vazado apenas nove vezes, o que significa uma média de 0,27 gol por confronto. Em comparação a outros clubes brasileiros, o Grêmio vem logo atrás do Verdão, com 34 partidas e 16 gols sofridos, média de 0,47.



E MAIS:
Na Europa, a média de gols sofridos pelos principais times das primeiras divisões de Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália, na temporada 2018/19, que terminou recentemente, dá uma ideia da força defensiva do Alviverde, ainda que a temporada brasileira esteja na metade.

O Manchester City, time inglês que menos sofreu gols na temporada e levou três títulos locais (Premier League, Copa da Liga e Copa da Inglaterra), disputou 61 jogos oficiais e teve sua defesa vazada 39 vezes, com média de 0,64. A Juventus, da Itália, sofreu 42 gols em 51 partidas (0,82).

O Atletico de Madrid, da Espanha, é outro grande europeu com média muito superior à do Verdão. Em 51 jogos, foram 44 gols (0,86). O Lille, da França, viu os adversários comemorarem 37 vezes nos 42 jogos em que entrou em campo (0,88). O melhor alemão do ranking é o RB Leipzig, que sofreu 48 gols em 52 jogos (0,92).

O último dos 20 principais clubes europeus neste quesito é o Tottenham, que chegou à final da Liga dos Campeões deste ano. O time inglês teve sua defesa vazada 65 vezes em 58 jogos (1,12).

O fortalecimento defensivo do Palmeiras tem sido importante até mesmo para quebrar recordes e manter uma longa sequência de invencibilidade. O time não perde uma partida sequer do Campeonato Nacional há 32 jogos com Felipão à frente da equipe, além de ter a melhor defesa do futebol brasileiro na atualidade.

A dupla de zaga palmeirense considerada titular é formada por Luan e Gustavo Gómez e tem o goleiro Weverton na meta. Os volantes também são treinados constantemente para proteger os beques. Felipão ainda tem Antônio Carlos e Edu Dracena como a segunda dupla para que não haja cansaço físico excessivo no decorrer da temporada diante de várias competições.

AS DEZ MELHORES DEFESAS DA EUROPA (MÉDIA DE GOLS EM 2018/19)

1º Manchester City (Inglaterra) - 39 gols em 61 jogos - 0,64
2º Liverpool (Inglaterra) -  38 gols em 53 jogos - 0,72
3º Juventus (Itália) - 42 gols em 51 jogos - 0,82
4º Atlético de Madrid (Espanha) - 44 gols em 51 jogos - 0,86 
5º Inter de Milão (Itália) - 44 gols em 50 jogos - 0,88
Lille (França) - 27 gols em 42 jogos - 0,88
7º Chelsea (Inglaterra) - 58 gols em 63 - 0,92
RB Leipzig (Alemanha) - 48 gols em 52 jogos -  0,92
9º Getafe (Espanha) - 41 gols em 44 jogos - 0,93          
10º PSG (França) - 52 gols em 55 jogos - 0,95   

AS DEZ MELHORES DEFESAS NO BRASIL (MÉDIA DE GOLS EM 2019)      

1º Palmeiras - 9 gols em 33 jogos - 0,27          
2º Grêmio - 16 gols em 34 jogos - 0,47          
3º São Paulo - 22 gols em 31 jogos - 0,71
4º Fortaleza - 25 gols em 34 jogos - 0,74
Internacional - 25 gols em 34 jogos - 0,74
6º Avaí - 25 gols em 33 jogos - 0,76
Corinthians - 29 gols em 38 jogos - 0,76
8º Bahia - 31 gols em 40 jogos -  0,78
9º Flamengo - 27 gols em 34 jogos - 0,79
10º Santos - 29 gols em 25 jogos - 0,83


Facebook Lance Twitter Lance