Luvas por renovação com a Crefisa serão pagas à vista ao Palmeiras
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Luvas por renovação com a Crefisa serão pagas à vista ao Palmeiras

Leila Pereira e Maurício Galiotte
Maurício Galiotte acertou a renovação com Crefisa e FAM pelos três anos de seu mandato (Foto: Cesar Greco)
Thiago Ferri - 22/01/2019 - 07:00
São Paulo (SP)
A renovação do contrato com Crefisa e Faculdade das Américas renderá luvas pela primeira vez ao Palmeiras. Este valor deverá ser pago próximo da assinatura, à vista, e com o valor equivalente aos três anos do novo acordo para estampar as marcas no uniforme alviverde. 

O Verdão receberá, apenas pela publicidade das marcas, cerca de R$ 81 milhões a cada ano. Este número não leva em conta as citadas luvas, nem premiações por títulos, ou a colaboração no pagamento de salários de jogadores, como Lucas Lima e Borja. 

Caso cumpra todas as metas previstas (incluindo títulos e classificação à Libertadores), o contrato pode render ao Palmeiras R$ 400 milhões até o fim de 2021, ou cerca de R$ 133 milhões por ano. Por isso, é considerado o maior acordo de patrocínio de futebol das Américas por pessoas no clube.

O contrato antigo entre Palmeiras, Crefisa e FAM era válido até o dia 31 de dezembro de 2018, mas há uma cláusula que abre a possibilidade de negociar a renovação ao longo do mês seguinte. A tendência é de que seja assinado o novo vínculo até o fim da próxima semana.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance