Recordista na Ucrânia, Luiz Adriano vira esperança da torcida do Verdão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Recordista na Ucrânia, Luiz Adriano vira esperança da torcida do Verdão

Luiz Adriano
Luiz Adriano será apresentado nesta quinta-feira, na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco)
Thiago Ferri - 08/08/2019 - 07:00
São Paulo (SP)
Já regularizado e integrado ao elenco, Luiz Adriano será apresentado no início da tarde desta quinta-feira no Palmeiras. Há a chance de que o reforço mais recente para o ataque possa estrear domingo, contra o Bahia. Nesta volta ao Brasil, ele tenta recuperar o desempenho que o colocou na história do Shakhtar Donetsk (UCR).

O palmeirense atuou entre 2006 e 2015 no time ucraniano e empilhou recordes: é o maior artilheiro do clube com 128 gols em 260 jogos e levantou 16 taças, entre elas seis da liga nacional e a Liga Europa de 2008/2009. Luiz Adriano, inclusive, marcou na final da única conquista europeia do Shakhtar.



Ele é, também, o sexto brasileiro com mais gols na Liga dos Campeões da Europa (21 em 47 jogos). Luiz Adriano e Messi são os únicos a marcarem cinco gols em uma única partida da principal competição de clubes: o feito do reforço do Verdão foi obtido em 2014, na goleada do Shakhtar por 7 a 0 sobre Bate Borisov, da Bielorrússia.

Tanto no Milan quanto no Spartak Moscou (RUS), o centroavante também ganhou títulos, mas não repetiu o desempenho de sua primeira experiência no exterior. Na Itália, fez seis gols em 36 partidas e conquistou a Supercopa; na Rússia, mais 25 gols em 79 partidas, e dois campeonatos vencidos.

Contratado por quatro anos pelo Palmeiras, o jogador de 32 anos de idade faz nesta quinta apenas o terceiro treino com o elenco, mas já conta com grande expectativa da torcida. Ele é o quinto centroavante alviverde, o que mostra que não há uma unanimidade no setor.

Deyverson é quem mais joga com Felipão, mas não vive bom momento e perdeu vaga para Borja. Só que o colombiano sofreu um entorse no tornozelo e ficou fora do Dérbi; Arthur Cabral, contratado para esta temporada, é a última opção e joga muito pouco.

Henrique Dourado chegou junto de Luiz Adriano, mas ainda está em transição entre a parte física e técnica. Ele sofreu uma fratura na tíbia há pouco mais de quatro meses e aguarda a liberação total para ser relacionado. Os reforços entram para a briga mais aberta pela titularidade no atual campeão brasileiro.

Após a apresentação nesta quinta, o ex-jogador do Spartak dependerá apenas do técnico para ser relacionado. Isto porque vinha jogando na Rússia: sua última partida disputada foi há dez dias.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance