Egídio cita apoio de família e elenco em volta após erro na Libertadores
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Egídio cita apoio de família e elenco em volta após erro na Libertadores

  •  Egídio
    Egídio voltou ao time nesse sábado  Cesar Greco
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado (Foto: Rodney Costa/Eleven)
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado Dudu Macedo / Fotoarena
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado Dudu Macedo / Fotoarena
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado Dudu Macedo / Fotoarena
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado Dudu Macedo / Fotoarena
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado Dudu Macedo / Fotoarena
  •  Atlético-MG x Palmeiras
    Egídio voltou ao time nesse sábado Dudu Macedo / Fotoarena
LANCE! - 10/09/2017 - 11:49
São Paulo (SP)
Egídio voltou a jogar no sábado, contra o Atlético-MG, depois de um mês preservado pela comissão técnica. Bastante criticado por torcedores ao errar o último pênalti que tirou o Palmeiras da Libertadores, o lateral-esquerdo agradeceu ao apoio da família e do elenco durante esse período complicado.

- Foi um momento delicado para mim, mas quem mais me deu força foram meus familiares. Eu sempre acreditando muito em Deus que ia dar a volta por cima. Até porque foi um bom jogo na Libertadores, e na situação eu fui caminhando para o pênalti (que perdeu). Acreditando em mim e os companheiros dando força, que nos treinos mostrei meu potencial, senão o Cuca não ia ter me colocado. Mais uma vez provamos que nosso time é forte, unido, ou então não teríamos aguentado o Atlético-MG - disse o camisa 6, que afastou-se da internet nesse período.

- Rede social? Já não era muito fã de rede social. Depois dessa aí, eu abandonei, larguei, não acompanhei entrevista, rede social. Meu foco foi só trabalhar para voltar por cima, melhor. Foi o que aconteceu. Queríamos a vitória (contra o Atlético-MG), mas o empate ficou de bom tamanho pelas circunstâncias - acrescentou.

Com boa atuação no geral contra o Galo, Egídio cometeu pênalti em Alex Silva logo no primeiro tempo, mas Fernando Prass defendeu a cobrança de Fred.

Egídio foi o responsável pela última cobrança na decisão contra o Barcelona (ECU), e parou nas mãos do goleiro Banguera. Cuca então decidiu preservá-lo das três partidas seguintes: contra Vasco, Chapecoense e São Paulo. Com bons treinos durante o intervalo no Brasileiro, e também o problema de Michel Bastos na coxa esquerda, o lateral voltou ao time.

Seu contrato com o Verdão vence em dezembro, e embora o técnico tenha dito que já estavam tratando de sua renovação, a permanência do lateral é improvável. Campeão da Copa do Brasil e do Brasileirão, o jogador tem 93 partidas e dois gols no Palmeiras.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance