Covardia de Sassá e erro do 1º jogo: Felipe Melo tem 'raiva' da eliminação
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Covardia de Sassá e erro do 1º jogo: Felipe Melo tem 'raiva' da eliminação

  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Dudu Macedo/Fotoarena
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Vinnicius Silva/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Vinnicius Silva/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Vinnicius Silva/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Vinnicius Silva/Cruzeiro
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Alessandra Torres/Eleven
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Dudu Macedo/Fotoarena
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Divulgação/Twitter
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Faibio Barros / Agencia F8
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Alessandra Torres/Eleven
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Faibio Barros / Agencia F8
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Fernando Michel
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Daniel Oliveira/Fotoarena
  •  Cruzeiro x Palmeiras
    Cruzeiro x Palmeiras Dudu Macedo/Fotoarena
LANCE! - 27/09/2018 - 01:16
São Paulo (SP)
Felipe Melo controlou as palavras ao deixar os vestiários do Mineirão, após o empate por 1 a 1 diante do Cruzeiro que tirou o Palmeiras nas semifinais da Copa do Brasil. Mas o volante disse sentir raiva da eliminação e ressaltou o que julgou ser uma covardia de Sassá, que desferiu um soco em Mayke depois do apito final, além de apontar, no mínimo, imprudência de Léo, no choque entre ele e o próprio Felipe Melo que acabou dando início à confusão.

- O Léo foi inconsequente no lance de quando acabou o jogo. Fui pegar a bola com a mão e o Léo veio por cima, não sei se foi agredindo ou não. Logo depois, o Sassá, covardemente, agrediu o Mayke. É uma situação que tem de ser vista. Covardia não pode acontecer. O cara passar correndo e dar o soco na cara de um companheiro é bem complicado. Sem o companheiro esperar... É complicado - opinou o meio-campista.




Diante do clima criado entre os jogadores, Felipe Melo confia "nas autoridades" para evitar um clima quente no reencontro entre Verdão e Cruzeiro no domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. O camisa 30 quer ver cobrança por punição assim como diz ocorrer quando o Palmeiras está envolvido em confusões similares.

- É continuar trabalhando e saber que as autoridades competentes vão saber fazer a parte delas. Quando acontece uma situação nossa aqui, vêm todos em cima, parece urubu na carniça. Esperamos que seja feita a justiça também - declarou, citando também o gol de Antônio Carlos anulado no último lance do jogo de ida, no Allianz Parque, quando o árbitro nem consultou imagens para avaliar sua decisão e a partida terminou com vitória mineira por 1 a 0.

- Não temos de chorar o leite derramado. Parabéns ao nosso rival, que passou. Mas foi determinante. Tiraram um gol nosso que, no mínimo, levaria a decisão para os pênaltis. Pensamos em coisas grandes. Saímos muito tristes e chateados, precisamos sair com raiva dessa situação porque o Palmeiras tem de estar em finais. Mas é óbvio que foi determinante o que aconteceu no primeiro jogo - declarou Felipe Melo, elogiando o adversário.

- Jogamos contra um time muito bem armado, sobretudo defensivamente. Um time muito forte, que faz poucos gols, mas recebe pouquíssimos gols também. Em uma bobeira nossa, fizeram 1 a 0 e tivemos de correr atrás do resultado, o que é sempre complicado. Fomos guerreiros por conseguir o empate. Agora é voltar a trabalhar, porque temos um jogo importante no domingo contra eles. E saber sentir essa dor, porque realmente é complicado sair da competição quando o primeiro jogo é muito determinante.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance