Após rever família e papo com Gabriel Jesus, Borja volta atrás de chance
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após rever família e papo com Gabriel Jesus, Borja volta atrás de chance

  •  Borja
    Borja Cesar Greco
  •  Borja - Palmeiras
    Borja Cesar Greco/Palmeiras
  •  Borja - Palmeiras
    Borja  Cesar Greco/Palmeiras
  •  Borja
    Borja (Foto: Cesar Greco)
  •  Borja
    Borja (Foto: Cesar Greco)
  •  Borja
    Borja (Foto: Cesar Greco)
  •  Borja durante a derrota para o Atlético-PR
    Borja Cesar Greco/Palmeiras
  •  Borja
    Borja (Foto: Cesar Greco)
  •  Borja
    Borja (Foto: Cesar Greco)
  •  Borja está pressionado no Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
    Borja (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
  •  Borja no treino do Palmeiras
    Borja  Cesar Greco
Thiago Ferri - 11/09/2017 - 07:00
São Paulo (SP)
Depois de ser liberado para passar os últimos dias na Colômbia, com sua família, Borja se reapresenta ao Palmeiras neste começo de semana. Reserva da seleção colombiana nas Eliminatórias, o atacante volta ao Verdão atrás de uma chance e motivado por um rápido encontro que teve na semana passada com seu antecessor no clube, Gabriel Jesus.

De acordo com pessoas próximas ao colombiano, os dois bateram um papo em Barranquilla, depois do jogo entre Brasil e Colômbia. Destaque no Manchester City, o ex-palmeirense disse a Borja para ter calma, que quando voltasse a marcar as coisas entrariam no lugar - ele não faz gol há 12 partidas no clube. Neymar foi outro com quem o palmeirense conversou.

Deyverson tem sido o centroavante escolhido por Cuca, mas o camisa 16 viu as críticas da torcida aumentarem, mesmo tendo feito o gol no empate com o Atlético-MG, no sábado. Isto porque ele perdeu um pênalti, um mês após ter irritado palmeirenses por não cobrar na decisão contra o Barcelona (ECU), na Libertadores. Assim como já havia feito com Borja, o técnico pediu para que a torcida não coloque a culpa no atacante.

- O que acontece: o Deyverson treinou muitos pênaltis, e foi o melhor aproveitamento. Perdemos pênaltis com Tchê Tchê, Willian, Jean e o Deyverson tinha feito o gol, estava com confiança, queria se redimir de não ter batido (contra o Barcelona). Perdeu, acontece, como o Fred perdeu, e é um grande jogador. Não dá para crucificar - disse o treinador, no sábado.

Borja é uma opção imediata para o lugar de Deyverson, mas pode jogar até junto do outro centroavante. Isto porque Willian terá de cumprir suspensão automática na próxima rodada, segunda que vem, contra o Coritiba. Neste caso, porém, Dudu é o favorito a jogar.

Chateado por estar longe de corresponder ao esperado no Palmeiras, o colombiano ainda acredita que triunfará no Verdão. Por isso, ele e o clube recusaram duas propostas nesta última janela de transferências, de Porto (POR) e Levante (ESP).

Contratado por quase R$ 35 milhões graças ao aporte de Crefisa, o camisa 9 assinou por cinco anos. Ele tem 32 partidas pelo Palmeiras, foi titular em 17 e fez apenas sete jogos completos. Com sete gols, convive com o jejum de mais de dois meses.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance