Após rejeição inicial, torcida brinca e Mano vira 'Fratello' antes de estreia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Após rejeição inicial, torcida brinca e Mano vira 'Fratello' antes de estreia

Mano Menezes
Mano Menezes fará sua estreia pelo Palmeiras neste sábado, contra o Goiás (Foto: Cesar Greco)
LANCE! - 07/09/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
Mano Menezes começa nesta sábado a sua trajetória no Palmeiras. Depois de dois treinos, ele comanda o time pela primeira vez contra o Goiás, às 21h, no Serra Dourada, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Contratado em meio à crise, ele chegou com forte rejeição nas redes sociais, mas agora já ganhou até apelido.

Parte dos palmeirenses começou a chamá-lo de "Fratello", que em italiano significa "irmão", ou Mano na gíria brasileira. É uma forma que alguns torcedores acharam de aproximar do Verdão o novo comandante, com duas passagens pelo arquirrival Corinthians. Ele próprio vê uma relação já distante com a equipe alvinegra.

- Eu gostaria de lembrar que estamos em 2019, e certas discussões, certas questões fazem parte de um tempo um pouquinho mais para trás, o mundo está mais globalizado um pouquinho, todos notamos, e quando as coisas se tornam mais próximas, acontecem com mais naturalidade. Muitos profissionais já fizeram este caminho, só olhar na história dos clubes. Quero seguir a história dos profissionais que fizeram a vinda ao Palmeiras com sucesso - afirmou.



Quando o Palmeiras anunciou a demissão do ídolo Luiz Felipe Scolari e passou a mirar em Mano, os torcedores se manifestaram contrários na internet. A apresentação do técnico na quarta, porém, serviu para amenizar as críticas de parte dos palmeirenses.

Aos 57 anos de idade, Mano chega depois de um trabalho de pouco mais de três anos no Cruzeiro, encerrado após o início ruim de Brasileiro. No Palmeiras, o Nacional é a competição que resta a disputar. Mesmo sem vencer há sete rodadas, o time está a seis pontos dos líderes Flamengo e Santos e tem um jogo a menos.

Até o fim do primeiro turno, o Verdão enfrentará Goiás (fora de casa), Fluminense (em casa) e Cruzeiro (em casa), e depois duela com Fortaleza (fora de casa) e CSA (em casa). A sequência é a chance para Mano arrancar e afastar de vez a desconfiança. Bicampeão da Copa do Brasil, ele ainda busca seu primeiro título de Série A.

- O Palmeiras tem condição de brigar pelo título brasileiro, ficou com a disputa desta última competição na temporada, pode se dedicar e vai se dedicar na sua totalidade para disputar o título. As próximas rodadas serão determinantes. É quando se decide para que lado vai. Parou de pontuar na proporção de antes, extraordinária antes da Copa América, mas tem elenco e capacidade para fazer esta retomada - considerou.

- Os momentos após a troca são de cuidado para os que são mais experientes para saber que não se troca tudo do dia para a noite, que as coisas não andam tão rápido de uma hora para a outra. E no Palmeiras não precisamos trocar as coisas na totalidade. Pode passar batido nos momentos difíceis, mas o Palmeiras dos últimos três Brasileiros ganhou dois e chegou no vice do terceiro. Você não pode deixar que se destrua isto do dia para a noite - encerrou.

Facebook Lance Twitter Lance