Turno do Brasileirão pode terminar com a maior diferença entre G4 e Z4 da história
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Turno do Brasileirão pode terminar com a maior diferença entre G4 e Z4 da história

Montagem - Flamengo Santos Corinthians Palmeiras
Flamengo, Santos, Palmeiras e Corinthians formam o G4 (Montagem LANCE!)
André Schmidt - 13/09/2019 - 11:41
Rio de Janeiro (RJ)
Seria esse Brasileirão o de maior desnível técnico entre as equipes que brigam no topo e as que lutam contra o rebaixamento? Essa é uma das perguntas que rolam nos debates esportivos e que os números nos ajudam a entender. Ou ao menos auxiliam no comparativo de desempenho através dos anos.

E eles mostram que a diferença, sim, pode ser a maior da história desde que o campeonato assumiu o atual formato, com 20 clubes disputando por pontos corridos. Ao menos em relação à pontuação.

Caso o Corinthians vença o Fluminense, o São Paulo derrote o CSA e a Chape não triunfe sobre o Vasco, neste fim de semana, os times do G4 terminarão com a maior vantagem sobre as equipes do Z4 no atual modelo, iniciado em 2006. Com estes resultados, o Alvinegro Paulista, 4º colocado, chegaria aos 35 pontos, enquanto que Flu e CSA - e talvez a Chapecoense, em caso de empate - estacionariam nos 15, abrindo uma lacuna de 20 pontos entre os grupos.

E MAIS:
A maior discrepância já registrada até hoje no fim de um 1º turno foi em 2012, quando o Vasco, 4º colocado, tinha 35 pontos e o Palmeiras, 17º, somente 16. Ou seja, 19 de diferença. Marca que pode ser quebrada caso ocorra essa combinação de resultados que, convenhamos, não é improvável.

Inclusive, se isso ocorrer, a zona de rebaixamento do Brasileirão terá sua linha de corte mais baixa neste período, com o primeiro dentro do Z4 com apenas 15 pontos. A pior marca também é de 2012. 

DIFERENÇA ENTRE G4 E Z4 NO ATUAL FORMATO
- Vantagem do 4º para o 17º

2006 - 10 pontos - Paraná (31) - Goiás (21)
2007 - 9 pontos - Vasco (31) - Athletico Paranaense (22)
2008 - 14 pontos - São Paulo (33) - Vasco (19)
2009 - 15 pontos - São Paulo (33) - Santo André (18)
2010 - 14 pontos - Internacional (31) - Atlético-MG (17)
2011 - 17 pontos - Vasco (35) - Athletico Paranaense (18)
2012 - 19 pontos - Vasco (35) - Palmeiras (16)
2013 - 16 pontos - Athletico Paranaense (34) - São Paulo (18)
2014 - 15 pontos - Corinthians (33) - Criciúma (18)
2015 - 14 pontos - Fluminense (33) - Goiás (19)
2016 - 13 pontos - Flamengo (34) - Figueirense (21)
2017 - 13 pontos - Palmeiras (32) - São Paulo (19)
2018 - 16 pontos - Grêmio (36) - Sport (20)
2019 - ?

Facebook Lance Twitter Lance