Relembre os irmãos boleiros menos famosos dos craques do futebol
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



05/02/2019 | 16:02

Relembre os irmãos boleiros menos famosos dos craques do futebol

  •  Montagem Edu e Zico
    Edu e Zico Irmão mais velho de Zico, Edu é um dos maiores ídolos da história do América-RJ e foi um grande jogador nos anos 60 e 70, chegando inclusive a atuar pela Seleção Brasileira. Porém, um tal de Zico começou a surgir no Flamengo e acabou se tornando o mais famoso dos irmãos Coimbra. Divulgação
  •  Montagem Assis e Ronaldinho Gaúcho
    Assis e Ronaldinho Gaúcho O meia Assis despontou muito bem no final dos anos 80 pelo Grêmio e era frequentemente chamado para as seleções brasileiras de base. Depois, jogou na Suíça, onde conquistou cinco títulos nacionais. Começou a rodar por diversos clubes nos anos 90 e percebeu que o craque da família era outro, o caçula Ronaldinho. Assis largou cedo a carreira de jogador para agenciar seu irmão, que ganhou o mundo e virou ídolo da Seleção e do Barcelona. Reprodução
  •  Montagem Digão e Kaká
    Digão e Kaká Irmão de Kaká, Digão também foi revelado pelo São Paulo no começo dos anos 2000 e depois foi comprado pelo Milan. Só que o então zagueiro não obteve o mesmo sucesso do meia Kaká. Ele nunca se firmou no rubro-negro italiano e acumulou empréstimos por equipes menores da Europa. Antes mesmo dos 30 anos, encerrou sua carreira. Divulgação
  •  Montagem Muriel e Alisson
    Muriel e Alisson Dos irmãos Becker revelados pelo Internacional, Muriel é o mais velho e se destacou primeiro na meta do clube Colorado. Porém, viu em 2013, seu irmão Alisson começar a chamar atenção na equipe gaúcha. Alisson virou titular do Inter e também da Seleção Brasileira, sendo depois contratado pela Roma. Hoje, o mais famoso dos irmãos Becker defende o gol da seleção nacional e do Liverpool, enquanto Muriel está no Belenenses, de Portugal. Divulgação
  •  Montagem Cocada e Muller
    Cocada e Müller O ex-lateral-direito Cocada teve passagens pelos cariocas Flamengo, Vasco e Fluminense, e ficou marcado na carreira por marcar o gol do título estadual do Vasco sobre o Flamengo em 1988. O craque da família, porém, era o irmão mais novo Müller, que se destacou logo cedo pelo São Paulo. Müller brilhou em diversos clubes brasileiros, acumulando títulos nacionais e internacionais, além de ter disputados três Copas do Mundo pela Seleção Brasileira. Divulgação
  •  Montagem Paolo e Fábio Cannavaro
    Paolo e Fábio Cannavaro Quando Paolo Cannavaro iniciou sua carreira profissional no Napoli, em 1998, seu irmão mais velho, Fábio, já tinha sido vendido ao Parma e tinha uma Copa do Mundo no currículo. Após passagens também por Parma, e Verona, Paolo retornou ao Napoli onde se firmou como um dos destaques da equipe. A carreira de Fábio, no entanto, foi muito além. O zagueiro jogou por Inter de Milão, Juventus e Real Madrid, além de ser o capitão da conquista italiana na Copa do Mundo de 2006, que lhe valeu ainda o título de melhor jogador do mundo naquele ano. Divulgação
  •  Montagem Federico e Gonzalo Higuaín
    Federico e Gonzalo Higuaín O meia Federico Higuaín, assim como o irmão mais novo Gonzalo, foi revelado pelo River Plate, mas só conseguiu jogar por equipes menores da Argentina. Nos Estados Unidos, onde atua desde 2012 pelo Columbus Crew, conseguiu maior destaque. Já o atacante caçula Gonzalo Higuaín tem um currículo de respeito: River Plate, Real Madrid, Napoli, Juventus, Milan e agora Chelsea, além de três Copas do Mundo como titular da seleção nacional. Divulgação
  •  Montagem Télvio e Túlio Maravilha
    Télvio e Túlio Maravilha Poucos sabem, mas Túlio Maravilha tem um irmão gêmeo que também foi atacante, Télvio Furacão! Longe dos mil gols do irmão, Télvio não teve carreira de muito sucesso, mas chegou a jogar por Fluminense e Botafogo, junto com Túlio. O artilheiro falastrão foi muito além. Um dos maiores ídolos do Botafogo, Túlio cansou de marcar gols também por Goiás, Corinthians, Seleção Brasileira e muitos outros clubes do Brasil e do mundo, até fazer em 2014, segundo suas contas, seu milésimo gol na carreira, pelo Araxá, de Minas Gerais. Divulgação
  •  Montagem Jorginho e Júnior Baiano
    Jorginho e Júnior Baiano Jorginho Baiano foi um zagueiro regular, com boas passagens por Bahia, Portuguesa e Grêmio, que teve pouco mais de dez anos de carreira. Já o irmão famoso, Júnior Baiano, brilhou pelos grandes clubes onde passou, casos de Flamengo, São Paulo, Palmeiras e Vasco. Alem de ótimo zagueiro, Jr. baiano se destacava também pelos gols que marcava. Ele disputou ainda a Copa do Mundo de 1998 como titular ao lado de Aldair. Reprodução
  •  Florentin e Paul Pogba
    Florentin e Paul Pogba Três anos mais velho que o irmão Paul, Florentin Pogba é um defensor com passagens por equipes médias do futebol europeu e que defende a seleção de Guiné. Já o irmão Paul sempre teve os holofotes virados para si desde cedo. Com passagens por todas as seleções de base da França, o meia Pogba começou no Manchester United, passou pela Juventus e retornou ao United. Tem duas Copas do Mundo nas costas, com o título de 2018 na bagagem. AFP
  •  Anton Ferdinand e Rio Ferdinand
    Anton Ferdinand e Ferdinand O zagueiro Anton Ferdinand nunca conseguiu atuar por uma grande equipe, apesar de acumular algumas passagens pelas divisões de base inglesa. Já seu irmão mais velho, Rio Ferdinand, é um dos grandes ídolos da história do Manchester United, onde jogou por mais de dez anos. Pela seleção da Inglaterra disputou três Copas do Mundo. Divulgação
SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance