Ex-presidente do COB e do Flamengo, André Richer morre aos 90 anos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ex-presidente do COB e do Flamengo, André Richer morre aos 90 anos

Andre Richer conversa com João Havelange em evento no Rio no ano de 2012
André Richer (à esquerda), ao lado de João Havelange em 2012 (Foto: AFP PHOTO / ANTONIO SCORZA)
LANCE! - 12/04/2018 - 15:24
Rio de Janeiro (RJ)
O Comitê Olímpico do Brasil (COB) decretou luto oficial de três dias devido à morte de André Richer, ex-presidente da entidade e do Flamengo. Ele morreu na última quarta-feira, aos 90 anos. A causa não foi revelada.

– Richer teve uma vida inteiramente dedicada ao esporte. Líder nato desde os tempos de atleta olímpico, dedicou seu tempo e enorme energia ao desenvolvimento do esporte brasileiro, assumindo cargos de chefia tanto na CBF quanto no COB. O esporte brasileiro perde um dos seus mais importantes colaboradores – afirmou o presidente do COB, Paulo Wanderley.

No ano passado, Richer foi alvo da Polícia Federal durante a operação 'Unfair Play', que investigou indícios de corrupção na escola do Rio como sede dos Jogos Rio-2016. 

No Comitê, Richer atuou em diversas áreas desde que ingressou, em 1975: foi diretor jurídico, diretor técnico e Chefe de Missão nos Jogos Olímpico Moscou 1980, Los Angeles 1984 e Seul 1988.

Com o falecimento de Jeronymo Bastos, assumiu a vice-presidência do COB e, entre 1990 e 1995, se tornaria presidente. Ao fim do período, retornou ao posto de vice, com Nuzman acima, cargo ocupado também no Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos Rio-2007.

O dirigente chegou a presidência do Flamengo e lá permaneceu entre 1969 e 1973. Depois, foi diretor da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entre 1975 e 1986.

Como atleta, ele disputou os Jogos Olímpicos de Melbourne-1956 e os Jogos Pan-Americanos de Chicago-1959.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance