Em duelo emocionante, Paulistano vira sobre o Minas e embola o NBB
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em duelo emocionante, Paulistano vira sobre o Minas e embola o NBB

NBB - Paulistano x Minas
Paulistano venceu o Minas em São Paulo, nesta segunda-feira (Foto: Reprodução)
João Vítor Castanheira - 04/11/2019 - 22:49
São Paulo (SP)
Em partida decidida nos últimos segundos, o Paulistano venceu o Minas por 80 a 76, nesta segunda-feira, no Ginásio Antonio Prado Jr, em São Paulo. O armador Yago, do Tigre, com 25 pontos, foi o cestinha do jogo. O clube paulista chegou à terceira vitória em cinco jogo, alcançando os mesmos 60% de aproveitamento do rival mineiro. Da sexta à nona colocação, todas equipes têm o mesmo rendimento. Foi a primeira derrota do Belo Horizonte fora de casa. 

DESTAQUES 
Além de Yago, o ala Solano, com 16 pontos, fez ótima partida. Dikembe, com um duplo-duplo de 12 rebotes e 15 pontos, também foi decisivo para a vitória do Paulistano. Do lado do Minas, destaque para Leandrinho, que deixou a quadra com 21 pontos e cinco assistências. 




E MAIS:
PRIMEIRO TEMPO
​Assim como nos últimos jogos fora de casa, o Minas começou ligado, armando uma defesa mais sólida que a dos mandantes. Alex, com sete pontos, foi o destaque da vitória mineira no primeiro quarto por 20 a 17. O segundo quarto seguiu na mesma toada, mas terminaria mais apertado. Até que Leandrinho, com uma linda jogada que terminou em bola de três, deu novo triunfo ao time de azul por 21 a 17, um total de 41 a 34.

REAÇÃO PAULISTANA
No terceiro quarto, a história começou a mudar. Dikembe passou a ficar com rebotes importantes e o Paulistano cresceu de rendimento. A evolução foi potencializada pela entrada do ala Eddy. Assim, os donos da casa foram para o último quarto apenas um ponto atrás no placar.

ATROPELO
No início do último quarto, o Minas não voltou para a quadra e anotou apenas dois pontos em quatro minutos e meio. O Tigre aproveitou o mal momento dos visitantes e, com duas bolas seguidas de três, de Eddy e Coleman, pulou à frente no placar.

MUITA EMOÇÃO!
O momento parecia ser todo do Paulistano, que chegou a abrir oito pontos de vantagem. Mas os mineiros, a um minuto do fim, diminuíra vantagem para três. A gosto na boca dos Tigre já amargava, até que, faltando 30 segundos, Solano matou de três. Assim, o Minas foi para os últimos segundo precisando de quatro pontos, mas fez apenas dois, e viu Coleman, com dois lances livres, decidir a parada à favor dos donos da casa.

Facebook Lance Twitter Lance