Card histórico: UFC 255 tem Deiveson em defesa de cinturão e Jennifer Maia em busca de título inédito
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LUTAS

Card histórico: UFC 255 tem Deiveson em defesa de cinturão e Jennifer Maia em busca de título inédito

(Foto: Divulgação)
Deiveson defenderá seu título contra o americano Alex Perez na luta principal (Foto: Reprodução/YouTube/UFC)
TATAME - 21/11/2020 - 14:00
Las Vegas (EUA)
Marcado para acontecer neste sábado (21), no UFC Apex, em Las Vegas, nos Estados Unidos, o UFC 255 será de extrema importância para o MMA brasileiro. Isso porque, na luta principal, Deiveson Figueiredo, atual campeão peso-mosca da organização, vai fazer sua primeira defesa de título, em duelo diante do americano Alex Perez. No co-main event, Jennifer Maia terá uma missão difícil, mas ao mesmo tempo histórica: “destronar” Valentina Shevchenko, atual detentora do cinturão peso-mosca feminino. Em caso de triunfo a curitibana vai se tornar a primeira atleta brasileira campeã na divisão dos 57kg no Ultimate.

Além disso, outros dois brasileiros e também lutadores de Curitiba vão entrar em ação nesta noite. Lenda do MMA, Maurício Shogun, já em reta final de carreira, vai fazer revanche contra o escocês Paul Craig, enquanto no card preliminar, a embalada Ariane Lipski vai medir forças diante Antonina Shevchenko, irmã da campeã peso-mosca Valentina Shevchenko.

Deiveson Figueiredo faz sua primeira defesa de cinturão

O atual campeão peso-mosca Deiveson Figueiredo (19-1-0) defende o seu título pela primeira vez desde que o conquistou de forma impecável em julho, com uma finalização sobre Joseph Benavidez. Com 19 vitórias e apenas uma derrota na carreira, o paraense de Soure – que deixou a Ilha de Marajó e foi para Belém atrás dos seus sonhos – chega para a luta deste sábado ainda mais preparado. Seu adversário será Alex Perez, quarto entre os moscas. O americano vem de uma sequência de três vitórias – a última sobre Jussier Formiga, em junho, e é o primeiro atleta contratado pelo reality show Dana White’s Contender Series a disputar um cinturão.

“Muitas coisas mudaram (depois de conquistar o cinturão peso-mosca). Eu consegui aumentar minha equipe, contratar alguns treinadores, estou montando um novo centro de treinamento. Meus treinos aumentaram e melhoraram. Hoje eu consigo ser um profissional completo. Um atleta que treina, vai para casa, se alimenta bem e descansa. Eu sou o dono dessa categoria. Eu entro para dar show e sinto que cheguei para trazer um novo gás para a divisão. A minha luta neste sábado vai provar isso novamente. Vou mostrar que o peso-mosca merece estar sempre em destaque na organização”, disse o brasileiro, que vem de quatro vitórias consecutivas no UFC.

Jennifer Maia vai em busca de vitória histórica contra Valentina

A paranaense Jennifer Maia (18-6-1) vai tentar fazer história em Las Vegas e tirar o cinturão da atual campeã peso-mosca, Valentina Shevchenko (19-3-0). Número três na categoria, Jennifer conquistou a vaga de desafiante ao título depois de finalizar Joanne Calderwood com uma bela chave de braço, no primeiro round, em agosto. Antes disso, a brasileira já somava vitórias sobre nomes como Roxanne Modafferi e Alexis Davis. A quirguistanesa Shevchenko, por sua vez, vai para a quarta defesa do seu título peso-mosca. Considerada uma das campeãs mais dominantes do UFC, ‘Bullet’ venceu de forma incontestável as suas três oponentes anteriores: Jessica Eye, Liz Carmouche e Katlyn Chookagian.

“É difícil comparar esse momento tão especial com qualquer outro da minha carreira. Eu sonho com esse dia desde que entrei no UFC. É uma conquista enorme. Ainda não sou capaz de expressar como vou me sentir se me tornar campeã. Acredito que será um sentimento inexplicável. Foi uma preparação mais especial por ser uma luta pelo título e pelo nível da Valentina Shevchenko. Eu acrescentei treinos específicos em todas as áreas para me sentir bem preparada na hora da luta. Também alterei algumas coisas no meu treinamento para fazer o corte de peso com tranquilidade e sem sofrimento”, explicou a brasileira.

Shogun faz revanche contra Paul Craig

Depois de enfrentar e vencer o compatriota Rogério Minotouro pela terceira vez em julho, o brasileiro Mauricio Shogun (27-11-1) parte para uma nova revanche neste sábado. O ex-campeão meio-pesado do UFC vai encarar o escocês Paul Craig (13-4-1). Os dois atletas se enfrentaram há cerca de um ano, no UFC São Paulo, e a luta terminou empatada, um resultado considerado controverso. Desde então, o paranaense Shogun venceu Minotouro, enquanto Craig finalizou Gadzhimurad Antigulov – ambos no mesmo evento, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi.

De olho no Top 15, Ariane Lipski vai em busca de nova vitória

Além de Jennifer Maia e Mauricio Shogun, Ariane Lipski (13-5-0) é mais uma paranaense em ação no UFC 255. Depois de estrear no UFC com dois reveses, a “Rainha da Violência” engatou uma sequência de duas vitórias e entra no octógono do UFC Apex com o objetivo de manter o bom momento e, quem sabe, conquistar uma vaga no Top 15 da divisão peso-mosca.

A sua adversária será Antonina Shevchenko (8-2-0), irmã da campeã Valentina. Contratada depois de participar da segunda temporada do Dana White’s Contender Series, Antonina é a atual 15ª da divisão e uma vitória sobre ela pode garantir a Ariane um lugar entre as melhores.

CARD COMPLETO:

UFC 255
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 21 de novembro de 2020

Card principal (0h, horário de Brasília)
Peso-mosca: Deiveson Figueiredo x Alex Perez
Peso-mosca: Valentina Shevchenko x Jennifer Maia
Peso-meio-médio: Mike Perry x Tim Means
Peso-mosca: Katlyn Chookagian x Cynthia Calvillo
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Paul Craig

Card preliminar (20h30, horário de Brasília)
Peso-mosca: Brandon Moreno x Brandon Royval
Peso-mosca: Antonina Shevchenko x Ariane Lipski
Peso-meio-médio: Alan Jouban x Jared Gooden
Peso-pesado: Kyle Daukaus x Dustin Stoltzfus
Peso-meio-médio: Nicolas Dalby x Daniel Rodriguez
Peso-médio: Joaquin Buckley x Jordan Wright
Peso-meio-médio: Louis Cosce x Sasha Palatnikov

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance