Brasileira deixa UFC São Paulo após cair no doping de 'forma acidental'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LUTAS

Brasileira deixa UFC São Paulo após cair no doping de 'forma acidental'

Exclusiva Pedrita
Pedrita ia realizar sua quarta luta no UFC e estava em busca da primeira vitória (Foto: Davi Fernandes/Lancepress)
TATAME - 07/11/2019 - 08:30
Rio de Janeiro (RJ)
* Priscila Pedrita está do fora do UFC São Paulo, que acontece no próximo dia 16, no Ginásio do Ibirapuera. A lutadora da PRTV, que iria enfrentar Ariane Lipski, foi notificada pela USADA (Agência de Antidoping dos EUA) após testar positivo para o remédio hidroclorotiazida – utilizado no tratamento de hipertensão arterial. A substância é proibida pelo órgão parceiro do UFC.

Com exclusividade à TATAME, a lutadora revelou que tudo não passou de um “acidente”. No dia 10 de outubro, Pedrita foi visitar a mãe e o filho em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Ao chegar no local, estava “pálida” e com dificuldades para enxergar. Foi aí que sua mãe, que trabalhou como enfermeira em hospitais no Rio, verificou a pressão da atleta, que estava superior a 16.

De imediato, para socorrer a filha, ela deu o remédio hidroclorotiaziada para Pedrita: - Eu estava passando muito mal, com uma pressão na nuca muito forte. Quando ela olhou, eu estava pálida, vendo tudo turvo. Ela verificou a minha pressão. Depois que ela me deu o remédio, eu urinei e a pressão foi baixando, então, fui melhorando. Só que, no momento, não perguntei para ela qual era o remédio. Eu não pensei na USADA e nem pensei que pudesse ser um remédio que fosse proibido pela USADA. Eu estava passando muito mal. Uma mãe vendo a filha nesta condição, só pensa em ajudar - relatou Pedrita.

Cerca de 48 horas depois de Pedrita ingerir o remédio, no dia 12 de outubro, a USADA realizou um teste surpresa na equipe PRVT. A lutadora, então, foi notificada na terça-feira (5) pelo órgão sobre a violação.

Pedrita tem três lutas no UFC e foi derrotada em todas. A própria atleta definiu sua participação no UFC São Paulo como a “luta da vida”. Neste momento, o empresário da lutadora está conversando com a USADA para saber sobre o tempo de suspensão. Já o Ultimate ainda não se manifestou oficialmente.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 164
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
Sábado, 16 de novembro de 2019


Card principal
Jan Blachowicz x Ronaldo Jacaré
Maurício Shogun x Paul Craig
Charles do Bronx x Jared Gordon
Antonio Arroyo x André Sergipano
Markus Maluko x Wellington Turman

Card preliminar
Serginho Moraes x James Krause
Ricardo Carcacinha x Eduardo Garagorri
Francisco Massaranduba x Bobby Green
Warlley Alves x Randy Brown
Douglas D’Silva x Renan Barão
Ariane Lipski x Adversária a definir
Vanessa Melo x Tracy Cortez

* Por Yago Rédua

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance