Svilar dá azar, e United vence o Benfica em Manchester; CSKA bate o Basel e mantém Grupo A em aberto
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Svilar dá azar, e United vence o Benfica em Manchester; CSKA bate o Basel e mantém Grupo A em aberto

Manchester United x Benfica
United garante vitória sobre o Benfica e permanece na liderança do Grupo A (Foto: Reuters/Jason Cairnduff)
LANCE! - 31/10/2017 - 19:47
Manchester (ING)
Mostrando-se superior em campo desde os primeiros minutos, o Manchester United garantiu mais uma vitória sobre o Benfica, agora por 2 a 0, e de forma bem parecida a que os torcedores haviam presenciado na rodada anterior da Liga dos Campeões. Contra, Svilar novamente abriu o placar para os rivais e Blind concluiu o triunfo de pênalti.

O resultado mantém o Manchester United na liderança invicta do Grupo A, com 12 pontos. Por outro lado, o Benfica segue na lanterna, com quatro derrotas e nenhum ponto.

Apesar das chances criadas no início da partida, a primeira boa oportunidade só aconteceu aos 13 minutos, quando Martial garantiu um pênalti a favor do United ao ser derrubado por Douglas. Na cobrança, o atacante bateu no canto, mas Svilar, atento, fez uma bela defesa e se redimiu com a torcida depois da falha cruel cometida no jogo anterior.

Na sequência, os goleiros tiveram que trabalhar duro para evitar chegadas perigosas. Com os dois times pressionando, os setores defensivos se fecharam na tentativa de evitar pressão do rival. Mais uma vez Svilar ouviu aplausos das arquibancadas quando Lukaku invadiu a área e chutou novamente no canto do goleiro, que defendeu com facilidade.

Crescendo em campo, o Manchester evitou dar espaço ao Benfica e arriscou com boas finalizações até finalmente abrir o placar aos 44 minutos. Porém, foi da pior forma possível para o torcedor benfiquista. Depois de falhar na derrota por 1 a 0 para os Red Devils em Lisboa, o arqueiro, desta vez, deu azar. No lance, Matic rebeceu a bola de Lukaku pela intermediária e arriscou o chute, que pegou na trave e voltou nas costas de Svilar, ultrapassando a linha do gol.

Apesar de a saída de bola ter partido do Benfica na volta para o segundo tempo, foi o Manchester United que voltou exercendo ainda mais pressão na equipe portuguesa. Porém, até os 15 minutos, poucos lances chamaram a atenção, exceto pelas duas atrapalhadas seguidas de Martial. Primeiro, o francês recebeu pela esquerda, deixou dois marcadores para trás, mas se enrolou e pegou a bola com o tornozelo ao tentar cruzar, mandando pela linha de fundo. Na sequência, ele recebeu dentro da área, arriscou o drible, mas se atrapalhou e a bola teve o mesmo destino.

O goleiro De Gea havia sido o que menos precisou se desdobrar em campo, até que Diogo Gonçalves passou pela marcação do United e chutou no canto do arqueiro, que fez a defesa com a ponta dos dedos. O Benfica teve uma boa chance de deixar tudo igual aos 19, quando Bailly deixou a bola nos pés de Jiménez dentro de área. O atacante tirou de De Gea, mas estourou a bola na trave.

Dia de sorte do Manchester United, que conseguiu mais um pênalti quando Rashford foi derrubado na área por Samaris depois de passar por três marcadores. Blind foi para a cobrança e, com uma pancada no meio do gol, ampliou a vantagem dos Red Devils para 2 a 0. Por outro lado, o Benfica, arriscou seu melhor lance na tentativa desesperada de diminuir a diferença quando Jonas cruzou para Salvio, que cabeceou na pequena área, mas acabou parado por De Gea.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance