As finais de Liga dos Campeões neste século: relembre todas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



03/05/2018 | 08:00

As finais de Liga dos Campeões neste século: relembre todas

  •  Taça Liga dos Campeões (Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP)
    Os finalistas da 63ª edição da Champions League foram conhecidos nesta quarta-feira. No Santiago Bernabéu, o Real Madrid, que já havia vencido o Bayern de Munique por 2 a 1, confirmou presença na fase ao empatar com os bávaros pelo placar de 2 a 2. Agora, o time merengue se prepara para enfrentar a locomotiva Liverpool, que vem desenfreada na competição e chega à final após vitória folgada por 5 a 2 sobre a Roma e uma volta mais complicada, com derrota por 4 a 2 Taça Liga dos Campeões (Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP)
  •  Real Madrid 3 x 0 Valencia - 24 de maio de 2000
    Real Madrid 3 x 0 Valencia - 24 de maio de 2000 ​A Liga dos Campeões de 1999-00 foi a 45ª edição do maior torneio de clubes da Europa e a oitava desde que a competição foi renomeada. No dia 24 de maio de 2000, Real Madrid e Valencia disputaram a final e os merengues saíram na frente com gols de Morientes, McManaman e Raúl para garantirem seu oitavo título Reprodução
  •  Bayern de Munique 1 (5) x (4) 1 Valencia - 23 de maio de 2001
    Bayern de Munique 1 (5) x (4) 1 Valencia - 23 de maio de 2001 A edição de 2000-01 é lembrada pelo Bayern de Munique como uma das mais sofridas e compensadas. Após passar com dificuldade pelo Real Madrid, os alemães encararam o Valencia na final. Com apenas três minutos de bola rolando no Estádio San Siro, em Milão, Mendieta deixou os espanhóis na frente, mas Effenberg empatou e levou a disputa para os pênaltis. Na decisão, cobrança errada de Pellegrino garantiu o quarto título da Champions ao Bayern Reprodução
  •  Bayer Leverkusen 1 x 2 Real Madrid - 15 de maio de 2002
    Bayer Leverkusen 1 x 2 Real Madrid - 15 de maio de 2002 No Estádio Hampden Park, em Glasgow, Bayer Leverkusen e Real Madrid protagonizaram uma disputa acirrada pela final da Liga dos Campeões 2001-02. Diante do público de cerca de 52 mil pessoas, Raúl abriu o placar para os merengues e viu Lúcio deixar tudo igual para os alemães. Mas Zidane, hoje técnico do Real Madrid, marcou o gol da vitória aos 45 minutos e faturou o nono título para o clube Reprodução
  •  Juventus 0 (2) x (3) 0 Milan - 28 de abril de 2003
    Juventus 0 (2) x (3) 0 Milan - 28 de abril de 2003 No Old Trafford, Juventus e Milan protagonizaram a primeira final da Champions disputada entre clubes italianos. Diante de cerca de 63 mil pessoas, as equipes empataram sem gols no tempo regulamentar e levaram a decisão aos pênaltis. Na disputa, o goleiro Dida roubou a cena e teve atuação histórica ao defender três cobranças que foram essenciais para que o Milan conquistasse seu sexto título da Liga, na temporada 2002-03 Divulgação
  •  Monaco 0 x 3 Porto - 26 de maio de 2004
    Monaco 0 x 3 Porto - 26 de maio de 2004 A final da Liga dos Campeões 2003-04 foi disputada entre Monaco e Porto, na Arena AufSchalke. Diante de aproximadamente 52 mil pessoas, o Porto abriu o placar com gol de Carlos Alberto no final do primeiro tempo e concluiu a vitória por 3 a 0 com tentos de Deco e Alenichev na etapa final. Com o resultado, o Porto conquistou seu segundo título da Champions Divulgação
  •  Milan 3 (2) x (3) 3 Liverpool - 25 de maio de 2005
    Milan 3 (2) x (3) 3 Liverpool - 25 de maio de 2005 Depois de enfrentarem dificuldades nas semifinais, Milan e Liverpool se encontraram na decisão pelo título. Em Istambul, cerca de 72 mil torcedores viram Maldini abrir o placar para o time Rossonero com apenas um minuto de jogo, mas a disputa foi acirrada e terminou com empate em 3 a 3 no tempo regulamentar. Nas penalidades, o Liverpool levou a melhor com três acertos contra apenas dois do Milan. Resultado garantiu o quinto título da Champions ao time inglês AFP
  •  Barcelona 2 x 1 Arsenal - 17 de maio de 2006
    Barcelona 2 x 1 Arsenal - 17 de maio de 2006 No Stade de France, em Paris, Barcelona e Arsenal disputaram a taça da 51ª edição da Liga dos Campeões. Diante de um público de 79 mil pessoas, os ingleses saíram na frente com gol de Campbell, mas levaram a virada no segundo tempo, com tentos de Eto'o e Belletti. Com a vitória, o Barcelona chegou a sua segunda conquista pelo torneio AFP
  •  Milan 2 x 1 Liverpool - 23 de maio de 2007
    Milan 2 x 1 Liverpool - 23 de maio de 2007 No ano em que Kaká foi eleito o melhor jogador do mundo e também o melhor da Liga dos Campeões, o Milan conquistou o sétimo título da competição e se vingou da derrota em 2005. 74 mil pessoas compareceram ao Estádio Olímpico de Atenas para a final disputada entre Milan e Liverpool. Superior em campo, os italianos garantiram a vitória por 2 a 1 com gols de Inzaghi. Kuyt diminuiu para o Liverpool Divulgação
  •  Manchester United 1 (6) x (5) 1 Chelsea - 21 de maio de 2008
    Manchester United 1 (6) x (5) 1 Chelsea - 21 de maio de 2008 Apesar de ter sido disputada em Moscou, a final da Liga dos Campeões 2007-08 foi 100% inglesa. Em campo, Manchester United e Chelsea brigavam pelo 53º título da competição diante do público de 67 mil pessoas. Cristiano Ronaldo levou a torcida ao primeiro delírio, ao marcar aos 26 minutos. Porém, Lampard deixou tudo igual para o Chelsea e levou a disputa para os pênaltis. Nas cobranças, CR7 errou para o United, mas Terry e Anelka vacilaram pelo Chelsea, resultando no terceiro título do Manchester Reprodução
  •  Barcelona 2 x 0 Manchester United - 27 de maio de 2009
    Barcelona 2 x 0 Manchester United - 27 de maio de 2009 No Stadio Olimpico, em Roma, Barcelona e Manchester United se encontraram pela primeira vez no século em uma edição da Champions. Diante de cerca de 62 mil pessoas, Eto'o abriu o placar para os blaugranas com apenas dez minutos de bola rolando e Messi, eleito melhor marcador do ano, concluiu a vitória na etapa final para garantir o terceiro título do Barça Divulgação
  •  Bayern de Munique 0 x 2 Inter de Milão - 22 de maio de 2010
    Bayern de Munique 0 x 2 Inter de Milão - 22 de maio de 2010 80 mil pessoas marcaram presença no Santiago Bernabéu para assistir a final da Liga dos Campeões de 2009-10, disputada entre Bayern de Munique e Internazionale. No ano de glória para a equipe italiana, que já havia conquistado os títulos do Campeonato Italiano e Copa Itália, a vitória por 2 a 0 sobre o Bayern, com gols de Milito, garantiu a tríplice coroa e o terceiro título da Liga à equipe Divulgação
  •  Barcelona 3 x 1 Manchester United - 28 de maio de 2011
    Barcelona 3 x 1 Manchester United - 28 de maio de 2011 No Estádio de Wembley, em Londres, Barcelona e Manchester United protagonizaram o confronto final da Liga dos Campeões 2010-11. Diante de 87 mil pessoas, Pedro abriu o placar para os blaugranas e Rooney empatou para a equipe inglesa ainda no primeiro tempo. Na etapa final, Messi e David Villa garantiram o quarto título do Barcelona Divulgação
  •  Bayern de Munique 1 x 1 Chelsea - 19 de maio de 2012
    Bayern de Munique 1 x 1 Chelsea - 19 de maio de 2012 Na Allianz Arena, em Munique, Bayern e Chelsea protagonizaram uma das disputas mais acirradas da edição da Champions. Diante de aproximadamente 62 mil pessoas, Müller abriu o placar do jogo apenas aos 83 minutos e ainda foi surpreendido com gol de Drogba três minutos mais tarde. A disputa foi levada para as penalidades e os ingleses levaram a melhor com 4 acertos contra 3 do rival. Com a vitória, o Chelsea conquistou o título inédito da competição Divulgação
  •  Borussia Dortmund 1 x 2 Bayern de Munique - 25 de maio de 2013
    Borussia Dortmund 1 x 2 Bayern de Munique - 25 de maio de 2013 Na temporada de 2012-13, a final da Liga dos Campeões foi decidida entre os alemães Borussia Dortmund e Bayern de Munique. No Estádio de Wembley, em Londres, 86.288 pessoas acompanharam o triunfo dos bávaros pelo placar de 2 a 1 e a conquista do quinto título após uma campanha excepcional na competição, com direito a goleada no Barcelona pelas semifinais. No jogo, Mandžukić abriu para o Bayern e Gündoğan diminuiu para o Dortmund, que sofreu a derrota com tento de Robben, aos 44 do segundo tempo Divulgação
  •  Real Madrid 4 x 1 Atlético de Madrid - Final (2013/2014)
    Real Madrid 4 x 1 Atlético de Madrid - Final (2013/2014) Em 2014, 60 mil pessoas acompanharam a goleada por 4 a 1 que o Real Madrid aplicou sobre o também espanhol Atlético de Madrid. Apesar de Godín ter aberto o placar aos 36 minutos, os merengues surpreenderam e alcançaram a virada nos acréscimos, com gols de Sergio Ramos, Gareth Bale, Marcelo e Cristiano Ronaldo. Com o resultado, o Real conquistou sua 10ª taça da Liga dos Campeões (Foto: MIGUEL RIOPA / AFP)
  •  Juventus 1 x 3 Barcelona - 6 de junho de 2015
    Juventus 1 x 3 Barcelona - 6 de junho de 2015 No Estádio Olímpico de Berlim, o Barcelona conquistou o quinto título da Liga dos Campeões ao vencer a Juventus por 3 a 1 diante de 70.442 pessoas. Com apenas quatro minutos de bola rolando, Rakitic abriu o placar e Morata empatou no segundo tempo. Entretanto, Suárez colocou os merengues na frente novamente e Neymar, maior marcador da edição da Champions (10 gols), concluiu a vitória com gol nos acréscimos Divulgação
  •  Real Madrid 1 (5) x 1 (3) Atlético de Madrid - 28 de maio de 2016
    Real Madrid 1 (5) x 1 (3) Atlético de Madrid - 28 de maio de 2016 71 mil torcedores acompanharam a segunda final entre Real Madrid e Atlético de Madrid no período de dois anos. Bem diferente do baile que os merengues deram em 2014, a equipe sofreu diante de um Atlético bem preparado. Em Milão, Sergio Ramos abriu o placar aos 15 minutos e viu Carrasco deixar tudo igual no segundo tempo. A disputa se arrastou para as penalidades, mas o Real levou a melhor mais uma vez ao acertar todas as cobranças e faturou o 11º título do torneio Divulgação
  •  Juventus 1 x 4 Real Madrid - 3 de junho de 2017
    Juventus 1 x 4 Real Madrid - 3 de junho de 2017 No Millennium Stadium, em Cardiff (ALE), Juventus e Real Madrid se enfrentaram na final da Champions diante de cerca de 65 mil pessoas. Lewandowski abriu o placar para os alemães aos sete minutos do segundo tempo e o primeiro do Real só veio aos 31, quando CR7, artilheiro da competição na temporada, aproveitou passe de Casemiro para cabecear no fundo do gol. Na sequência, Sérgio Ramos ainda marcou um contra e nos acréscimos, o Real fechou a vitória com mais dois de Cristiano Ronaldo e um de Asensio. Na disputa, que terminou com o 12º título dos espanhóis, a polêmica expulsão de Vidal chamou a atenção Foto: AFP
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance