Vice de futebol do Internacional dispara contra a arbitragem no Brasil: 'VARgonha'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vice de futebol do Internacional dispara contra a arbitragem no Brasil: 'VARgonha'

Roberto Melo, vice-presidente do Internacional
Foto: Reprodução/Internacional
LANCE! - 06/10/2019 - 00:43
Futebol Latino
Sobrou revolta nos vestiários do Internacional após o empate contra o Cruzeiro no Mineirão. O motivo da insatisfação era o VAR, que instruiu o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães a marcar um pênalti duvidoso de Patrick em Orejuela na etapa final.

E MAIS:
Presente nos bons e maus momentos, o vice-presidente de futebol do Colorado, Roberto Melo, compareceu a sala de imprensa e esbravejou contra a tecnologia existente no Campeonato Brasileiro.



‘A realidade do futebol brasileiro, a comissão de arbitragem, dirigida pelo seu Gaciba, é uma ‘VARgonha’. O que leva um juiz da cabine do VAR, no jogo contra o Flamengo, a não chamar o juiz para pelo menos olhar o monitor no lance do Guerrero, se diz no protocolo que esses lances de pênalti é em erro grosseiro? Naquele momento era um erro grosseiro. Nesse lance, nem os jogadores do Cruzeiro sabiam o que ele estava revisando. Não havia nada a ser revisado. Nossos jogadores chegaram a dizer que tiveram vontade de sair de campo’, disparou Melo.

Em seu discurso, o dirigente relembrou o lance polêmico no jogo contra o Flamengo, que Paolo Guerreiro sofreu pênalti claro de Rodrigo Caio e a comissão de arbitragem reconheceu o erro.

‘O Inter foi um dos primeiros times a serem favoráveis ao VAR, lá em 2018, fomos minoria. Depois pedimos que o VAR começasse a acontecer, não foi possível. O VAR é para facilitar, ser melhor o futebol. Só que ele é administrado e operado por pessoas e, do jeito que as coisas estão acontecendo, estamos mudando de ideia. Ele vai acabar, vai acabar na realidade. Ele está sendo mal operado. Alguém lá em cima, mais de uma pessoa, não se sabe nem quem é, enxerga um pênalti. E o juiz vai lá e dá o pênalti. Mas eu sei porque ele dá o pênalti. O Gaciba se vangloriou, foi no nosso CT dar palestra, diz que a maioria dos lances em que é chamado o VAR, os juízes confirmam. Então, tenho certeza que os juízes estão pressionados, quando forem chamados, para confirmar o que o VAR chamou. Por isso vão constrangidos. Hoje ele estava claramente constrangido. Depois do pênalti começou a tentar ajeitar o jogo, dar umas faltas a nosso favor. Foi um absurdo. Foi um vergonha, uma VARgonha, dá uma vontade de parar. Vai acontecer de um time sair do campo. Hoje os jogadores do Inter nem vão passar na zona mista de tão revoltados que estão no vestiário’, finalizou.


Facebook Lance Twitter Lance