menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Inter leva multa pesada e escapa de exclusão por uso de documento falso

Internacional foi julgado pela 5ª Comissão Disciplinar do STJD (Foto: Igor Siqueira)
Internacional foi julgado pela 5ª Comissão Disciplinar do STJD (Foto: Igor Siqueira)
Igor Siqueira - 13/06/2017 - 19:34
Rio de Janeiro (RJ)
O Internacional foi punido pelo STJD nesta terça-feira por causa do uso de documento falso no processo envolvendo o zagueiro Victor Ramos. Mas, apesar da condenação, o cenário não foi o pior para o Colorado, já que a hipótese de exclusão da Série B foi afastada. A decisão da 5ª Comissão Disciplinar foi pela aplicação de uma multa de R$ 720 mil.

Como o julgamento foi em primeira instância, cabe recurso tanto do clube quanto da procuradoria do Tribunal. 

O ex-presidente do Inter, Vitorio Piffero, também foi condenado, já que comandava o clube por ocasião da junção do documento no processo. A punição foi uma suspensão acumulada de 555 dias, já que foi enquadrado em dois artigos distintos (234 e 258) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. 

O julgamento foi longo, durando pouco mais de 4 horas.  O Colorado comprovadamente não foi o autor das mudanças nos e-mails vazados do diretor de registro da CBF, Reynaldo Buzzoni, e do funcionário da CBF, Bernardo Zalan. Só que foi considerado responsável por não chegar a veracidade do conteúdo entregue ao STJD. 

O Inter até bateu na tecla que as alterações na reprodução dos e-mails não foram significativas. Antes disso, tentou refutar a denúncia, citando que o inquérito levou muito mais tempo do que o previsto pelo Código (110 dias e não os 60 dias). O clube ainda reforçou argumentações baseadas em pareceres entregues durante a condução do inquérito. Mas não houve sucesso.

- Os laudos ratificam a viabilidade da denúncia apresentada. O cuidado do Internacional deveria ser redobrado diante do recebimento do e-mail. O uso de documento falso ocorreu. As mudanças, no entendimento deste relator, foram significativas. O Internacional buscou um caminho contrário a sua história. Mas não posso acolher o pedido de excluir o Internacional da Série B - afirmou o relator do caso, o auditor José Nascimento, ao proferir o voto pela aplicação de multa ao clube.

Vice jurídico colorado, Gustavo Juchem não escondeu a insatisfação com a decisão, por entender que foi descabida.

- Vamos analisar com a gestão do clube essa decisão. A discussão inicial que girava  em torno de ter havido uma falsificação por parte do Internacional virou agora uma discussão sobre eventual falta de cautela do clube, o que é uma grande diferença. Nesse sentido, é um grande avanço. No entanto, continuamos entendendo que não houve falta de cautela e, por isso, não houve infração que justificasse qualquer tipo de punição - disse o diretor colorado, ressaltando que um possível recurso será analisado internamente.

SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance