Vitória premia insistência do Botafogo, que se estabelece como melhor carioca no BR-19
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Vitória premia insistência do Botafogo, que se estabelece como melhor carioca no BR-19

CSA x Botafogo
Jogadores comemoram gol de Cícero no Estádio Rei Pelé (Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Eleven)
LANCE! - 09/06/2019 - 21:36
Rio de Janeiro (RJ)
O Botafogo conquistou um importante triunfo na noite deste domingo contra o CSA, no Rei Pelé, em Maceió. Com gols de Cícero e Alex Santana, o time chegou à primeira vitória fora do Rio de Janeiro no Brasileirão: 2 a 1. O jogo contra o Grêmio, na quarta-feira, às 19h15, no Nilton Santos, pode servir para ratificar definitivamente a virada de rumo que o Glorioso deu sob o comando de Eduardo Barroca.

Ao CSA, por sua vez, o gol do Botafogo no final da partida foi um anti-clímax. Pela primeira vez dentro de seus domínios, o time treinado por Marcelo Cabo foi derrotado. Na quarta-feira, vai a Brasília, no Mané Garrincha, enfrentar o Flamengo, às 21h30.

NA RAÇA


CSA x Botafogo
Gols de Cícero e Alex Santana deram a suada vitória ao Botafogo em Maceió (Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Eleven)
O Botafogo não teve boa atuação durante os 90 minutos, mas buscou a virada até o último instante. A raça falou mais que a técnica, é verdade, mas os três pontos podem servir para o time emplacar uma boa e regular série de resultados no Brasileirão. Além disso, a primeira vitória fora do Rio de Janeiro estabelece o time como o melhor carioca na competição, na quarta posição, com 15 pontos. Fora de casa, agora, só depois da Copa América: enfrenta o Cruzeiro, no dia 10 de julho, no Mineirão.

O SEGREDO ESTÁ NO LADO ESQUERDO


CSA x Botafogo
Luiz Fernando em ação contra o CSA (Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Eleven)
O lado esquerdo do Botafogo teve notável atuação na noite deste domingo. Com os avanços de Gilson, as finalizações de Alex Santana e a agressividade de Luis Fernando, o Alvinegro construiu suas principais jogadas por aquele setor. O lado contrário, dessa vez, não teve em Erik uma fonte de inspiração. Foi pela direita, inclusive, que o time sofreu o gol do CSA, marcado por Carlinhos.

MÁ FASE DE JOÃO PAULO

Botafogo x Juventude - João Paulo
João Paulo não vive bom momento com a camisa do Botafogo (Foto: Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
O volante não vive bom momento há algum tempo. Lento, tem errado em demasia e não consegue dar sequência às jogadas como outrora. Depois de uma ótima temporada em 2017, a grave lesão em 2018 tem tido consequência no seu frustrante ano de 2019.  Foi substituído no segundo tempo para a entrada de Lucas Campo e não deixou saudades.


DEMORA PRA FAZER SUBSTITUIÇÃO


Botafogo x Palmeiras Barroca
Barroca mexeu somente aos 25 minutos do segundo tempo (Osvaldo Lima/Photo Premium/Lancepress!)
Por mais um jogo, Eduardo Barroca tardou em mexer no time. Depois do primeiro tempo ruim, o Botafogo voltou à segunda etapa sem apresentar novidades. Depois do gol que sofreu, o treinador ainda aguardou pouco menos de dez minutos para ver se esperava uma evolução do seu 11 inicial. Aos 25 minutos, não teve jeito: duas mudanças - Lucas Campo e Rodrigo Pimpão nos lugares de João Paulo e Luis Fernando, respectivamente. O Glorioso melhorou consideravelmente.

DEFESAS IMPORTANTES DE DIEGO CAVALIERI

CSA x Botafogo - Diego Cavallieri
Diego Cavalieri teve atuação destacável contra o CSA (Foto: Pei Fon/ Raw Image)
Se o Botafogo venceu foi muito, também, por causa de Diego Cavalieri, que fez ao menos três defesas importantíssimas e de alta dificuldade. O goleiro, que fez sua primeira partida sob o comando de Barroca, substituiu à altura o titular Gatito Fernández, que está com a delegação do Paraguai para a Copa América. Sem sombra de dúvidas, o Glorioso está bem servido para a posição.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance