Saiba o que esperar da estreia do São Paulo em sua 19ª Libertadores
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Saiba o que esperar da estreia do São Paulo em sua 19ª Libertadores

Hernanes e Nenê
Hernanes e Nenê deverão ser os responsáveis pela armação do Tricolor - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Fellipe Lucena - 06/02/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
O São Paulo iniciará nesta quarta-feira, às 21h30, em Córdoba, a sua 19ª participação em Copas Libertadores. O adversário será o Talleres (ARG), clube que tem como ídolo o volante Guiñazu, velho conhecido dos brasileiros.

Saiba o que esperar do Tricolor, do adversário e do estádio Mario Alberto Kempes, palco da partida. A volta será no Morumbi, quarta-feira que vem.

E MAIS:
Se quiser ser tetracampeão, o São Paulo precisará superar 18 partidas, mais do que em qualquer outra edição que já tenha disputado. Isso porque, se eliminar o Talleres (ARG), ainda terá um mata-mata contra Palestino (CHI) ou Independiente Medellín (COL) antes de chegar ao Grupo A, com River Plate (ARG), Alianza Lima (PER) e Internacional.

UM TRICOLOR 'VETERANO'

Hernanes
Hernanes é o capitão do São Paulo (Foto: Divulgação/São Paulo)
O São Paulo deve ir a campo com Tiago Volpi, Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Hernanes; Nenê, Everton e Pablo.

É uma das equipes mais experientes que André Jardine poderia escalar para esta partida. O mais novo é Pablo, que está com 26 anos, e o mais velho é Nenê, com 37. A média de idade da equipe é superior aos 29 anos.

Helinho, 18 anos, foi titular na maioria das partidas da temporada e poderia rejuvenescer o Tricolor, mas não agradou no teste mais pesado de 2019, o clássico contra o Santos, e deve ficar no banco. Já Liziero, 20 anos, seria titular na vaga de Jucilei ou Hudson se estivesse bem fisicamente, mas torceu o tornozelo direito e nem viajou.

GUIÑAZU E MAIS DEZ

Talleres (ARG)
Guiñazu é ídolo do Talleres - FOTO: Divulgação
Nenhum atleta do São Paulo é mais experiente do que Pablo Guiñazu, 40 anos. Foi um gol dele, aos 49 minutos do segundo tempo de um jogo contra o All Boys, em junho de 2016, que garantiu a vitória por 2 a 1 de virada que deu ao Talleres o título da segunda divisão nacional e o devolveu à elite após 12 anos. Guiñazu não marcava um gol havia sete temporadas e não voltou a marcar depois daquele dia...

O Talleres foi 15º colocado no Campeonato Argentino 2016/2017, seu primeiro após o acesso, e surpreendeu o país com o quinto lugar na edição 2017/2018. Foi esse desempenho que credenciou o clube a disputar a fase prévia da Libertadores em 2019. Na atual temporada argentina, que já teve 17 rodadas disputadas, o desempenho é tímido: 12º lugar.

O provável Talleres tem Herrera, Godoy, Tenaglia, Komar e Bersano; Pochettino, Cubas, Guiñazú e Ramírez; Palacios e Dayro Moreno.

O atacante Dayro Moreno é outro veterano: tem 33 anos e foi campeão da Libertadores em 2004 com o Once Caldas (COL). Ele participou do jogo de volta da semifinal contra o São Paulo, vencido por 2 a 1 pela equipe de Manizales. Recém-chegado ao Talleres, fez duas partidas até agora.

O técnico Juan Vojvoda, 43 anos, dirige a equipe desde maio do ano passado, quando deixou o Defensa y Justicia (ARG). 

CASA CHEIA

Estádio Mario Kempes
Estádio Mario Kempes, em Córdoba - FOTO: Divulgação
O estádio Mario Alberto Kempes, propriedade do Governo de Córdoba, tem capacidade pouco superior a 50 mil pessoas. Mais de 30 mil ingressos foram vendidos antecipadamente e a expectativa é de que a lotação seja quase total.

Os são-paulinos ficarão em um espaço no anel superior destinado a pouco mais de 2 mil pessoas. Os ingressos para os brasileiros serão vendidos fora do raio de segurança que cercará o estádio.

Facebook Lance Twitter Lance