Rumo a Santiago: o raio x das semifinais da Libertadores
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Rumo a Santiago: o raio x das semifinais da Libertadores

Montagem - Flamengo, Grêmio, Boca e River
Flamengo, Grêmio, Boca e River farão as semifinais da Libertadores (Foto: Divulgação)
LANCE! - 30/08/2019 - 11:44
São Paulo (SP)
A Libertadores chega ás semifinais com duelos totalmente imprevisíveis. De um lado, o super clássico argentino envolvendo Boca Juniors e River Plate. Na outra chave, Flamengo e Grêmio se encaram para definir quem vai para Santiago, no Chile, palco da final da competição dia 23 de novembro. 

O LANCE! faz um raio x da semis da Libertadores. Os destaques, retrospectos, campanhas, números e datas dos confrontos que prometem entrar para a história da maior competição das Américas. 

Fla aposta na dupla de ataque e Grêmio no conjunto 

Internacional x Flamengo
Gabigol vem se destacando no Fla (Foto:LIAMARA POLLI/Lancepress!)
Os quatro clubes envolvidos nas semifinais têm seus destaques na campanha da Libertadores. O Flamengo aposta na dupla de ataque Gabigol e Bruno Henrique, que juntos são responsáveis por mais de 60% dos gols da equipe na competição. O primeiro é artilheiro da Libertadores, com cinco gols marcados na campanha do Mengo. 

No Grêmio, a aposta é no coletivo do grupo. Com um conjunto forte e um sistema tático bem montado, o time do técnico Renato Gaúcho, o treinador mais vitorioso da Liberta, mostrou durante a campanha que sabe sair de situações difíceis. Everton Cebolinha, destaque do Brasil na conquista da Copa América, é a esperança de gols dos gaúchos. 

Ábila x De La Cruz: superclássico argentino tem seus destaques

Cerro Porteño x River Plate - De La Cruz comemora seu gol
De La Cruz é o destaque do River (Foto:AFP)
O super clássico argentino entre Boca Juniors e River Plate promete esquentar as semifinais da Libertadores. Do lado xeneize, a aposta está nos pés do atacante Ábila, que já marcou três gols no torneio intercontinental e comanda o ataque dos argentinos. O meia italiano De Rossi, campeão da Copa do Mundo de 2006, é a voz da experiência no elenco. 

No River Plate, atual campeão, o meia uruguaio De La Cruz vem sendo o principal jogador dos Millionarios. Irmão de Carlos Sánchez, jogador do Santos, o camisa 11 marcou três gols e deu uma assistência em nove partidas. Além disso, bateu o pênalti decisivo que eliminou o Cruzeiro nas oitavas de final.

Datas dos confrontos

Trofeu Libertadores (Foto: Juan Mabromata/ AFP)
Confrontos serão em setembro  (Foto: Juan Mabromata/ AFP)
A Conmebol, Confederação Sul-Americana de Futebol, definiu as datas dos confrontos na noite desta quinta-feira. O confronto que abre as semifinais é entre River Plate e Boca Juniors. O primeiro jogo acontece na terça-feira (1/10), às 21h30, no Monumental de Nuñez. Já a volta irá acontecer também na terça-feira (22/10), às 21h30, na Bombonera.

Já o duelo brasileiro entre Grêmio e Flamengo irá ocorrer às quartas-feiras. A primeira partida acontece dia 02/10, às 21h30, na Arena Grêmio. A partida de volta, no Maracanã, será dia 23/10, também às 21h30.

Boca Juniors tem a melhor campanha entre os semifinalistas 

Boca Juniors x Athletico-PR
Boca tem a melhor campanha entre os semifinalistas (Foto:AFP)
O Boca tem a melhor campanha entre os semifinalistas da Libertadores desta temporada. Os Xeneizes conquistaram 11 pontos na fase de grupos, com três vitórias, dois empates e somente uma derrota. No mata-mata, o clube não perdeu. Ganhou os dois jogos contra o Athletico-PR, e eliminou a LDU (EQU), vencendo a primeira partida por 3 a 0 na altitude e empatando a volta na Bombonera por 0 a 0. Nos quatro jogos, os Xeneizes não levaram gols. 

O River Plate passou em segundo no Grupo A, com dez pontos ganhos. Nas oitavas de final, contra o Cruzeiro, empatou por 0 a 0 as duas partidas e se classificou nas penalidades, vencendo por 4 a 2 em pleno Mineirão. Na semi, venceu os paraguaios do Cerro Portenho por 2 a 0 na ida e empatou em 1 a 1 na volta, chegando á semifinal. 


Campanhas de Flamengo e Grêmio são parecidas 

Palmeiras x Grêmio
Cebolinha é esperança do Grêmio (Foto:NELSON ALMEIDA / AFP)
Entre os brasileiros que estão na semi, as campanhas são parecidas. O Flamengo se classificou na liderança do grupo D, com 10 pontos. Nas oitavas, depois de perder para o Emelec (EQU) por 2 a 0 fora de casa, na ida, o clube devolveu o placar na volta e se classificou nas pênaltis, ganhando por 4 a 2. O duelo brasileiro diante do Internacional foi mais tranquilo. O Fla venceu a primeira no Maracanã por 2 a 0, e empatou no Sul pelo placar de 1 a 1.

O Grêmio passou em segundo no grupo H, com 10 pontos. Nas oitavas, venceu as duas partidas contra os paraguaios do Libertad: 2 a 0 na Arena e 3 a 0 fora de casa. As quartas de final diante do Palmeiras foram de superação. O Tricolor perdeu a primeira, em casa, por 1 a 0. No volta, no Pacaembu, os comandados de Renato Gaúcho começaram perdendo, mas viraram para 2 a 1 e se classificaram para a próxima fase.

Boca é o maior vencedor dos semifinalistas

Boca Juniors - 2007 Final
Xeneizes são os maiores vencedores entre os semifinalistas (Foto:EFE)
Entre os semifinalistas, o Boca Juniors é o maior vencedor da Libertadores com seis títulos. Os Xeneizes venceram em 1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007, com quatro conquistas no século. O seu rival, River Plate, é o atual campeão da competição, ganhando justamente do Boca na edição passada. Os Millionarios possuem quatro títulos da Liberta, em 1986, 1996, 2015 e 2018.

O Grêmio está no grupo dos brasileiros que mais venceram a Libertadores. O clube gaúcho tem três conquistas: 1983, 1995 e 2017, quando venceu o Lanús, da Argentina. Já o Flamengo busca o bicampeonato. O Mengo venceu a competição continental em 1981, com o time de Zico. Os cariocas chegam ás semifinais depois de 35 anos. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance