Nenhuma virada: veja as partidas em que Palmeiras saiu atrás com Felipão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Nenhuma virada: veja as partidas em que Palmeiras saiu atrás com Felipão

Palmeiras x Corinthians PAULISTA 2019
Felipão não venceu nenhum jogo em que saiu atrás no placar nesta passagem (Gil Guzzo/Ofotografico/Lancepress!)
William Correia - 05/02/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
Desde que voltou ao Palmeiras, no fim de julho, Luiz Felipe Scolari conseguiu o título brasileiro e chegar às semifinais de Libertadores e Copa do Brasil, além de estar liderando seu grupo no Campeonato Paulista. Mas ainda falta algo ao técnico: virar um jogo. Com ele, sempre que o time sai atrás no placar, alcança, no máximo, um empate.

A última vez que o Verdão pagou caro por começar uma partida sofrendo gol ocorreu no sábado, na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista. E foi exatamente por não conseguir viradas que o clube acabou caindo na Copa do Brasil e na Libertadores.

O LANCE! relembra abaixo as nove vezes em que a equipe precisou da virada, mas não conseguiu, com Felipão no comando.

30/8/2018 - Palmeiras 0 x 1 Cerro Porteño - Libertadores

Palmeiras x Cerro
Felipe Melo foi expulso e o time perdeu a primeira com Felipão (AFP)
O time nem tinha sofrido gol nos primeiros sete jogos com Scolari e jogava com a vantagem de ter vencido a ida das oitavas de final da Libertadores, no Paraguai, por 2 a 0. Mas, no Allianz Parque, Felipe Melo foi expulso por entrada dura aos três minutos de partida e o Palmeiras levou gol no começo do segundo tempo. A derrota por 1 a 0, a primeira desta passagem de Felipão, ainda teve Deyverson recebendo cartão vermelho no fim, mas não eliminou o clube da competição continental.

12/9/2018 - Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro - Copa do Brasil

Palmeiras x Cruzeiro
Barcos marcou gol no início do jogo (Maurício Rummens/Fotoarena)
Com cinco minutos de jogo, um rápido contra-ataque do Cruzeiro culminou no gol de Barcos, na ida das semifinais da Copa do Brasil. O Palmeiras passou a partida toda, no Allianz Parque, pressionando e até chegou empatar, em gol anulado de Antônio Carlos pela marcação de uma polêmica falta no goleiro Fábio. Segunda derrota com Felipão.

16/9/2018 - Bahia 1 x 1 Palmeiras - Brasileiro

Bahia x Palmeiras
Gilberto abriu o placar e o Verdão empatou (Felipe Oliveira/EC Bahia)
Felipão, cumprindo suspensão, não estava no banco. E foi sob o comando do auxiliar Paulo Turra que o Palmeiras, pela primeira vez, não perdeu ao sair atrás do placar. Com 18 minutos de partida, na Fonte Nova, em Salvador, Gilberto colocou o Bahia na frente, e Felipe Melo empatou com cabeçada certeira, aos 33 minutos do segundo tempo.

26/9/2018 - Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras - Copa do Brasil

Cruzeiro x Palmeiras
Barcos, de novo, fez o Palmeiras sair atrás no placar (Fernando Michel)
Neste caso, não conseguir a virada gerou a eliminação da Copa do Brasil. Como na ida das semifinais, no Allianz Parque, Barcos colocou o Cruzeiro na frente, aos 27 minutos do primeiro tempo, complicando a missão palmeirense, que já tinha de reverter a derrota por 1 a 0 em casa. Aos cinco minutos do segundo tempo no Mineirão, Felipe Melo igualou. Insuficiente para seguir no torneio.

plac
eholder
24/10/2018 - Boca Juniors 2 x 0 Palmeiras - Libertadores

Boca x Palmeiras
Benedetto marcou dois gols sobre o Palmeiras na Bombonera (AFP)
Provavelmente, a derrota mais doída da atual era Felipão. Pela ida das semifinais da Libertadores, o Palmeiras parecia controlar o Boca Juniors na Bombonera e segurava um 0 a 0 vantajoso. Até que Darío Benedetto saiu do banco para mudar a partida, fazendo dois gols, aos 38 e aos 43 minutos do segundo tempo. Nem havia mais tempo ou forças para o Verdão mudar o placar de 2 a 0 a favor do time da Argentina, em Buenos Aires.

31/10/2018 - Palmeiras 2 x 2 Boca Juniors - Libertadores

Palmeiras x Boca
Ábila abriu o placar e complicou de vez para o Verdão no Allianz (AFP)
Pela primeira vez com Scolari, o Palmeiras até conseguiu uma virada, mas não a manteve. Era necessário reverter a derrota por 2 a 0 e Bruno Henrique chegou a abrir o placar, mas toda a euforia no Allianz Parque se desfez com a anulação com auxílio do árbitro de vídeo. Para piorar, Ábila fez 1 a 0 para o Boca Juniors, aos 18 minutos. No segundo tempo, com gols de Luan e Gustavo Gómez, de pênalti, o Verdão chegou a ficar à frente, mas Benedetto deixou tudo igual, classificando a equipe argentina para a final da Libertadores.

11/11/2018 - Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras - Brasileiro

Atlético-MG x Palmeiras - Elias
Elias colocou o Atlético-MG na frente (João Guilherme/Raw Image)
Na reta final do Campeonato Brasileiro, ainda perseguido de perto por concorrentes na liderança, o Palmeiras visitou o Atlético-MG e teve uma dura partida no Independência. Elias colocou o time mandante na frente, em Belo Horizonte, aos 19 minutos do segundo tempo. Treze minutos depois, Bruno Henrique converteu pênalti que evitou a derrota.

18/11/2018 - Paraná 1 x 1 Palmeiras - Brasileiro

Parana x Palmeiras
Time de Dudu saiu atrás contra time rebaixado (Reprodução/Premiere)
Contra um time já rebaixado, jogando em Londrina, com o estádio cheio de palmeirenses, e na contagem regressiva para confirmar o título brasileiro, o Verdão não só saiu atrás no placar como não alcançou a virada. Em partida claramente atrapalhada por um temporal com ventania, o Paraná fez 1 a 0 com Keslley, aos 35 minutos do primeiro tempo. A derrota foi evitada graças a pênalti convertido por Gustavo Scarpa, aos nove da etapa final. Ao menos, o clube estabeleceu nesta partida um novo recorde de invencibilidade no Campeonato Brasileiro disputado por pontos corridos: 20 jogos, que chegariam a 23 até o final da competição.

2/2/2019 - Palmeiras 0 x 1 Corinthians - Paulista

Palmeiras x Corinthians
Danilo Avelar fez o único gol do Dérbi (Ricardo Moreira/Fotoarena)
No último sábado, pela primeira vez na temporada, o Palmeiras saiu atrás no placar. E acabou perdendo o clássico. Danilo Avelar aproveitou rebote aos oito minutos do primeiro tempo e definiu a vitória por 1 a 0 do Corinthians, no Allianz Parque. O Verdão de Scolari cruzou diversas vezes na área do arquirrival e ganhou a maioria das disputas pelo alto, mas não conseguiu cabecear nenhuma bola na direção certa. Amargou a derrota no Dérbi.

Facebook Lance Twitter Lance