Os 5 destaques da magra vitória do Botafogo sobre o Fortaleza, no Niltão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Os 5 destaques da magra vitória do Botafogo sobre o Fortaleza, no Niltão

Botafogo x Fortaleza Alex Santana
Alex Santana foi o autor do gol da vitória alvinegra (Foto: Alexandre Loureiro/Eleven/Lancepress!)
Lazlo Dalfovo - 05/05/2019 - 18:45
Rio de Janeiro (RJ)
O Botafogo voltou a jogar em casa no Campeonato Brasileiro, pela segunda vez consecutiva. Assim como se deu contra o Bahia, o time de Eduardo Barroca fez o dever de casa e conquistou os três pontos, no Nilton Santos. O jogo deste domingo contou com gol de Alex Santana, na magra vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, de Rogério Ceni, para um público na casa dos 13 mil torcedores. 

Agora, o Alvinegro chega a seis pontos em nove possíveis e já mira o Fluminense, no próximo sábado. A respeito do confronto sobre o Leão, o LANCE! destaca cinco fatores relevantes durante os 90 minutos da partida. Veja:

RODAGEM PARA O SETOR OFENSIVO

Botafogo x Fortaleza
Na frente, Erik se destacou enquanto teve fôlego (Foto: Magalhães Jr/PhotoPress/Lancepress!)
O Botafogo repetiu o sistema ofensivo que conquistou a vitória diante do Bahia, no mesmo Nilton Santos, na última quinta. A ideia de Barroca foi dar rodagem ao sistema e fazer com que as peças se encaixassem por um time mais efetivo e que saiba potencializar a posse de bola. 

O técnico alvinegro montou o time com Bochecha e Cícero responsáveis pela saída da bola, João Paulo mais à frente e,, se aproximando da referência Diego Souza e Gilson, no apoio, enquanto Rodrigo Pimpão e Erik iniciaram abertos. Enquanto a equipe teve fôlego e constância, boas ações foram construídas. 

(BOA) ESTREIA DE FERNANDO

Fernando - Botafogo
Fernando estreou pelos profissionais (Foto: Reprodução / Twitter BFR)
Com a sequência de partidas, Eduardo Barroca optou por deixar Marcinho, muito contestado pela torcida ultimamente, no banco de reservas. Assim, deu a inédita oportunidade a Fernando Costanza, também da base alvinegra e ainda mais jovem do que o concorrente (20 anos).

Fernando estava emprestado ao Lille e foi chamado pelo então técnico Zé Ricardo para retornar ao clube e compor o desfalcado setor. Na chance deste domingo, o defensor foi seguro, participou bem do apoio, embora não tenha tido liberdade na linha de fundo, e saiu aplaudido, desgastado, no início do segundo tempo. Mostrou que pode colaborar quando acionado novamente.

ERIK EM SUA MELHOR VERSÃO

Botafogo x Fortaleza
As arrancadas de Erik foram uma atração à parte (Foto: Alexandre Loureiro/Eleven/Lancepress!)
Artilheiro do Botafogo nesta temporada, Erik deu muito trabalho à defesa tricolor. No seu melhor estilo, construiu a principal jogada da etapa inicial, quando arrancou da direita, deu uma caneta e foi parar na frente do gol; Felipe Alves defendeu e evitou o que seria um golaço do camisa 11.

Erik ainda esteve perto de ir à rede, só que de uma maneira que estamos pouco habituados: ganhando de cabeça, pelo alto, quando também parou em mais uma linda defesa de Felipe. No segundo tempo, novamente com outra colaboração de Diego, ocorreu o mesmo - no rebote, Alex Santana guardou.

ALEX SANTANA RATIFICA O SEU VALOR

Botafogo x Fortaleza
Alex marcou o seu 6º gol no ano (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
O segundo tempo era moroso e de pouca efetividade dos dois lados. Barroca, com isso, abriu mão da cadência (ao tirar Bochecha) e chamou Alex Santana, que contribui mais para a transição ofensiva, finalização de fora e infiltração na área. E o camisa 16, de cara, mostrou a que veio. 

Na casa dos 25 minutos da etapa final, Alex Santana aproveitou o rebote de Felipe Alves, que realizara outra grande defesa, e abriu o placar no Nilton Santos. Certamente, a sua entrada como protagonista faz Barroca coçar a cabeça para o próximo jogo, já que o meio-campista era o titular do time até sofrer uma lesão muscular. Veremos o que fará o comandante. 

DEFESA NÃO É VAZADA

Botafogo x Fortaleza
Defesa evoluiu: méritos de Barroca (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Ao LANCE!, em entrevista publicada neste domingo, Carli respondeu um questionamento que a nossa reportagem fez a respeito do Botafogo: por que o time de Barroca havia levado quatro gols em dois jogos? O capitão alertou para falhas coletivas, naturais neste início de trabalho, e assegurou que já haveria evolução neste domingo, diante do Fortaleza. 

De fato, o sistema defensivo do Glorioso apresentou uma melhora considerável, tanto que não ficou exposto e segurou a velocidade do ataque rival. O destaque ficou por conta de Gabriel, que venceu praticamente todos os duelos individuais. Desta vez, vitória pelo placar mínimo, pouco volume, sem sofrer muitos sustos e sem ser vazado. O saldo da tarde foi positivo. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance