Dando o que falar: as polêmicas do VAR nesta rodada do Brasileirão
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Dando o que falar: as polêmicas do VAR nesta rodada do Brasileirão

Montagem - Gabigol, Dudu, Reinaldo e Parede
Jogos de Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Internacional tiveram polêmicas com VAR (Foto:Montagem LANCE!)
LANCE! - 29/07/2019 - 14:36
São Paulo (SP)
Enganou-se quem achava que a utilização do VAR iria acabar com as polêmicas no futebol brasileiro. Nesta rodada do Brasileirão, o árbitro de vídeo chamou a atenção em diversos jogos da rodada, seja em marcação de pênaltis, expulsão de jogadores e outras polêmicas. 

O LANCE! mostra as contestações do VAR nesta rodada do Brasileiro, que causaram muito debate entre jogadores e torcedores dos clubes envolvidos. 

Flamengo x Botafogo 

Flamengo x Botafogo
Flamengo venceu o Bota em jogo polêmico (Foto:Alexandre Vidal)
O clássico carioca teve muita polêmica no VAR. Os botafoguenses reclamam da não expulsão do lateral-direito Rafinha, que deu um carrinho por trás em Luiz Fernando, do volante Cuellar, por uma entrada dura em Marcinho e do atacante Gabigol, que tirou a bandeirinha de escanteio na reclamação. Se não bastasse, o artilheiro do campeonato ainda marcou o gol de empate do Fla. 

A falta de expulsões não foi a única reclamação do Glorioso. O Botafogo contesta um toque de mão do lateral Trauco dentro da área, mas o VAR não foi acionado. Já o Flamengo queixa-se de uma falta de Joel Carli em Bruno Henrique, em lance que gerou o gol de Cícero, que abriu o placar para o rival. 

Palmeiras x Vasco

Palmeiras x Vasco
Palmeiras empatou o jogo com auxílio do VAR (Foto:Reprodução)
Na partida entre Palmeiras x Vasco no Allianz Parque, o VAR apareceu novamente. O clube carioca vencia por 1 a 0, quando Arthur Cabral chutou e a bola bateu no braço de Henríquez. Após consulta ao árbitro de vídeo, o juiz marcou a penalidade, que Gustavo Scarpa converteu e empatou a partida, que acabou sendo o resultado final. 

No segundo tempo, foi a vez do Vasco pedir pênalti. Em cobrança de escanteio, a bola bateu no braço de Edu Dracena, o que gerou reclamações dos atletas vascaínos. No entanto, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro optou por não utilizar o VAR, e mandou o jogo seguir. 

Fluminense x São Paulo

Fluminense x São Paulo
São Paulo teve pênalti assinalado pelo VAR (Foto:Rubens Chiri)
Outro clube carioca reclama da utilização do VAR. O Fluminense enfrentou o São Paulo no Maracanã, na noite de sábado, e perdeu por 2 a 1. O jogo estava empatado com grandes chances para ambos os lados quando o árbitro de vídeo entrou em ação. 

Aos 48 minutos do segundo tempo, o VAR chamou o árbitro Anderson Daronco por mão de Allan dentro da grande área. O juiz acabou marcando o pênalti, que Reinaldo converteu. Reclamação por parte dos cariocas e alegria dos paulistas. 

Internacional x Ceará

Internacional x Ceará
VAR anulou o segundo gol do Inter contra o Ceará (Foto: Max Peixoto)
O Internacional venceu o Ceará por 1 a 0, no Beira-Rio e se manteve no G6 do Campeonato Brasileiro. Porém, a vantagem do Colorado no placar poderia ter sido melhor se não fosse o VAR.  

O jogo já estava nos acréscimos do segundo tempo quando Guilherme Parede arrancou, ganhou de dois marcadores após lançamento longo de Natanael e fez o gol na saída de Diogo Silva. Só que, antes de a bola chegar no atacante, Rithely tocou no passe, o que deixou o atacante em impedimento. O lance acabou sendo invalidado pelo árbitro de vídeo. 

Facebook Lance Twitter Lance