menu button lance
lancelogo lancelogo lance
TEMPO
REAL

Com dez em campo por mais de um tempo, Furacão derrota o Galo

  •  Atlético-MG x Atlético-PR
    Atlético-MG 0 x 1 Atlético-PR Thomas Santos/AGIF
  •  Atlético-MG x Atlético-PR
    Atlético-MG 0 x 1 Atlético-PR Thomas Santos/AGIF
  •  Atlético-MG x Atlético-PR
    Atlético-MG 0 x 1 Atlético-PR Thomas Santos/AGIF
  •  Atlético-MG x Atlético-PR
    Atlético-MG 0 x 1 Atlético-PR Thomas Santos/AGIF
Daniel Piva - 14/06/2017 - 21:28
Curitiba (PR)
Mesmo jogando com um homem a menos desde os 40 minutos do primeiro tempo, o Atlético-PR venceu o Galo por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no Estádio Independência. A partida foi marcada por polêmicas da arbitragem e muita pressão dos donos da casa.

O Atlético-PR começou o jogo surpreendendo e conseguindo levar perigo contra  a meta do goleiro Victor. Aos dois minutos, Yago bateu de fora da área e assustou. Já aos seis, após uma jogada pela esquerda, Grafite balançou a rede, mas foi marcado impedimento - inexistente - do ataque atleticano.


A partir daí, o Galo cresceu e passou a mandar no jogo. Aos 12 e aos 19, o goleiro Santos salvou o Furacão, em uma chute de Elias e em uma cabeçada de Leonardo Silva. Aos 24, Rafael Moura acertou o poste e no rebote Robinho marcou, mas o lance foi corretamente anulado. Já aos 35, Robinho perdeu uma chance incrível, dentro da pequena área.

Para piorar a situação do clube paranaense, o meia Lucho González foi expulso de campo aos 35 minutos. Apesar de ter ficado com uma posição completamente defensiva, o Atlético-PR não tomou mais sustos na reta final do primeiro tempo.

Na etapa final, o Atlético-PR voltou com uma postura mais defensiva ainda. O técnico Eduardo Baptista sacou Rossetto e Yago e colocou Deivid e Coutinho. O comportamento defensivo deu certo, já que, embora tenha sido dominado, o time não tomou sustos.

Assim, a primeira chance perigosa só aconteceu aos 16 minutos. E foi do time paranaense, que com uma cobrança de escanteio acertou a trave com Deivid, de cabeça - a bola bateu no chão e foi na mão do goleiro Victor. No lance seguinte, o Galo marcou com Rafael Moura, mas a arbitragem invalidou a jogada com um impedimento inexistente.

O Galo tentou pressionar ainda mais, mas era inoperante. Além da ineficiência ofensiva, o time deu bobeira e, após um erro de Felipe Santana, a bola sobrou para Sidcley abrir o placar para o Atlético-PR.

Com o resultado, o Atlético-PR venceu a primeira partida na Série A, mas não deixou a última colocação. Já o Atlético-MG entrou na zona de rebaixamento da competição após um novo revés.

ATLÉTICO-MG 0 X 1 ATLÉTICO-PR

Data/hora: 14/06/2017
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Cartões amarelos: Lucho, Jonathan, Deivid e Nicolas (CAP); Leonardo Silva e Alex Silva (CAM)
Cartão vermelho: Lucho González, aos 40`1ºT
Público e renda: 19.923 pagantes / R$ 470.175,00
Gols: Sidcley, 44'/2°T (0-1).

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Felipe Santana e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias (Elder, 33`2ºT), Robinho, Valdívia (Otero, 10'/2°T) e Marlone; Rafael Moura. Técnico: Roger Machado.

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rosseto (Deivid, intervalo), Lucho González, Nikão (Nicolas, 33`/2ºT), Yago (Coutinho, intervalo); Grafite. Técnico: Eduardo Baptista.


E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Facebook Lance Twitter Lance