Grêmio abre três gols de vantagem, mas Flu vira e vence jogo histórico
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Grêmio abre três gols de vantagem, mas Flu vira e vence jogo histórico

Grêmio x Fluminense
Flu venceu Grêmio de forma heroica (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Fernanda Teixeira - 05/05/2019 - 21:10
Porto Alegre (RS)
Heroicos! Assim podem ser classificados o primeiros três pontos do Fluminense no Campeonato Brasileiro, que fez jus ao apelido de Time de Guerreiros, neste domingo, em Porto Alegre. Depois de estar perdendo por 3 a 0, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz foi buscar a virada sobre o Grêmio, cedeu o empate e voltou a ficar à frente no placar, para vencer por 5 a 4, em uma partida eletrizante pela terceira rodada do torneio nacional. André, Everton, Jean Pyerre e Kannemann marcaram para o time gaúcho, e Yony González, duas vezes, Luciano, Matheus Ferraz e Pedro, para o Tricolor das Laranjeiras.

O Tricolor Gaúcho vai brigar pela classificação na última rodada da fase de grupos da Libertadores, na quarta, quando recebe o Universidad Católica (CHI) em busca de um empate. Pelo Brasileirão, enfrenta o Corinthians, no sábado em São Paulo. Já o Flu faz o Clássico Vovô com o Botafogo, no Maracanã, também no sábado.

Sem tempo de sujar o uniforme
A partida havia acabado de começar e os torcedores ainda se acomodavam na Arena, quando Grêmio abriu o placar, aos 5 minutos de bola rolando. Jean Pyerre acionou Cortez, que cruzou para André estufar as redes, de carrinho. O lance passou pela análise do árbitro de vídeo, que descartou o impedimento apontado pelo bandeirinha.



Massacre gremista
O Fluminense parece ter sentido o gol no início, que desmontou qualquer estratégia pensada por Fernando Diniz. O Grêmio girava a bola de pé em pé, diante um adversário cabisbaixo e com jogadores calados em campo, com exceção de Rodolfo. Em outra jogada pela lateral, o Tricolor gaúcho ampliou. Léo Moura acionou Alisson pela direita, que cruzou para Everton deslocar Rodolfo e marcar o segundo, aos 12. Nove minutos mais tarde, Jean Pyerre, que comandava a criação da equipe, teve a boa atuação premiada com o terceiro gol, após tabelar com André.

Flu volta ao jogo
A partida já parecia decidida em favor dos gaúchos, mas o Fluminense surpreendeu e conseguiu uma reação no fim da primeira etapa, em apenas dois lances. Aos 38, Yony González descontou, em jogada iniciada de uma tabela entre Caio Henrique e Allan. Dois minutos depois, Júlio César, ex-Flu fez uma verdadeira lambança ao tentar driblar Luciano e perder a bola. O artilheiro tricolor não perdoou e fez o segundo para colocar o time de volta no jogo.

Pressão e empate
Embalado pela reação, o Flu voltou com tudo para o segundo tempo. Com outra postura, o time carioca foi para cima do Grêmio, e Júlio César, redimindo-se do erro, fez três grandes defesas. O goleiro, no entanto, foi incapaz de impedir o empate de Matheus Ferraz, que, com muita presença de área, aproveitou rebote de cabeceio de Luciano para igualar o placar.

Virada Heroica, empate e glória
Aos 26, o impensável aconteceu na Arena. Em lance de bola parada Kannemann agarrou Matheus Ferraz dentro da área e o árbitro Raphael Claus apontou o pênalti, sob muitos protestos dos gaúchos. Pedro, que acabara de entrar converteu e decretou a virada do Flu. O Grêmio pressionou e arrancou o empate com Kannemann, completando escanteio cobrado por Luan. Quando tudo parecia caminhar para o empate, Allan lançou bola na área, Kannemann afastou mal e a bola sobrou para Yony González fazer o seu segundo e decretar uma heroica e inesquecível vitória do Flu.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 5 FLUMINENSE


Data/Hora: 05/05/2019, às 19h (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Gramado: Bom
Público/Renda: 8.390 pagantes 9.734 presentes/ R$ 266.323,00
Árbitro: Raphael Claus (SP-FIFA) Nota L! - 6,0 - Deu um pênalti polêmico a favor do Flu, mas controlou bem o jogo.
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP-FIFA) e Neuza Ines Back (SP-FIFA)
Árbitro de Vídeo: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Cartões amarelos: Kannemann, Matheus Henrique (GRE); Guilherme (FLU)
Cartão vermelho: Não houve

Gols: André (5’/1ºT, 1-0), Everton (12’/1ºT, 2-0), Jean Pyerre (21’/1ºT, 3-0), Yony González (38’/1ºT, 3-1 e 46’/2ºT, 4-5), Luciano (40’/1ºT, 3-2), Matheus Ferraz (9’/2ºT, 3-3), Pedro (26’/2ºT, 3-4), Kannemann (38’/2ºT, 4-4)

GRÊMIO: Júlio César; Léo Moura, Michel, Kannemann e Bruno Cortez; Matheus Henrique, Maicon (Felipe Vizeu, 35’/2ºT), Alisson (Marinho, 17’/2ºT), Jean Pyerre (Luan, 14’/2ºT) e Everton; André. Técnico: Renato Gaúcho

FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Airton (Daniel, intervalo), Bruno Silva, Allan e Guilherme (Pedro, 20’/2ºT); Yony González e Luciano (Igor Julião, 35’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.
Rodolfo; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Airton (Daniel, intervalo), Bruno Silva, Allan e Guilherme (Pedro, 20’/2ºT); Yony González e Luciano (Igor Julião, 35’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.


Facebook Lance Twitter Lance