Com golaço no fim, Atlético-MG bate o Vasco no duelo dos interinos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com golaço no fim, Atlético-MG bate o Vasco no duelo dos interinos

  •  Vasco x Atlético MG
    Chará passa por Valdívia para marcar belo gol de perna esquerda Bruno Cantini / Atlético
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Divulgação Twitter Atlético MG
  •  Torcida em São Januário - Vasco x Atlético-MG
    Torcida em São Januário - Vasco x Atlético-MG (Foto: Luiza Sá)
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Divulgação Twitter Atlético MG
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Magalhães Jr/Photopress/Lancepress!
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Rafael Ribeiro/Vasco
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Rafael Ribeiro/Vasco
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Rafael Ribeiro/Vasco
  •  Vasco x Atlético MG
    Vasco x Atlético MG Bruno Cantini / Atlético
  •  Vasco x Atlético MG Maxi Lopez
    Vasco x Atlético MG Maxi Lopez Marcelo de Jesus/Raw Image/Lancepress!
João Vítor Castanheira - 01/05/2019 - 23:33
Rio de Janeiro (RJ)
Na partida que envolvia as únicas duas equipes da Série A do Brasileiro com técnicos interinos no comando, o Atlético-MG levou a melhor. A equipe de Rodrigo Santana contou com um gol de Chará aos 44 do segundo tempo para sacramentar a vitória por 2 a 1, nesta quarta-feira, em São Januário - a segunda em dois jogos no Campeonato Brasileiro. Elias marcou o primeiro do Galo, e Maxi López descontou para o Vasco - que segue sem vencer na competição. 

O Cruz-maltino volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Corinthians, às 19h, em Manaus. No mesmo dia, o Atlético-MG continua fora de casa e enfrenta o Ceará, às 21h, no Castelão, em Fortaleza.


Sem capricho
Os donos da casa começaram buscando dar a resposta ao torcedor pelo 4 a 1 sofrido contra Athletico-PR, na primeira rodada. Mas errando muito no último passe, não levavam real perigo ao gol de Victor. O Atlético-MG aproveitava a recomposição lenta do adversário para sair em velocidade. Trabalhando mal no último terço campo, porém, os mineiros acabavam presos na intermediária, também sem conseguir finalizar.

Chance isolada
O duelo seguiu morno. Com as equipes pouco inspiradas, sobraram chutes de longe bloqueados pelas defesas. O único lance de maior perigo aconteceu aos 27. Yan Sasse pegou uma sobra de escanteio da entrada da área e obrigou Victor a fazer boa defesa. Pelo o que os times produziram no primeiro tempo, o 0 a 0 ficou de ótimo tamanho.

Galo canta e acorda o jogo!
Em um jogo sonolento, só o cantar de um Galo poderia dar jeito. Alexander não saiu bem da meta em bola alçada, mas conseguiu socar o perigo para fora da grande área. O problema veio em seguida: Aos 13, Elias pegou na veia a bola sobrada, e o goleiro cruz-maltino, mal posicionado pelo lance anterior, não alcançou. O Vasco sentiu o gol e clube mineiro quase ampliou. Geuvânio puxou contra-taque, empurrou para Ricardo Oliveira, que finalizou rasteiro para a defesa do jovem goleiro cruz-maltino.

Festa da torcida e fim do jejum
Se o Galo cantou, a torcida vascaína não ficou para trás. Empurrado por uma linda festa em São Januário, o Vasco tomou as rédeas da partida e foi para o ataque. Aos 20, Yago Pikachu bateu fraco, de fora da área. O chute, que parecia inofensivo, desviou em Réver e sobrou cristalina para Maxi López, que totalmente livre, empurrou para o gol. Foi o primeiro gol do argentino com bola rolando desde de 14 de outubro do ano passado, na partida contra o Cruzeiro.

Não entrou porque não quis!
A virada carioca quase veio em seguida, aos 23. Andrey deu lindo passe para Henrique, que finalizou em cima Victor. A bola sobrou para o camisa 11 da Colina na pequena área, mas Igor Rabello evitou o segundo gol do argentino. A partida seguiu animada. Em nova jogada, estreante Valdívia quase marcou após lance de Maxi dentro de área. Do outro lado, Atlético-MG assustava nos contra-ataques.

Golpe de misericórdia
Ao contrário do primeiro tempo, não havia mais jogo nas intermediárias e o duelo ficou "lá e cá". Em um dos ataques da equipe mineira, Chará recebeu do lado direito, passou fácil por Valdívia e chutou de esquerda para fazer um golaço de fora da área. Era o 2 a 1 e a festa da torcida atleticana em São Januário, que após o gol, homenageou Beth Carvalho, madrinha do clube de Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 2 ATLÉTICO-MG
Data/Hora: 01/05/2019, às 21h30
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Raphael Claus (SP) - Nota L!: 6,5 - não complicou um jogo fácil de apitar
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Renda/público: 6.559 pessoas / R$ 138.302,00

Gols: Elias 13'/2ºT (0-1), Maxi López 20'/2ºT (1-1) e Chará 44' 2º/T (1-2)

Vasco: Alexander; Claudio Winck, Werley, Ricardo e Henrique; Lucas Mineiro, Fellipe Bastos (Andrey, 18'/2ºT), Yago Pikachu (Rossi, 33'/2ºT), Yan Sasse e Marrony (Valdívia 25'/2ºT); Maxi López . Técnico: Marcos Valadares.

Atlético-MG: Victor, Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; José Welison (Jair, 28'/2ºT), Elias, Chará, Luan (Maicon, intervalo) e Geuvânio (Nathan, 35'/2ºT); Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana.

Facebook Lance Twitter Lance