Sampaoli tem o melhor retrospecto de estrangeiros no Brasil. Entenda!
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



29/01/2019 | 13:22

Sampaoli tem o melhor retrospecto de estrangeiros no Brasil. Entenda!

  •  Jorge Sampaoli
    O argentino Jorge Sampaoli começou a escrever sua história no Santos em 2019 e, nesta década, já tem um recorde: nenhum outro estrangeiro comandou equipes do país com três vitórias seguidas sem sofrer gols e tendo marcado sete. Nesta galeria, o LANCE! reúne os gringos que comandaram as equipes de elite do futebol nacional desde 2011 e seus respectivos resultados nos três primeiros jogos! Confira! (Foto: Luis Moura/WPP)
  •  Sampaoli
    Jorge Sampaoli no Santos: Campeonato Paulista 2019 Santos 1 x 0 Ferroviária - 1ª rodada São Bento 0 x 4 Santos - 2ª rodada Santos 2 x 0 São Paulo - 3ª rodada (Foto: Ivan Storti/Santos)
  •  Juan Ramón Carrasco - Atlético-PR
    O uruguaio Juan Ramon Carrasco, treinador do Athetico Paranaense em 2012. ele também venceu as três primeiras rodadas do Campeonato Paranaense sem sofrer gols, mas sua equipe marcou cinco e não sete tentos como Santos em 2019. Ficou no cargo até junho de 2012.  (Foto: Clewerson Bregenski/Site Oficial Atlético-PR)
  •  O espanhol Miguel Ángel Portugal teve aproveitamento de 33,3% dos pontos no Atlético-PR em 2014
    O espanhol Miguel Ángel Portugal disputou apenas 13 jogos oficiais pelo Athletico em 2012. Nos três primeiros, perdeu fora de casa, mas ganhou nos pênaltis em casa do Sporting Cristal, do Peru, na fase preliminar da Libertadores. Depois, perdeu para o Rio Branco na quarta rodada do Campeonato Paranaense. Atlético-PR
  •  gareca
    Ricardo Gareca, da Argentina, comandou o Palmeiras até setembro de 2014. Nos três primeiros jogos, todos pelo Campeonato Brasileiro, perdeu para o Santos, Cruzeiro e Corinthians. Sua passagem pelo Verdão não foi bem sucedida. Foram menos de três meses de trabalho.  Divulgação
  •  Diego Aguirre Internacional (2015)
    Treinador do Internacional em 2015, foi campeão gaúcho com a equipe no mesmo ano. No começo de sua passagem como treinador do colorado, começou empatado com a Lajeadense, e São José, mas venceu o Novo Hamburgo em casa.  Diego Vara / Agencia RBS
  •  Bauza então foi lembrado, mas também não agradou e agora a Argentina procura um novo treinador
    Edgardo Bauza foi treinador por sete meses do São Paulo em 2017. Passagem interrompida por um convite da Argentina para a seleção. Neste período, começou com um empate no Paulistão com RB Brasil, mas após empate e vitória, eliminou o César Vallejo, do Peru, na fase preliminar da Libertadores.  (Foto: JUAN MABROMATA / AFP)
  •  Diego Aguirre Atlético-MG (2016)
    Diego Aguirre ficou por cerca de cinco meses no Atlético-MG, em 2016, seu segundo clube como treinador no país. No Galo, venceu as três primeiras rodada do Campeonato Mineiro, contra Uberlândia, Caldense e Villa Nova, mas sofreu um gol no segundo jogo, ficando atrás de Sampaoli e Carrasco.  Bruno Cantini/Atlético MG
  •  Paulo Bento - Coréia do Sul
    O português Paulo Bento comandou o Cruzeiro em 17 jogos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, foram apenas seis vitórias. Empate com o Figueirense, derrota para o Santa Cruz por 4 a 1 e empate com o América-MG marcaram as três primeiras rodadas de 2016. Thomas Santos/AGIF/LANCE!Press
  •  Sérgio Vieira - América-MG
    A passagem de Sérgio Vieira pelo América-MG não foi boa. Foram 35 dias de trabalho do português no Coelho. No Brasileirão de 2016, perdeu para o Internacional, para o Botafogo e venceu o Coritiba na sétima, oitava e nona rodada, respectivamente. (Foto: Mourão Panda/ AFC)
  •  Petkovic
    Foi gerente de futebol e técnico do Vitória de maio a julho de 2017. Nas três primeiras rodada do Brasileirão de 2017, empatou com o Avaí, perdeu para Corinthians e Coritiba.  Foto: Mauricia da Matta/ EC Vitoria
  •  Reinaldo Rueda
    O colombiano Reinaldo Rueda estreou logo na semifinal da Copa do Brasil de 2017 pelo Flamengo. Empatou na ida com o Botafogo, mas, na volta, venceu por 1 a 0 e chegou à decisão. Entre os dois jogos, venceu o Atlético-GO pela 21ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, o Cruzeiro venceu o Rubro-Negro na decisão do torneio. Deixou o Fla em janeiro de 2018 para assumir o Chile. (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
  •  Diego Aguirre
    Diego Aguirre comandou o São Paulo em 43 jogos, foram 19 vitórias, 15 empates e nove derrotas, com aproveitamento superior a 50%. O uruguaio perdeu para o São Caetano na estreia, jogo de ida das quartas de final do Paulistão de 2018, mas venceu na volta e passou à semifinal, quando venceu o Corinthians em casa. Na volta, nos pênaltis, acabou eliminado. (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)


SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance