Ricardo Oliveira dá fim a jejum e Galo vence o Flu em duelo movimentado
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ricardo Oliveira dá fim a jejum e Galo vence o Flu em duelo movimentado

  •  Atlético-MG x Fluminense
    Atlético-MG x Fluminense Bruno Cantini / Atletico
  •  Atlético-MG x Fluminense - Ganso
    Atlético-MG x Fluminense - Ganso Mailson Santana/Fluminense
  •  Atlético-MG x Fluminense
    Atlético-MG x Fluminense Fábio Barros/Agência F8
  •  Atlético-MG x Fluminense - Yony
    Atlético-MG x Fluminense - Yony Mailson Santana/Fluminense
  •  Atlético-MG x Fluminense - Yony
    Atlético-MG x Fluminense - Yony Mailson Santana/Fluminense
  •  Atlético-MG x Fluminense - Nenê
    Atlético-MG x Fluminense - Nenê Mailson Santana/Fluminense
  •  Atlético-MG x Fluminense - Chará
    Atlético-MG x Fluminense - Chará Bruno Cantini / Atletico
  •  Atlético-MG x Fluminense - Nenê
    Atlético-MG x Fluminense - Nenê Mailson Santana/Fluminense
João Vítor Castanheira - 10/08/2019 - 23:07
Belo Horizonte (MG) 
O Fluminense chegou ao Independência embalado pela vitória contra o Inter, há uma semana. Este ímpeto foi visto nos primeiros minutos, quando o Tricolor pressionou o Atlético-MG e desperdiçou chances. Com uma defesa frágil, porém, a equipe de Fernando Diniz sofreu dois gols - um deles de Ricardo Oliveira, que saiu de um jejum de 15 jogos sem gols - diminuiu no fim, com Nenê marcando o primeiro pelo Flu, mas saiu de Minas Gerais derrotada por 2 a 1, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 12 pontos e na 16ª posição, o Flu precisa torcer contra o Cruzeiro, que joga neste domingo, para não retornar à zona de rebaixamento ao fim da rodada. Pelo Brasileiro, a equipe carioca volta a campo no próximo domingo, às 16h, diante do CSA, no Maracanã - jogo que precede o duelo pelas quartas da Sul-Americana contra o Corinthians, na quinta-feira. O Atlético-MG, por sua vez, enfrenta o xará Athletico-PR no sábado, em Curitiba, e também joga pela Sula, mas na terça-feira, contra o La Equidad. 

> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro 



Flu à vontade!
Como sempre, baseado na posse de bola, o Flu iniciou a partida como se estivesse em casa, alugando o campo de ataque. Logo no primeiro minuto, o Tricolor chegou com Yony, que tinha Pedro livre como opção na área, mas finalizou para fora.

Ah, Ricardo...
Desconfortável com a pressão carioca, o Galo passou a marcar a saída de bola adversária, equilibrou o jogo e não marcou por pouco. Ricardo Oliveira foi lançado, ganhou de Nino no corpo e saiu de cara para o gol. O centroavante poderia ter rolado para Goes, mas com fome de abandonar o jejum, que já ia para 16 jogos sem marcar, tentou driblar Muriel e acabou bloqueado pelo goleiro.

Pane tricolor
A partir dos 35 minutos, o Galo passou a explorar o espaço às costas da zaga tricolor com diversos lançamentos e criou uma chance atrás da outra. Em dia de Alisson, Muriel evitou o pior com pelo menos três grandes defesas. O camisa 27, porém, nada pôde fazer quando Digão afastou mal e bola sobrou para Chará, live na área, encher o pé e abrir o placar no Horto.

É Ricardo!
Eram 107 dias, ou 15 jogos e meio, sem marcar. Até que, aos 5 minutos, com o Flu pressionado na saída de bola, Nenê errou o passe e deu no pé de Elias, que entrou rapidamente para Ricardo Oliveira. Depois de várias chances perdidas no jogo, o centroavante chapou no canto de Muriel e deu fim ao calvário pessoal. Era o 2 a 0 alvinegro em BH.

Nenê debuta 
As alterações de Diniz no intervalo não surtiram efeito e a equipe desorganizou-se. No abafa, Yony chegou a marcar, mas estava impedido. Aos 46’, Nenê, marcando o primeiro pelo Flu, diminuiu após boa jogada de João Pedro, mas já era tarde. Os cariocas saíram derrotados de Minas e agora torcem para o rival do Galo, o Cruzeiro, não vencer neste domingo para ficar fora da zona da degola.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 1 FLUMINENSE

Data/Hora: 09/08/2019, às 21h
Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO-FIFA) Nota L!: 6,5 - Acertou ao anular gol do Flu e de resto, foi seguro
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO-FIFA) e Bruno Raphael Pires (GO-FIFA)
VAR: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO)
Público e renda: 19.081 torcedores R$ 352.497,00
Gramado: Ruim
Cartões amarelos: Vinícius Goes, Patric, Otero(CAM); Wellington Nem e Nenê 2x (FLU)
Cartão vermelho: Nenê (FLU)
GOLS: Cazares 41’/1ºT (1-0), Ricardo Oliveira 5’/2ºT (2-0) e Nenê 46’/2ºT (2-1)

ATLÉTICO-MG
Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Ramón Martínez, Elias, Vinícius Goes, Cazares (Geuvânio, 14’/2ºT) e Chará (Otero, 29’/2ºT); Ricardo Oliveira (Alerrando, 36’/2ºT). Técnico: Rodrigo Santana

FLUMINENSE
Muriel, Igor Julião, Digão, Nino e Caio Henrique; Allan, Daniel (Wellington Nem, 29’/2ºT) e Ganso; Marcos Paulo (Nenê, intervalo), Yony e Pedro (João Pedro, intervalo). Técnico: Fernando Diniz


Facebook Lance Twitter Lance