Relembre as mortes de jogadores em acidentes de trânsito
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



16/10/2019 | 12:13

Relembre as mortes de jogadores em acidentes de trânsito

  •  Montagem - Agenor, Talles e Dener
    O volante Agenor, com passagens por diversos clubes do Brasil, morreu nesta segunda-feira (14), em um acidente de carro na cidade de Planaltina, no Distrito Federal. Agenor não é o único jogador a ser vítima de um acidente de trânsito. LANCE! mostra atletas mortos em acidentes. (Foto: Divulgação)
  •  Agenor - Atlético GO
    O ex-jogador de Atlético-GO e Vila Nova, Agenor, de 38 anos, morreu na noite desta segunda-feira (14) após se envolver em um acidente grave na ponte do córrego Mestre D’armas na BR-020, em Planaltina-DF. Agenor também passou por Brasiliense, Paraná, Ponte Preta e América-MG. (Foto:Reprodução/Twitter)
  •  Thalles
    Em junho deste ano, Thalles, atacante formado pelo Vasco e que estava emprestado para a Ponte Preta, se envolveu um acidente de moto em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu e morreu. (Foto: Divulgação)
  •  Dener na Portuguesa
    Dener foi revelado pela Portuguesa e era uma das principais promessas do futebol brasileiro na década de 90. Quando defendia as cores do Vasco, ele sofreu um acidente de carro no dia 19 de abril de 1994, no Rio de Janeiro, e não resistiu aos ferimentos.  Reprodução
  •  Josef Sural
    Um acidente de trânsito matou o atacante Josef Sural, de 28 anos, do Alannyaspor, em abril deste ano. Uma van com atletas da equipe voltava para a cidade Alanya após uma partida contra o Kayserispor quando ocorreu o acidente. AFP
  •  Roberto Batata
    Titular absoluto do Cruzeiro na década de 70, Roberto Batata morreu em um acidente de carro, durante a campanha que acabou com a conquista da Libertadores de 1976, o primeiro da história do clube. A tragédia aconteceu depois de Batata bater seu carro com um caminhão. Reprodução
  •  Carlos Adriano de Jesus Soares, o Alemão, do Palmeiras, morreu em um acidente de carro, na madrugada de setembro de 2015, em Nova Iguaçu. O atacante do Palmeiras, de 23 anos, dirigia seu carro pela Via Light, quando perdeu o controle e bateu em uma árvore
    Carlos Adriano de Jesus Soares, o Alemão, do Palmeiras, morreu em um acidente de carro, na madrugada de setembro de 2007, em Nova Iguaçu. O atacante do Palmeiras, de 23 anos, dirigia seu carro pela Via Light, quando perdeu o controle e bateu em uma árvore Divulgação
  •  Cláudio Milar - Brasil de Pelotas 2009
    Em 15 de janeiro de 2009, o ônibus que transportava 31 pessoas da delegação do Brasil de Pelotas (RS) caiu num barranco, causando a morte de três atletas: Cláudio Milar, ídolo da torcida, o zagueiro Régis e o treinador de goleiros Giovani Guimarães. (Foto: Divulgação/Brasil de Pelotas)
  •  Wallace Ribeiro Barato
    O goleiro Wallace Ribeiro Barato, de 22 anos, que atuava no Guarani, perdeu o controle e capotou o carro na rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo em abril do ano passado. Ele viajava com a família para Ribeirão Preto, onde passaria o fim de semana com os familiares.  (Divulgação/Guarani)
  •  Daniel González - Vasco
    Uruguaio bicampeão paulista pelo Corinthians e com passagens por Portuguesa e Vasco, o zagueiro Daniel González voltava de um jantar na casa de Cláudio Adão quando seu Monza bateu na saída do Túnel Zuzu Angel em fevereiro de 1985. Ele tinha apenas 30 anos Reprodução
  •  Marcus Galhardo
    O irmão do lateral-direito Rafael Galhardo, Marcus Vinícius Galhardo, morreu depois de sofrer acidente de carro na BR 356, na altura de Retiro do Muriaé, distrito de Itaperuna, cidade do norte do Rio de Janeiro. (Foto: Reprodução)
  •  Catê - São Paulo (Foto: Divulgação)
    Titular do duelo da Copinha, Catê logo subiu para os profissionais e foi campeão do Mundial Interclubes de 1992. Após uma trajetória vitoriosa no Tricolor paulista, teve passagens pelo Cruzeiro e Flamengo. Aos 38 anos, morreu em um acidente automobilístico em 2011.  Catê - São Paulo (Foto: Divulgação)
  •  José Antonio Reyes
    O jogador espanhol José Antonio Reyes, que atuou por Real Madrid e Arsenal, entre outros clubes, morreu em um acidente de trânsito, em junho deste ano. Sua Mercedes saiu da pista e acabou colidindo em uma rodovia. (Foto: AFP)
  •  Edvaldo Babalu
    Edivaldo Martins da Fonseca, ex-ponta-esquerda de Atlético-MG e São Paulo nos anos 80, morreu em um acidente de carro em janeiro de 1993, na rodovia Castelo Branco, em São Paulo. Nunca foi esclarecido o que houve com o carro de Edivaldo, mas acredita-se em falha mecânica. Reprodução
  •  Alexandre Escobar Ferreira
    Torcedores do São Paulo lamentam até hoje a morte do goleiro Alexandre Escobar Ferreira, que era apontado como sucessor de Zetti. Com apenas 20 anos, ele faleceu em um acidente de carro, em São Paulo, em julho de 1992. (Foto: Reprodução)
  •  Dirceu (jogou no Fluminense, no Vasco e Atlético de Madrid)
    Na madrugada do dia 15 de setembro, o ex-meia da Seleção Dirceu voltava do futebol junto com o amigo italiano Pasquale Sazio. O jogador dirigia um Puma que pertencia ao filho mais velho – um carro de dimensões pequenas, quando colidiu com dois carros. Os amigos morreram na hora. Reprodução
SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance