Quem quer dinheiro? Estudo divulga ranking dos clubes com as maiores receitas do Brasil
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



03/05/2019 | 18:30

Quem quer dinheiro? Estudo divulga ranking dos clubes com as maiores receitas do Brasil

  •  Palmeiras Campeão Brasileiro - 2018
    O Palmeiras, campeão do último Brasileirão, foi o clube da Série A que teve a maior receita, no total, em 2018. A informação é da empresa Sports Value, especialista em marketing esportivo. O Verdão superou o Flamengo, que aparece no estudo na segunda colocação. Confira a seguir todos os detalhes no ranking nesta galeria especial do LANCE!, do último ao primeiro lugar. Arte: João Vítor Castanheira
  •  Ceará x CSA
    20º lugar - Ceará - Receita em 2018: R$ 64,8 milhões (variação ano anterior: 1%), destes sendo direitos de TV R$ 25 milhões, transferências de jogadores R$ 7 milhões, patrocínio e publicidade R$ 9 milhões, social e amador R$ 8 milhões, bilheteria R$ 11 milhões e outros R$ 5 milhões. (Foto: LC Moreira/ Lancepress!)
  •  Diego Torres - Chapecoense
    19º lugar - Chapecoense - Receita em 2018: R$ 80,1 milhões (variação ano anterior: -0,2%), destes sendo direitos de TV R$ 35 milhões, patrocínio e publicidade R$ 12 milhões, sócio-torcedor R$ 10 milhões, transferências de atletas R$ 9 milhões, bilheteria R$ 3 milhões, licenciamento R$ 2 milhões e outros R$ 9 milhões. Foto: Márcio Cunha/Chapecoense
  •  Goiás
    18º lugar - Goiás - Receita em 2018: R$ 80,8 milhões (variação ano anterior: 25%), destes sendo direitos de TV R$ 35 milhões, transferências de jogadores R$ 23 milhões, patrocínio e publicidade R$ 5 milhões, social e amador R$ 5 milhões, bilheteria R$ 4 milhões e outros R$ 10 milhões. Divulgação Twitter
  •  Treino do Vitória
    17º lugar - Vitória - Receita em 2018: R$ 88,2 milhões (variação ano anterior: 0%), destes sendo direitos de TV R$ 49 milhões, patrocínio e publicidade R$ 6 milhões, sócios R$ 7 milhões, bilheteria R$ 3 milhões, transferências de jogadores R$ 17 milhões e outros R$ 7 milhões. Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória
  •  Nathan - Coritiba
    16º lugar - Coritiba - Receita em 2018: R$ 102,9 milhões (variação ano anterior: -14%), destes sendo direitos de TV R$ 59 milhões, sócios R$ 12 milhões, transferências de jogadores R$ 12 milhões, patrocínio e publicidade R$ 7 milhões, bilheteria R$ 5 milhões e outros R$ 9 milhões. Foto: Divulgação/Coritiba
  •  Ezequiel - Sport
    15º lugar - Sport - Receita em 2018: R$ 104,1 milhões (variação ano anterior: -1%), destes sendo direitos de TV R$ 79 milhões, sócios R$ 19 milhões, marketing R$ 6 milhões e outro R$ 1 milhão. Divulgação/Twitter Sport
  •  Eric Ramires - Bahia
    14º lugar - Bahia - Receita em 2018: R$ 136,1 milhões (variação ano anterior: 30%), destes sendo direitos de TV R$ 75 milhões, bilheteria R$ 21 milhões, transferências de jogadores R$ 18 milhões, patrocínios R$ 10 milhões, sócios R$ 9 milhões e outros R$ 3 milhões. (Foto: Felipe Oliveira/Flickr Bahia)
  •  Botafogo x Bahia
    13º lugar - Botafogo - Receita em 2018: R$ 183 milhões (variação ano anterior: -35%), destes sendo direitos de TV R$ 94 milhões, social e amador R$ 24 milhões, patrocínio e publicidade R$ 18 milhões, transferências de jogadores R$ 17 milhões, estádio R$ 9 milhões, bilheteria R$ 7 milhões e outros R$ 14 milhões. (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
  •  Athletico-PR x Vasco
    12º lugar - Athletico - Receita em 2018: R$ 196,8 milhões (variação ano anterior: 22%), destes sendo direitos de TV R$ 59 milhões, transferências de jogadores R$ 44 milhões, premiações R$ 27 milhões, sócios R$ 22 milhões, patrocínio e publicidade R$ 15 milhões, arena R$ 8 milhões, bilheteria R$ 8 milhões e outros R$ 14 milhões. (Foto: Divulgação/Twitter)
  •  Gustavo Henrique - Santos
    11º lugar - Santos - Receita em 2018: R$ 217,8 milhões (variação ano anterior: -24%), destes sendo direitos de TV R$ 103 milhões, transferências de jogadores R$ 34 milhões, bilheteria R$ 27 milhões, patrocínio e publicidade R$ 27 milhões, social e amador R$ 10 milhões e outros R$ 16 milhões. (Ivan Storti/Santos FC)
  •  Atlético-MG x Avaí
    10º lugar - Atlético-MG - Receita em 2018: R$ 258 milhões (variação ano anterior: -17%), destes sendo direitos de TV R$ 100 milhões, transferências de jogadores R$ 81 milhões, patrocínio e publicidade R$ 27 milhões, sócio-torcedor R$ 14 milhões, clube social R$ 10 milhões, bilheteria R$ 8 milhões e outros R$ 19 milhões. Bruno Cantini
  •  Athletico-PR x Vasco
    9º lugar - Vasco - Receita em 2018: R$ 260,9 milhões (variação ano anterior: 29%), destes sendo direitos de TV R$ 100 milhões, transferências de jogadores R$ 86 milhões, bilheteria R$ 15 milhões, social e amador R$ 14 milhões, premiações R$ 13 milhões, patrocínio e publicidade R$ 11 milhões e outros R$ 22 milhões. (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
  •  Internacional x Flamengo
    8º lugar - Internacional - Receita em 2018: R$ 293,3 milhões (variação ano anterior: 19%), destes sendo direitos de TV R$ 102 milhões, sócios R$ 64 milhões, transferências de jogadores R$ 51 milhões, patrocínio e publicidade R$ 39 milhões, premiações R$ 16 milhões, bilheteria R$ 14 milhões, royalties R$ 3 milhões e outros R$ 6 milhões. Ricardo Duarte
  •  Fluminense x Santa Cruz Gilberto
    7º lugar - Fluminense - Receita em 2018: R$ 297,4 milhões (variação ano anterior: 30%), destes sendo transferências de jogadores R$ 119 milhões, direitos de TV R$ 113 milhões, social e amador R$ 18 milhões, patrocínio e publicidade R$ 13 milhões, bilheteria R$ 11 milhões, sócio-torcedor R$ 5 milhões e outros R$ 18 milhões. LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
  •  Deportivo Lara x Cruzeiro
    6º lugar - Cruzeiro - Receita em 2018: R$ 386,8 milhões (variação ano anterior: 12%), destes sendo direitos de TV R$ 191 milhões, transferências de jogadores R$ 90 milhões, patrocínios R$ 33 milhões, bilheteria R$ 24 milhões, sócio-torcedor R$ 23 milhões, clube social R$ 19 milhões e outros R$ 7 milhões. (Foto: YURI CORTEZ / AFP)
  •  Thonny Anderson - Grêmio
    5º lugar - Grêmio - Receita em 2018: R$ 420,3 milhões (variação ano anterior: 13%), destes sendo direitos de TV R$ 137 milhões, transferências de jogadores R$ 132 milhões, sócios R$ 80 milhões, patrocínio e publicidade R$ 34 milhões, royalties R$ 17 milhões, bilheteria R$ 1 milhão e outros R$ 19 milhões. Foto: Féliz Zucco/Agência RBS
  •  Goiás x São Paulo
    4º lugar - São Paulo - Receita em 2018: R$ 424,5 milhões (variação ano anterior: -12%), destes sendo transferências de jogadores R$ 155 milhões, direitos de TV R$ 135 milhões, social e amador R$ 34 milhões, bilheteria R$ 31 milhões, patrocínio e publicidade R$ 23 milhões, estádio R$ 21 milhões, licenciamento de marca R$ 9 milhões, sócio-torcedor R$ 9 milhões e outros R$ 7 milhões. Rubens Chiri / saopaulofc.net
  •  Corinthians x Chapecoense Matheus Vital
    3º lugar - Corinthians - Receita em 2018: R$ 469,9 milhões (variação ano anterior: 3%), destes sendo direitos de TV R$ 198 milhões, transferências de jogadores R$ 119 milhões, bilheteria R$ 61 milhões, patrocínio e publicidade R$ 43 milhões, social e amador R$ 32 milhões, premiações, fiel torcedor e loterias R$ 18 milhões. Luis Moura / WPP
  •  Flamengo x Cruzeiro
    2º lugar - Flamengo - Receita em 2018: R$ 542,8 milhões (variação ano anterior: -16%), destes sendo direitos de TV R$ 222 milhões, patrocínios R$ 90 milhões, transferências de jogadores R$ 64 milhões, clube social R$ 52 milhões, sócio-torcedor R$ 48 milhões, bilheteria R$ 45 milhões e outros R$ 22 milhões. Celso Pupo/Fotoarena
  •  Deyverson comemora gol de Raphael Veiga: nenhum atacante balançou as redes ou deu assistências nos três últimos jogos
    1º lugar - Palmeiras - Receita em 2018: R$ 653,9 milhões (variação ano anterior: 30%), destes sendo transferências de jogadores R$ 170 milhões, direitos de TV R$ 137 milhões, bilheteria R$ 116 milhões, patrocínio e publicidade R$ 95 milhões, sócio-torcedor R$ 48 milhões, clube social R$ 38 milhões, premiações R$ 33 milhões, licenciamento de marca R$ 5 milhões e outros R$ 12 milhões. Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação


SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance