menu button lance
lancelogo lancelogo lance

‘Nós só seremos o Barcelona quando o Palmeiras for o Real Madrid’, diz vice-presidente do Flamengo

Dirigentes debatem finanças dos clubes na Conafut
Dirigentes debatem as finanças dos clubes em painel da Conafut (Crédito: Fábio Suzuki)
Fábio Suzuki - 16/05/2017 - 12:47
São Paulo (SP) 
A receita total dos 20 maiores clubes de futebol do país em 2016 ultrapassou a casa dos R$ 5 bilhões pela primeira vez e atingindo um aumento de 30,2% sobre o ano anterior. Na linha de frente desse crescimento estão Flamengo, que liderou em faturamento ao atingir R$ 510,1 milhões no ano passado, e o Palmeiras, que foi o terceiro em receitas com R$ 468,6 milhões.

Os resultados financeiros dos dois clubes que disputaram o título do Campeonato Brasileiro de 2016 foi comentado pelos responsáveis pela área na Conferência Nacional de Futebol (Conafut), em São Paulo, nesta terça-feira. E segundo o vice-presidente financeiro do Flamengo, Cláudio Pracownik, o Rubro-Negro só continuará crescendo no médio e longo prazo caso os outros clubes cresçam também.

- Todos me perguntam quando o Flamengo será o Barcelona. Mas isso só irá ocorrer quando o Palmeiras se tornar o Real Madrid – comentou o dirigente flamenguista.
Segundo Pracownik, os resultados que são colhidos pelo Flamengo neste momento são fruto de um trabalho iniciado há quatro anos, quando começou a gestão de Eduardo Bandeira de Mello.

- Conseguimos maiores receitas pois nos profissionalizamos mais rápido e temos conseguido aproveitar o nosso potencial. Esse protagonismo pode continuar se perpetuando mas não é o ideal – afirmou o vice Rubro-Negro, citando que “o importante é que todos cresçam”.

Também presente no painel “A situação financeira dos clubes”, o diretor financeiro do Palmeiras, Luciano Paciello, apontou que a rivalidade entre os clubes tem que ficar apenas dentro de campo.

- Existe a rivalidade dentro do campo mas fora dele temos que ver os clubes como produtos. Para atrair novos parceiros, é preciso ter um produto forte e o caminho é pensando onde todos sejam beneficiados – afirmou o diretor financeiro do Palmeiras.


E MAIS:
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance