Maidana renova até junho de 2019 para assinar com o Atlético-MG
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Maidana renova até junho de 2019 para assinar com o Atlético-MG

Maidana - Atlético-MG
Problemas políticos atrapalharam a permanência de Maidano no São Paulo (Reprodução / Twitter)
William Correia e Yago Rudá - 11/01/2018 - 19:04
São Paulo (SP)
Apresentado nesta quinta (11) como reforço do Atlético-MG até o fim desta temporada, o zagueiro Iago Maidana precisou renovar seu vínculo com o São Paulo para se transferir ao Galo. O jogador tinha contrato com o clube do Morumbi até 11 de setembro deste ano e prorrogou seu contrato até 30 de junho da próxima temporada. 

A operação foi necessária para que o Tricolor não perdesse o jogador para um outro clube, já que ele poderia assinar um pré-contrato em março caso o vínculo não fosse renovado. Desta forma, a diretoria do São Paulo costurou um acordo com os representantes de Maidana para selar o empréstimo e o jogador, embora chateado com o clube do Morumbi por não tê-lo utilizado, assinou a extensão do contrato.

Disputado por Sport, Bahia e Paraná, o zagueiro colhia esperanças de se reapresentar no CT da Barra Funda neste ano e trabalhar com os demais jogadores do elenco comandado pelo técnico Dorival Júnior. No entanto, a vontade do zagueiro e seus bons números pelo clube de Curitiba não foram levados em conta pela diretoria.

- Logo quando cheguei ao São Paulo não tive muitas oportunidades. Foram tempos que atrapalharam um pouco minha carreira, vinha em ascensão no Criciúma. São águas passadas. Não sei porque não tive oportunidades lá, vários clubes me queriam. Mas isso não vem ao caso. Minha cabeça está no Atlético, vou focar em ajudar esse clube a conquistar títulos, disse o atleta em sua apresentação no Galo. 

A aversão de Maidana no São Paulo se deve ao fato dele ter sido pivô do caso que culminou na renúncia do ex-presidente Carlos Miguel Aidar no segundo semestre de 2015 e parte dos dirigentes tricolores o veem o como um pretexto para críticas de parte da torcida. 

Na época, Maidana havia sido vice-campeão mundial com a seleção brasileira sub-20 e se destacava no Criciúma. Ele foi comprado por R$ 800 mil por uma empresa chamada Itaquerão Soccer. Dias depois, foi inscrito no Monte Cristo, clube da Terceira Divisão de Goiás, e vendido ao São Paulo na sequência por R$ 2 milhões, referentes a 60% de seus direitos. O caso chamou a atenção da Fifa e acabou resultando em uma grave crise política no Tricolor.

De casa nova, o jogador já está regularizado BID da CBF e está à disposição do técnico Oswaldo de Oliveira para a estreia do Galo no Campeonato Mineiro.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance