LANCE! Espresso: O show de Romero e os chatos de plantão no Dérbi
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LANCE! Espresso: O show de Romero e os chatos de plantão no Dérbi

Embaixadinha Romero Corinthians
Romero levou a torcida corintiana ao delírio (Reprodução)
Luiz Fernando Gomes - 14/05/2018 - 09:31
São Paulo (SP)
Os jogadores do Palmeiras ficaram incomodados com Romero no Dérbi deste domingo. Quando o Corinthians já vencia o jogo, o atacante paraguaio parou a bola na cabeça, para delírio da torcida alvinegra em Itaquera e ouviu xingamentos dos adversários. “Isto não é futebol, é desrespeito. Se você faz uma jogada, vai para cima de forma objetiva, é normal. O que ele fez não é uma coisa sadia, porque somos jogadores e acho que foi desrespeito. Por isso todos foram para cima dele ali. Xinguei ele para caramba porque estava nervoso na hora e falei bastante besteira para ele”, reclamou Bruno Henrique, resumindo o sentimento dos palmeirenses. E o que mais chama atenção, com o apoio de alguns corintiano como Rodriguinho e Jadson que consideraram a jogada desnecessária. Quase 20 anos depois das embaixadinhas de Edilson na final do Paulista de 1999 a polêmica se repete. É a chatice atravessando o tempo, volta e meia se reacendendo. Desculpem, mas isso é futebol sim. E ninguém tem o direito de impedir um jogador de mostrar o que sabe. O que não é futebol é a agressão, a falta violenta para parar uma jogada, o chutão para a frente, matar a bola de canela. Isso sim deve despertar revolta e irritação, no campo e nas arquibancadas. Isso é desrespeito ao futebol e ao torcedor. Não é a graça, o talento. Não é o direito de fazer arte que deve ser reprimido. Abaixo os chatos de plantão.

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises e contextualização de Luiz Fernando Gomes. Clique aqui e inscreva-se.

Facebook Lance Twitter Lance