Éverton garante vitória magra sobre o América-MG e Grêmio vai ao G4
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Éverton garante vitória magra sobre o América-MG e Grêmio vai ao G4

Grêmio x América-MG
Éverton marcou o gol da vitória do Grêmio aos 31 minutos do primeiro tempo (Foto: Itamar Aguiar)
LANCE! - 10/06/2018 - 18:03
Futebol Latino
Lutando para tentar aproximar-se dos primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, a equipe do Grêmio recebeu na tarde deste domingo o América-MG, pela 11ª rodada, em sua Arena, em Porto Alegre.

Mesmo com a equipe mineira demonstrando vontade nas chegadas em seu campo de ataque durante boa parte do jogo, o Imortal não quis saber de ser surpreendido em casa. Com isso, aproveitando a velocidade de seu atacante Éverton, ainda no primeiro tempo, garantiu o placar de 1 a 0.

O resultado levou o time de Renato Gaúcho para a quarta colocação, com 19 pontos somados. Já o Coelho acabou estacionando nos 13 pontos, caindo para a 13ª posição.

O jogo

Com os primeiros movimentos de jogo, a equipe do América sabia da pressão que iria sofrer por jogar longe de seus domínios. No entanto, diferente do que muitos pensavam, foi o time mineiro quem tentou ditar o ritmo inicial, buscando a todo momento o ataque para tentar não dar chances ao adversário.

Passado o sufoco por parte do Coelho, o time gaúcho, finalmente, ofereceu algum perigo ao goleiro Jori. Aos 12, Luan tentou o arremate de longe, mas o arqueiro não deu rebote.

Aproveitando o momento favorável, outra vez o Imortal partiu pra cima. E agora com mais perigo. Em dois lances seguidos, sendo o primeiro quase ocasionando um gol contra por erro do zagueiro Messias, no segundo, Éverton desviou de cabeça após cobrança de escanteio, e, com o goleiro Jori praticamente fora da jogada, a bola acabou tocando na trave e na linha, mas não o suficiente para balançar as redes.

Com o relógio apontando 20 minutos, o Grêmio, de fato, havia melhorado e, praticamente, não deixava o América sequer manter um pouco de posse de bola. Porém, mesmo com o domínio, a equipe de Renato Gaúcho não conseguia criar jogadas para abrir a contagem na Arena.

Mesmo sem ter a bola sob seus pés, os visitantes, nas raras vezes que conseguiam pegá-la, ofereciam perigo. Aos 27 minutos, em descida com velocidade para o campo de ataque rival, Gerson Magrão recebeu com condições e arriscou um forte chute, porém pegando no lado de fora da rede, assustando Grohe.

Vendo o Coelho buscar a vantagem no placar, aos 31 minutos, o Grêmio fez valer sua força em casa e inaugurou o placar. Em um bom lançamento de Cícero no campo de defesa gremista, o meia encontrou o atacante Éverton, que, por sua vez, tirou Jori da jogada de peito, vendo o gol livre para marcar mesmo pressionado pelos defensores adversários. 1 a 0.

O gol aliviou a tensão dos torcedores, que não marcavam presença em grande número nas arquibancadas. No entanto, despertou o Coelho no jogo, que não queria ir para o vestiário em desvantagem.

Até os acréscimos assinalado pela arbitragem, o jogo era franco, com ambos os times alternando chegadas ao seus respectivos campos de ataque. Mas as tentativas não ofereciam perigo algum aos goleiros, terminando os 45 minutos iniciais com o Grêmio à frente.

Na volta para a segunda etapa, a equipes retornaram com suas formações iniciais. E assim como foi no primeiro tempo, o América partiu pra cima logo no início, quando aos três minutos, Gerson Magrão recebeu boa inversão de jogo de Ademir, arriscando um bonito chute de primeira, obrigando o goleiro Marcelo Grohe a fazer uma bonita defesa.

Mas o Tricolor gaúcho não estava disposto a fazer os visitantes sonharem com o empate. Sendo assim, aos oito, Éverton recebeu passe com ótimas condições para tentar a finalização, mas o lateral-direito Aderlan conseguiu frustrar o atacante travando a bola.

Sem grandes emoções até os 20 minutos, Renato optou por promover algumas mudanças em seu esquema tático, tirando Lima e André, com ambos tendo pouca produtividade em campo, colocando em seus lugares Thaciano e Jael, respectivamente. Já por parte de Enderson Moreira, o treinador do Coelho quis dar mais força ao seu sistema ofensivo, colocando Rafael Moura no lugar do lateral-esquerdo Giovanni.

No entanto, mesmo com as alterações processadas, o jogo seguia praticamente no mesmo panorama até meados dos 30 minutos.

Com o relógio correndo, a equipe local passou a tentar neutralizar de vez o adversário. Aproveitando a vantagem no jogo, a equipe gaúcha pressionava os mineiros em seu campo de defesa, martelando em busca de seu segundo gol.

Enderson, por sua vez, tentou apostar suas últimas fichas colocando o atacante Marquinhos no lugar do meia Ademir. Mesmo com a mudança, o Tricolor não sentiu-se intimidado, e mantinha Éverton como foco para fechar a conta, obrigando ao goleiro Jori a trabalhar.

Com as últimas trocas feitas, sendo no América, a saída de Aylon para a entrada de Wesley, e, no Grêmio, a saída de Luan para a entrada de Kaio, o confronto não teve nenhum lance de maior perigo, dando a deixa para o árbitro Rodrigo D'Alonso Ferreira soprar o apito final

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 0 AMÉRICA-MG
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 10/6/2018 – 16h00
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Auxiliares: Thiaggo Americano Labbes (SC) Helton Nunes (SC)
Público/renda: 12.953 pagantes/R$ 372,021,00
Cartões amarelos: Cícero, Everton (GRE), Giovani, Aylon, Aderlan (AME)
Cartões vermelhos: –
Gols: Everton (31’/1ºT)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann e Cortez; Cícero, Arthur e Lima (Thaciano, aos 10/2ºT); Luan (Kaio, aos 45/2ºT), Everton e André (Jael, aos 20/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

CEARÁ: Jori; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Giovani (Rafael Moura, aos 21/2ºT; Christian, Juninho, Ademir (Marquinhos, aos 32/2ºT), Serginho e Gerson Magrão; Aylon (Wesley, aos 40/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

Facebook Lance Twitter Lance