FPF diz que imagens do Palmeiras não provam interferência externa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

FPF diz que imagens do Palmeiras não provam interferência externa

Palmeiras x Corinthians
A confusão após a anulação do pênalti no domingo (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
LANCE! - 11/04/2018 - 13:51
São Paulo (SP)
A Federação Paulista de Futebol manifestou-se por meio de nota oficial sobre as reivindicações feitas pelo Palmeiras após a final do Paulistão. O texto assinado por Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da entidade, diz que as imagens divulgadas pelo clube na terça-feira não comprovam que houve interferência externa na decisão de anular o pênalti de Ralf sobre Dudu. O comunicado ainda "lamenta qualquer ação que vislumbre modificar o resultado de campo nos tribunais" - o Palmeiras solicitou a impugnação da final ao TJD-SP.

As cenas captadas pelas câmeras de segurança do Allianz Parque mostram Dionísio Roberto Domingos, diretor de arbitragem da FPF, indo até a beira do gramado e conversando com um dos auxiliares durante a confusão. Na visão do Palmeiras, essa comunicação não poderia ter acontecido e já configura interferência externa. A FPF diz que Dionísio estava legitimado a ficar ali.

A entidade ainda promete discutir com os clubes a implantação do árbitro de vídeo no Paulistão a partir de 2019 e a gravação das conversas da equipe de arbitragem durante as partidas. O Palmeiras avisou na segunda-feira que seguirá rompido com a Federação se essas medidas não forem tomadas.

Leia a nota da FPF:


Em respeito ao torcedor, a Federação Paulista de Futebol vem novamente a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1-) Como responsável pela avaliação da equipe de arbitragem, Dionísio Roberto Domingos estava legitimado a permanecer no entorno do gramado, onde ficou durante a partida inteira. Nem ele nem nenhum diretor da entidade teve qualquer influência na decisão da equipe de arbitragem na final do Campeonato Paulista de 2018;

2-) As imagens veiculadas pelo site da Sociedade Esportiva Palmeiras não provam nenhuma interferência externa na decisão dos árbitros, de voltar atrás na marcação de um pênalti inexistente;

3-) A FPF lamenta qualquer ação que vislumbre modificar o resultado de campo nos tribunais;

4-) Por fim, a FPF informa que está atenta às reivindicações feitas pelo Palmeiras por meio da imprensa e afirma que, em coerência com todas as atitudes desta gestão, colocará as propostas em pauta para que os clubes, soberanamente e em colegiado, decidam a respeito da gravação das conversas entre os árbitros e da adoção do VAR para o Paulistão-2019.

Reinaldo Carneiro Bastos

Presidente da Federação Paulista de Futebol


E MAIS:



Facebook Lance Twitter Lance