Relembre jogadores colombianos que já passaram pelo futebol brasileiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Relembre jogadores colombianos que já passaram pelo futebol brasileiro

Montagem Borja, Cuéllar  e Rincón
Borja, Cuéllar, Ríncon... Colombianos estão cada vez mais presentes no futebol brasileiro (Foto: Divulgação)
LANCE! - 28/12/2018 - 14:03
Rio de Janeiro (BRA)
O Fluminense está muito próximo de acertar o seu primeiro reforço para 2019. O atacante Yony González está encaminhado com o clube carioca e depende do resultado dos exames médicos para fechar o acordo.Um dos destaques do Júnior Barranquilla, Gonzalez pode ser mais um colombiano a se aventurar no futebol brasileiro.

Nomes mais recentes, como Yerry Mina, Miguel Borja e Cuéllar, se juntam a grandes jogadores do passado, como Aristizábal e Rincón, que formam um grupo de jogadores colombianos que tiveram boas passagens em grandes clubes pelo Brasil.

MINA DO VERDÃO

Yerry Mina - Palmeiras
Mina foi destaque do Palmeiras (Foto: Cesar Greco)
O zagueiro Yerry Mina teve grande passagem pelo Palmeiras. Foram 49 partidas no Verdão e nove gols, além de ser um dos destaques do título do Campeonato Brasileiro de 2016. Após defender o clube paulista se transferiu para o Barcelona, mas não foi muito aproveitado e foi vendido para o Everton, onde reencontrou seu futebol.

RENTERÍA, O SACI

tacante colombiano Wason Rentería se destacou no Inter e também defendeu Santos. Joga no modesto La Equidad da Colômbia
Rentería imitava o Saci nas comemorações (Foto: Divulgação)
O atacante Rentería teve destaque no Internacional, com gols e muita irreverência. Ganhou o carinho da torcida por comemorar seus gols imitando um Saci, o mascote do clube gaúcho. Foi vice-campeão brasileiro, em 2005 e participou do título da Libertadores de 2006. Acabou não disputando o Mundial de Clubes do mesmo, na famosa final contra o Barcelona, pois se machucou. No Brasil, também vestiu a camisa do Atlético Mineiro e do Santos.

ANTES DE BORJA...

Asprilla - Palmeiras
Asprilla defendeu o Palmeiras em 1999 (Foto: Djalma Vassao/Lancepress!)
Faustino Asprilla chamou atenção no futebol brasileiro no final dos anos 90 e início dos anos 2000. Teve mais destaque vestindo a camisa do Palmeiras, em 1999. No clube paulista, foi campeão do torneio Rio São Paulo e da Copa dos Campeões, em 2000, além de ser vice da Libertadores do mesmo ano. Também vestiu a camisa do Fluminense, entre 2000 e 2001. Se aposentou em 2004, no Cortuluá.

ÍDOLO DA RAPOSA

2003 - Herói: Aristizábal (Cruzeiro)
Aristizábal teve passagem vitoriosa no Cruzeiro (Foto: Jorge Gontijo/Arquivo Lance!)
Aristizábal marcou época no Brasil. Começou sua carreira em solo brasileiro pelo São Paulo, de 1996 a 1997 e depois foi para o Santos, onde teve passagem discreta. Chamou atenção no Vitória, onde marcou dez gols em 21 jogos, em 2002. As boas atuações fizeram com que o atacante fosse para o Cruzeiro, onde virou ídolo. Na Raposa, foram 44 jogos, 25 gols e a tríplice coroa (Campeonato Brasileiro, Mineiro e Copa do Brasil), em 2003. Se aposentou, em 2007, no Atlético Nacional e, antes, passou pelo Coritiba, em 2004.

XERIFE CORINTIANO

Rincon (Corinthians)
Rincon foi campeão do Mundial com o Corinthians (Foto: Corinthians)
Freddy Rincón, zagueiro forte e de personalidade, conquistou títulos importantes pelos rivais Corinthians e Palmeiras. No Verdão, foi campeão do Campeonato Paulista e do Brasileiro, em 1994, em um time que marcou época no clube. No Corinthians, porém, fez parte de uma geração vitoriosa e que também fez história. Uma das referências do elenco, Rincón conquistou dois Campeonatos Brasileiros (1998 e 1999) e um Mundial (2000).

REI DAS DANCINHAS

Armero - Flamengo
Armero durante um Fla Flu (Foto: Pedro Martins/AGIF/Lancepress!)
Com passagens pelo Napoli, Milan e seleção colombiana, o lateral Pablo Armero também defendeu clubes brasileiros. Ganhou notoriedade no Palmeiras, entre 2009 e 2010, clube pelo qual participou de 80 jogos. Em 2015, retornou ao Brasil e teve rápida passagem pelo Flamengo. Dois anos depois, foi para o Bahia, onde atuou por 21 partidas. Armero, porém, não ficou muito conhecido pelos gols ou passes, mas sim, por suas dancinhas contagiantes nas comemorações dos gols.

CAMPEÃO MUNDIAL

Fabián Vargas - Internacional - 2007
Vargas defendeu o Internacional contra o Barcelona (Foto: Divulgação)
O meia Fabián Vargas teve passagem mais intensa por América de Cali e Boca Juniors, mas sua passagem pelo Internacional, em 2006 e 2007, teve certa relevância. O jogador de marcação entrou no lugar de Alex, na final do Mundial contra o Barcelona e teve boa participação na manutenção do placar de 1 a 0.

ARTILHEIRO

Borja
Borja chegou no Palmeiras sob muita expectativa (Foto: Cesar Greco)
Contratado em 2017, por 10,5 milhões de dólares e com o título da Libertadores nas costas (pelo Atlético Nacional), Borja chegou com muito status no Palmeiras. Em sua primeira temporada, marcou dez gols em 43 jogos. Na última temporada, foi importante na conquista do Campeonato Brasileiro e terminou o ano com 20 gols em 44 jogos.

VOLANTE RUBRO-NEGRO

Cuellar
Cuellár é um dos colombianos do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/CRF)
O volante Cuéllar é um dos colombianos do atual elenco do Flamengo. Já acostumado com a camisa rubro-negra, o jogador chegou em 2016, vindo do Júnior Barranquilla. Ao todo, já são 135 jogos e dois gols marcados.

VELOCIDADE MÁXIMA

Berrio - Flamengo
Berrió se destaca por sua velocidade (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
O atacante Berrío chegou com muita expectativa, em 2017, no Flamengo. Com notável velocidade, o colombiano não se consolidou no clube carioca, mas teve alguns momentos bons. No melhor deles, deu uma assistência, após um lindo drible de letra em Victor Luís (então no Botafogo), na semifinal da Copa do Brasil de 2017. Ao todo, são 55 jogos e seis gols marcados.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance