Na Justiça! Relembre rescisões no futebol por atrasos de pagamentos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



14/09/2018 | 08:52

Na Justiça! Relembre rescisões no futebol por atrasos de pagamentos

  •  Wagner do Vasco
    O não cumprimento de acordos financeiros previstos em contratos firmados entre jogadores e os clubes brasileiros é, infelizmente, uma realidade do futebol em nosso país. Atolados em dívidas, os clubes acabam não conseguindo honrar com os compromissos junto aos seus atletas, que muitas vezes se vêem obrigados a buscar seus direitos na Justiça. O caso do meia Wagner, do Vasco da Gama, é mais um que se soma a tantos outros ocorridos nos clubes de Norte a Sul do Brasil. Veja na galeria abaixo outros episódios similares ao do jogador cruz-maltino. (Foto: Nayra Halm/Fotoarena/Lancepress!)
  •  Gustavo Scarpa
    Um dos casos mais recentes e que ainda repercute é o do meia Gustavo Scarpa, do Palmeiras. No início deste ano, o jogador solicitou na Justiça a rescisão do seu contrato com o Fluminense por atraso nos pagamentos de salários, imagem e FGTS. Entre idas e vindas de decisões a favor e contra a legalidade da sua liberação, o jogador, neste momento, atua graças a concessão de um habeas corpus por meio do TST de Brasília.        (FOTO: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC.)                
  •  Zeca
    Hoje no Internacional, o lateral-esquerdo Zeca entrou na Justiça contra o Santos, em 2017, por atrasos no recolhimento de seu fundo de garantia. Após conseguir uma liminar no TST de Brasília, o jogador esteve na iminência de acertar com o Flamengo, que acabou optando por não fechar o acordo por questões jurídicas e pela confiança do Santos na queda do habeas corpus. Porém, a ação judicial acabou sendo retirada após Santos e Inter chegarem a um acordo para a troca de Zeca pelo atacante Eduardo Sasha. (Foto: Ivan Storti/Santos)
  •  Fernando Prass - Vasco
    No fim de 2012, o goleiro Fernando Prass, na época um dos ídolos da torcida cruz-maltina, entrou na Justiça contra o Vasco da Gama solicitando sua liberação. O jogador, que em seguida acabou assinando com o Palmeiras, alegou possuir três meses de salários atrasados. (Foto: Alexandre Loureiro/Lancepress!)
  •  Oscar SPFC
    O meia Oscar, hoje no futebol chinês, viveu um longo imbróglio judicial com o São Paulo, clube que o revelou. Em dezembro de 2009, o jogador entrou na Justiça contra o tricolor paulista alegando, entre outros motivos, atraso no pagamento de salários e FGTS. Após obter a liberação judicial, o meia assinou com o Internacional, em 2010. O São Paulo recorreu da decisão por diversas vezes e acabou selando um acordo com o clube gaúcho, que pagou R$15 milhões (transferência mais cara entre clubes brasileiros na época) para encerrar a disputa judicial. Rubens Chiri/São Paulo
  •  Alexandre Pato
    Em 2015, o atacante Alexandre Pato entrou com uma ação na Justiça para cobrar o pagamento de direitos de imagem atrasados pelo Corinthians e o fim de seu vínculo com o Timão. O jogador também cobrava três meses de parte dos direito atrasados pelo São Paulo, clube ao qual estava emprestado. Poucos meses depois, o atacante, hoje na China, acabou retirando a ação judicial para buscar um acordo entre as partes. (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)
  •  Gabriel - Botafogo
    Atualmente no Corinthians, o volante Gabriel enfrentou problemas de atrasos salariais quando atuava pelo Botafogo, em dezembro de 2014. O jogador solicitou na Justiça a rescisão contratual alegando pendências em relação ao salário e ao FGTS. Após a liberação, o jogador assinou com o Palmeiras.  (Foto: Satiro Sodré/SSPress)
  •  Lucas - Botafogo
    Hoje no Vitória, o lateral-direito Lucas solicitou na Justiça seu desligamento do Botafogo, em 2014, alegando possuir três meses de salários atrasados. O TRT concedeu a liberação ao jogador, que acabou assinando no mesmo ano com o Palmeiras. (Reprodução)
  •  Felipe - Vasco
    Um dos maiores ídolos do Vasco nas últimas décadas, o meia Felipe entrou em litígio com o clube em sua segunda passagem por São Januário, em 2013. O jogador entrou na Justiça contra o cruz-maltino para cobrar três meses de salário atrasado e também o pagamento de direitos de imagem. A Justiça liberou o jogador do vínculo com o clube um dia após acordo do mesmo com representantes do Vasco. Ele assinou em seguida com o Fluminense, onde encerrou a carreira. (Foto: Eduardo Viana/Lancepress!)
  •  Flamengo 2011 - Ronaldinho Gaucho
    A passagem de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo não rendeu muitos frutos em campo, mas trouxe ações milionários movidas pelo craque contra o rubro-negro carioca. Em 2012, R10 solicitou junto à Justiça do Trabalho a rescisão do contrato por atrasos salariais, além de indenização de R$40 milhões. Após liberação, Ronaldinho assinou com o Atlético-MG, onde foi campeão da Libertadores de 2013. (foto:(foto:Gilvan de Souza/LANCE!Press)
SEUCLUBE
atlético mineiro
botafogo
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance