Marca histórica de Wenger e gols no fim carimbam tropeço do Arsenal
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Marca histórica de Wenger e gols no fim carimbam tropeço do Arsenal

Arsenal - Wenger
Dia histórico para Arsène Wenger: sua equipe não teve boa atuação (Foto: Divulgação / Premier League)
LANCE! - 31/12/2017 - 16:26
West Bromwich (ING)
Desde 1996/97 no Arsenal, Arsène Wenger alcançou uma incrível marca neste domingo, quando chegou a 811 jogos pela Premier League, superando Alex Ferguson (ex-Manchester United). No entanto, o adversário, o frágil West Bromwich, dificultou as ações e, fora de casa, os Gunners só empataram: 1 a 1. O histórico - e amargo - duelo para Wenger foi válido pela 21ª rodada da competição. Os gols foram de McClean (contra) e Jay Rodriguez, na reta final, sendo o último através de um contestável pênalti - que deixou Wenger pirado. 

Com um jogo a mais que o arquirrival Tottenham, o Arsenal ultrapassa os Spurs, agora na quinta posição, com 38 pontos. Na penúltima colocação, o West Brom, por sua vez, chega aos 16 pontos. 

O JOGO

Modorrento. Este adjetivo é o que melhor define a primeira etapa do confronto. As duas equipes não entregaram emoção ao último jogo do ano na Inglaterra. Pela parte do Arsenal, Iwobi criou as duas melhores chances em chutes de fora da área. A pior notícia ficou por conta da lesão de Kolasinac, que deixou o jogo lesionado, pouco antes do intervalo. 

Após o intervalo, o West Brom decidiu pilhar o torcedor e fez uma blitz nos primeiros 15 minutos. Para os Gunners, parecia que a ressaca de Réveillon havia chegado antes mesmo dos comes e bebes. 

Um lance de Lacazette, artilheiro do time londrino na competição (8), chegou a animar os visitantes, que não contaram com Özil, em lance individual. O matador francês parou no goleiro Foster, que não evitou uma finalização de Sánchez por dentro da barreira, em cobrança de falta, já perto dos acréscimos. O camisa 7, contudo, não teve o gol creditado a ele, pois McClean desviou uma bola que não seguia na direção da baliza. 

Também na reta final, logo após sofrer o golpe via chileno, o time mandante chegou ao empate de pênalti, assinalado após um toque de mão de Chambers, em jogada de Gibbs. Rodríguez cobrou rasteiro e deu números finais ao jogo. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance