Veja brasileiros badalados que foram mal quando chegaram na Europa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Veja brasileiros badalados que foram mal quando chegaram na Europa

  •  Casagrande - Porto
    Casagrande: Campeão europeu pelo Porto em 1987, jogou seis vezes, fez um gol, e teria começado a usar heroína lá Divulgação
  •  Ibson - Porto
    Ibson: Até começou bem pelo Porto, mas rapidamente caiu de produção, virou reserva, e logo foi embora FRANCISCO LEONG / AFP
  •  Luis Fabiano - Porto
    Luis Fabiano: Antes de brilhar pelo Sevilla, Luis Fabiano foi para o Porto em 2004, mas fez só três gols em 27 jogos FRANCISCO LEONG / AFP
  •  Paulo Nunes - Benfica
    Paulo Nunes: Contratação badalada, teve lesões e casos de indisciplina no Benfica. Fez apenas cinco partidas Reprodução
  •  Roger - Benfica
    Roger: Promessa do Flu, chegou ao Benfica com empolgação. mas não rendia, irritava a torcida, e teve repetidos empréstimos Reprodução
  •  Diego Souza - Benfica
    Diego Souza: Chegou ao Benfica apoiado pelo presidente, mas rejeitado pelo treinador. Atuou apenas em amistosos Reprodução
  •  Alan Kardec - Benfica
    Alan Kardec: Joia do Vasco, chegou em 2010, mas não conseguia render e chegou a defender o time B MIGUEL RIOPA / AFP
  •  Elias - Atlético de Madrid
    Elias: Astro do Corinthians, chegou ao Atlético de Madrid em 2011, e foi vendido no mesmo ano para o Sporting AFP PHOTO / JOSEP LAGO
  •  Roberto Dinamite - Barcelona
    Roberto Dinamite: Ídolo do Vasco, chegou badalado ao Barcelona. Estreou com dois gols, mas perdeu espaço e foi embora logo Divulgação
  •  Fabio Rochemback (2001-03) - Barcelona
    Fábio Rochemback: Destaque no Internacional, até jogou com certa frequência no Barça, mas em uma época ruim, e foi junto Reprodução
  •  Geovanni - Barcelona
    Geovanni: Chegou na mesma época depois de ir bem pelo Cruzeiro. Não rendeu e saiu para o Benfica ANSOTTE / BOUCAU / DE VOECHT / BELGA / AFP
  •  Henrique: zagueiro jogava no Palmeiras e foi contratado pelo Barcelona por 10 milhões de euros
    Henrique: Atualmente no Flu, chegou ao Barcelona em 2008, mas nunca foi aproveitado Barcelona
  •  Keirrison: outro que trocou o Palmeiras pelo Barcelona. Custou 14 milhões de euros.
    Keirrison: Mesma situação de Henrique. Chegou depois de brilhar pelo Palmeiras, mas não foi utilizado Barcelona
  •  Fabiano Eller - Atlético de Madrid
    Fabiano Eller: Chegou ao Atlético de Madrid em 2007 depois de ir bem pelo Inter, mas logo foi para a reserva e saiu JOSEP LAGO / AFP
  •  Denilson  - Betis
    Denilson: Jogador mais caro da história na altura, chegou a ser rebaixado pelo Betis e não rendeu o que prometia Divulgação
  •  Outro flamenguista, Leandro Damião sequer marcou um gol em três jogos pelo Betis
    Leandro Damião: Em sua primeira experiência na Europa, deixou o clube sem fazer nenhum gol CRISTINA QUICLER / AFP
  •  Hoje no Cruzeiro, Rafael Sobis defendeu o Betis em 57 jogos, marcando oito gols
    Rafael Sóbis: Contratado pelo Betis após vencer a Libertadores pelo Inter, fez só oito gols em 57 jogos CRISTINA QUICLER / AFP
  •  Diego Tardelli - Betis
    Diego Tardelli: Depois de despontar ainda jovem, foi emprestado ao Betis em 2005, mas não fez nenhum gol JOSE LUIS ROCA / AFP
  •  Luisinho - Celta
    Luisinho: Saiu do Vasco e chegou ao Celta como astro, mas não rendeu e logo voltou ao Brasil para defender o Corinthians Reprodução
  •  Jônatas - Espanyol
    Jônatas: Saiu muito bem do Flamengo, convocado pela Seleção Brasileira, mas decepcionou no Espanyol CRISTINA QUICLER / AFP
  •  Luizão: Chegou ao La Coruña depois de brilhar pelo Palmeiras, mas saiu logo e foi emprestado para o Vasco
    Luizão: Chegou ao La Coruña depois de brilhar pelo Palmeiras, mas saiu logo e foi emprestado para o Vasco Reprodução
  •  Renaldo - La Coruña
    Renaldo: Saiu do Atlético-MG como artilheiro do Brasileirão, mas não rendeu pelo La Coruña Reprodução
  •  Palhinha - Mallorca
    Palhinha: Depois de brilhar no Brasil, Palhinha foi para o Mallorca, mas foi considerado um fiasco e logo voltou Reprodução
  •  Lucas Silva - Real Madrid
    Lucas Silva: Até fez bons jogos em sua chegada, mas logo perdeu espaço e começou a ser emprestado AFP/JAVIER SORIANO
  •  Vítor - Real Madrid
    Vítor: Com uma coleção de troféus na carreira, o lateral-direito Vítor jogou pouco no Real Madrid e logo voltou ao São Paulo Reprodução
  •  César Prates - Real Madrid
    César Prates: Contratado pelo Real Madrid como jogador de Seleção, ficou mais no time B e logo voltou ao Brasil  Reprodução
  •  Rodrigo Fabri - Real Madrid
    Rodrigo: Astro da Portuguesa nos anos 1990, foi para o Real, mas jogou pouco e foi emprestado cinco vezes  Divulgação
  •  Ganso - Sevilla
    Ganso: Contratado pelo Sevilla por Jorge Sampaoli, não encantou o treinador e tem sido deixado de fora até do banco de reservas Divulgação
  •  Viola - Valencia
    Viola: Bateu de frente com astros do Valencia, discutiu com treinador e foi mal. É lembrado pela semelhança (?) com Will Smith Reprodução
  •  Marcelinho Carioca - Valencia
    Marcelinho Carioca: Também teve problemas de relacionamento com treinadores no Valencia e voltou ao Corinthians Reprodução
  •  Edmundo - Fiorentina
    Edmundo: Fez boas partidas pela Fiorentina, mas a vontade de voltar ao Vasco e as frequentes escapadas ao Brasil pesaram Reprodução
  •  Sócrates - Fiorentina
    Sócrates: Depois de se consagrar pelo Corinthians, Sócrates foi para a Fiorentina, mas não foi bem e voltou ao Brasil um ano depois Reprodução
  •  Philippe Coutinho - Inter de Milão
    Philippe Coutinho: Ídolo do Liverpool, Coutinho chegou muito novo à Inter, e ainda 'verde', não rendeu e deixou o time GIUSEPPE CACACE / AFP
  •  Outro brasileiro que não conseguiu brilhar pela Inter foi o volante Vampeta, que jogou no clube no início deste século
    Vampeta: Indicado por Ronaldo, não se adaptou à Inter de Milão e ficou pouco tempo no clube JACK GUEZ / AFP
  •  Athirson - Juventus
    Athirson: Ídolo do Flamengo no fim dos anos 1990, Athirson não rendeu o esperado na Juventus e pouco jogou Divulgação
  •  Beto - Napoli
    Beto: Campeão brasileiro pelo Botafogo, Beto teve uma rápida passagem pelo Napoli em 1996. Voltou ao país após um ano Reprodução
  •  Edmundo - Napoli
    Edmundo: Novamente badalado, Edmundo voltou à Itália e foi defender o Napoli. Poucos gols e um rebaixamento Reprodução
  •  Renato Gaúcho - Roma
    Renato Gaúcho: Ídolo do Grêmio, Renato foi para a Roma depois de brilhar pelo Flamengo. Em 23 jogos, nenhum gol marcado Divulgação
  •  Andrade e Renato - Roma
    Andrade: Depois de ganhar tudo pelo Flamengo, Andrade foi para a Roma e encontrou Renato, mas não foi bem, e saiu logo Divulgação
  •  Na Roma, Adriano decepcionou e fez apenas cinco jogos, com nenhum gol marcado
    Adriano: Foi para a Roma depois de brilhar pelo Flamengo. Mas não foi nem sombra do craque que tinha defendido a Inter de Milão AFP
  •  Gerson - Roma
    Gerson: Badalado no Fluminense, foi vendido para a Roma, mas até agora ainda não brilhou Divulgação
  •  Alex - Parma
    Alex: Depois de brilhar intensamente pelo Palmeiras, foi para o Parma, mas não teve espaço, e saiu logo Reprodução
  •  Maicosuel - Udinese
    Maicosuel: Depois de brilhar pelo Botafogo, foi à Udinese e ficou marcado por ter perdido um pênalti com cavadinha OLIVIER MORIN / AFP
  •  Wellington Silva
    Wellington Silva: Saiu do Flu como joia. Mas o Arsenal o emprestou seis vezes e acabou liberando para voltar ao Tricolor Divulgação
  •  Alexandre Pato em treino do Chelsea (Foto: Divulgação / Chelsea)
    Alexandre Pato: Depois de uma boa passagem pelo São Paulo, foi defender o Chelsea, mas teve pouco espaço Divulgação
  •  Diego Cavalieri - Liverpool
    Diego Cavalieri: Depois de se firmar no Palmeiras, foi para o Liverpool, teve pouco espaço, e foi para o Fluminense AFP PHOTO/PAUL ELLIS
  •  Kleberson - Manchester United
    Kleberson: Apresentado ao lado de Cristiano Ronaldo como o astro do dia, não deixou saudades no Manchester United PAUL BARKER / AFP
  •  Felipe - Galatasaray
    Felipe: Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Felipe não conseguiu render no Galatasaray Reprodução
  •  Breno teve que lutar por seu espaço no Bayern, já que Louis van Gaal não o dava muitas chances
    Breno: Depois de se destacar pelo São Paulo, chegou ao Bayern, mas ficou marcado pelo incêndio que causou em sua própria casa AFP
  •  Thiago Neves - Hamburgo
    Thiago Neves: Saiu do Fluminense como ídolo, mas ficou no Hamburgo por apenas alguns meses Reprodução
  •  Zé Roberto - Schalke 04
    Zé Roberto: Depois de ir bem pelo Botafogo, Zé Roberto foi para o Schalke 04, mas pouco jogou e foi emprestado ao Flamengo Divulgação
  •  Carlos Alberto e Pepe - Werder Bremen x Real Madrid
    Carlos Alberto: Depois de ir bem por Flu, Porto e Corinthians, foi para o Werder Bremen, mas pouco jogou no clube JOHN MACDOUGALL / AFP
  •  Fagner - Wolfsburg
    Fagner: Atualmente no Corinthians, deixou o Vasco para defender o Wolfsburg, mas logo voltou a ser emprestado ao Cruz-Maltino AFP
  •  Deivid - Bordeaux
    Deivid: Em sua primeira passagem na Europa, depois de brilhar por Santos, Corinthians e Cruzeiro, fez poucos gols pelo Bordeaux AFP
  •  Nilmar - Lyon
    Nilmar: Badalado no Inter, chegou ao Lyon e fez apenas oito gols em sua passagem Divulgação
  •  Jairzinho - Olympique de Marselha
    Jairzinho: Um dos maiores jogadores da história, Jairzinho esteve no Olympique, e saiu de lá sendo dado como 'acabado' aos 32 anos AFP
  •  Doria - Olympique de Marselha x Lyon
    Dória: Contratado depois de ir bem no Botafogo, teve pouco espaço com Marcelo Bielsa no Olympique ANNE-CHRISTINE POUJOULAT / AFP
  •  Bernard - Shakhtar x Konyaspor
    Bernard: Campeão da Libertadores e 'queridinho' de Scolari na Seleção, Bernard até hoje não se firmou como titular do Shakhtar  AFP
  •  Wellington Nem - Shakhtar Donetsk
    Wellington Nem: Foi bem pelo Fluminense, mas não brilhou pelo Shakhtar e está emprestado ao São Paulo Divulgação
  •  Dudu - Dínamo de Kiev
    Dudu: Começou bem por Cruzeiro e Coritiba, mas chegou ao Dínamo de Kiev e decepcionou, retornando ao Brasil pouco tempo depois AFP
  •  André - Dínamo de Kiev
    André - Dínamo de Kiev Reprodução
LANCE! - 23/02/2017 - 07:45
Rio de Janeiro (RJ)
Contratado no início desta temporada pelo Sevilla, Paulo Henrique Ganso chegou com muitos elogios de Jorge Sampaoli, e cercada de expectativa dos andaluzes. Poucos meses depois, foi especulado para sair e pouco tem sido relacionado até para o banco de reservas. Porém, está longe de ser o primeiro brasileiro que vai direto do país para a Europa e decepciona. Craques como Edmundo, Roberto Dinamite, Casagrande, Luis Fabiano, Denilson, Marcelinho Carioca, Athirson, Andrade, Renato Gaúcho e tantos outros passaram por isso. Confira na galeria de fotos acima.

E MAIS:
icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance