United à venda? Relembre clubes europeus comprados por magnatas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



18/10/2018 | 08:32

United à venda? Relembre clubes europeus comprados por magnatas

  •  Manchester United x Derby
    Nestes últimos dias a imprensa inglesa afirmou que o Manchester United estaria sendo comprado por uma família da Arábia Saudita e que para isso, teriam que desembolsar cerca de 4 bilhões de libras (R$ 20 bilhões). O LANCE! preparou uma lista de clubes europeus que têm como donos magnatas multimilionários AFP
  •  Qarabag x Arsenal
    Começando pela Inglaterra, o Arsenal tem como dono majoritário o americano Stanley Kroenke, que assumiu o controle do clube em 2011, após a morte de Daniel Fiszman, que era o dono do time londrino. Além do Arsenal, Kroenke também é dono de alguns times esportivos mundo afora: Colorado Rapids (MLS), Los Angeles Rams (NFL), Denver Nuggets (NBA) e Colorado Avalanche (NHL) AFP
  •  Chelsea x MOL Vidi
    O Chelsea é um dos casos de clubes mais bem sucedidos após ser comprado. O magnata russo Roman Abramovich comprou o clube londrino em 2003 por 140 milhões de libras, cerca de 673 milhões de reais na cotação da época. O Chelsea, que não vencia um Campeonato Inglês desde 1955, venceu cinco vezes e conquistou a tão sonhada Liga dos Campeões. (Foto: BEN STANSALL / AFP)
  •  Hoffenheim  x Manchester City
    Outro clube que teve sucesso após ser vendido foi o Manchester City. Mansour bin Zayed Al Nahyanl comprou o City em setembro de 2008. De lá pra cá, os Citizens saíram da sombra do rival, Manchester United, e passaram a ser um clube vitorioso após figurar até na terceira divisão inglesa. Desde a compra, o City venceu três vezes a Premier League e chegou até as semifinais da Liga dos Campeões. (Foto: DANIEL ROLAND / AFP)
  •  SPAL x Internazionale
    Na Itália, a compra dos gigantes de Milão foi um fenômeno recente. A Internazionale foi comprada em 2016 por Zhang Jindong, chinês dono da Suning Commerce, pela bagatela de aproximadamente 270 milhões de euros, pouco mais de R$ 1 bilhão na cotação da época. Desde a compra, a Inter ainda não venceu a Serie A, mas conseguiu voltar à Liga dos Campeões. (Foto: MIGUEL MEDINA / AFP)
  •  Milan x Chievo
    Já o Milan teve um imbróglio em seu processo de venda. O empresário chinês Li Yonghong, havia comprado o clube italiano em 2017, entretanto, após não quitar um empréstimo de mais de 300 milhões de euros, o fundo americano Elliott Management assumiu o controle do time.  Divulgação/Milan
  •  Monaco
    O Monaco tem como dono Dmitry Rybolovlev, magnata russo. O mandatário comprou 66% do clube em 2011, quando o time do principado apareceu na segunda divisão francesa. Desde então, os Monegascos voltaram até a Liga dos Campeões e conquistaram a Ligue 1 em 2016/17. (Foto: VALERY HACHE / AFP)
  •  Paris Saint-Germain
    Um dos casos de mais sucesso, o Paris Saint-Germain foi comprado em 2011 pelo catariano Nasser Al-Khelaïfi, que passou a investir bastante na equipe. Desde então, pelo menos no cenário nacional, o PSG é dominante, com cinco títulos franceses. Entretanto, o sonho continua sendo o título da Liga dos Campeões, que ainda não se realizou. (Foto: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP)
  •  Moraes Shakhtar
    Na Ucrânia, o maior bilionário do país, Rinat Akhmetov, é o dono do Shakhtar Donetsky desde 1996. De lá pra cá, a equipe, que está sempre recheada de jogadores brasileiros, venceu onze vezes a Liga Ucraniana e conquistou a Copa da UEFA em 2008/2009. (Divulgação)
SEUCLUBE
america-mineiro
atlético mineiro
atletico-paranaense
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
flamengo
fluminense
gremio
internacional
palmeiras
parana
santos
sao paulo
sport
vasco
vitoria
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance