Tribunal chinês decreta falência de empresa de dono do Milan, diz jornal
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Tribunal chinês decreta falência de empresa de dono do Milan, diz jornal

Milan x Chievo
Milan tenta voltar a ser gigante no cenário europeu (Foto: MIGUEL MEDINA / AFP)
LANCE! - 21/03/2018 - 12:12
Milão (ITA)
A empresa Shenzhen Jie Ande, de propriedade do chinês dono do Milan, Yonghong Li, foi decretada falida nesta quarta-feira pelo Tribunal de Shenzhen. A companhia quebrou depois que o Banco de Cantão processou o empresário por não ter devolvido o dinheiro de um empréstimo, segundo o jornal italiano "Corriere della Sera".

Não foi apenas o banco de Cantão que acusou Yonghong Li de não pagar suas dívidas. O Banco de Jiangsu havia emprestado cerca de 60 milhões de euros (R$ 242 milhões) em fevereiro de 2017, mas também não viu o dinheiro de volta.

As acusações foram feitas antes de Yonghong Li acertar a aquisição de 99,93% das ações do Milan, em abril do ano passado. O Rossonero pertencia a Silvio Berlusconi, ex-primeiro ministro da Itália.

Segundo o jornal italiano, a quebra da Jie Ande não afetará diretamente o Milan, que terá que apresentar garantias financeiras à Uefa e fechar seu balanço.

Por conta disso, o Rossonero pode pedir 40 milhões de euros emprestados ao fundo Elliott, que já outorgou 300 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) ao clube italiano em 2017, para que a entidade máxima do futebol europeu lhe autorize participar de competições continentais.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance