'Traíras'? Relembre atletas que trocaram seus clubes pelos rivais
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
LANCE
LANCE
X
Compartilhe



14/08/2019 | 09:05

'Traíras'? Relembre atletas que trocaram seus clubes pelos rivais

  •  Montagem - Figo (Real Madrid), Ganso (São Paulo) e Ibrahimovic (Milan)
    Real Madrid e Barcelona buscam a contratação de Neymar. Caso vá para os Merengues, o brasileiro entra na lista de jogadores com passado em um clube determinado e que acertaram com os rivais. Figo cruzou esse caminho e foi para o Real após boa passagem no Barça, e os torcedores catalães não gostaram nem um pouco. Ibrahimovic fez o mesmo em Milão, enquanto Ganso fez em São Paulo. Relembre outros casos. (Foto: Divulgação)
  •  Sol Campbell
    Revelado pelo Tottenham, o zagueiro Sol Campbell trocou os Spurs pelo rival Arsenal e gerou revolta nos torcedores. Arsenal
  •  Hugo Sánchez
    Um dos maiores jogadores da história do México, o atacante Hugo Sánchez deixou o Atlético de Madrid e foi para o rival Real Madrid. Divulgação
  •  Carlos Tevez virou ídolo após aceitar trocar o arquirrival Manchester United pelo Manchester City. Foi herói na conquista da FA Cup de 2011
    Tevez foi campeão da Liga dos Campeões (2007/08)  pelo Manchester United e se tornou um dos jogadores mais queridos dos Diabos Vermelhos na época. Logo depois, porém, o argentino se transferiu para o Manchester City. Os torcedores do United chegaram a queimar camisas com o nome do atacante. BEN STANSALL / AFP
  •  Ganso
    Ganso foi revelado pelo Santos e tinha uma bonita história com o Peixe quando trocou o clube pelo rival São Paulo. Rubens Chiri/São Paulo FC
  •  Goetze - Dortmund
    Revelado pelo Borussia Dortmund, Gotze ganhou notoriedade com a camisa aurinegra, mas optou por se transferir para o Bayern de Munique no auge de sua carreira. Com lesões e baixo rendimento, o jogador acabou retornando para o Dortmund. Goetze - Dortmund (Foto: AFP)
  •  Lewandowski - Bayern de Munique
    Lewandowski era um dos principais jogadores do Borussia Dortmund, mas o polonês também optou em deixar os Aurinegros e ir para o Bayern de Munique, onde se tornou ídolo. Reprodução L!TV
  •  2001 - Luis Figo (Real Madrid/Portugal)
    Figo era um dos ídolos do Barcelona, mas não resistiu a uma proposta do Real Madrid. (Foto: MARC ALEX / AFP)
  •  Luis Enrique - Barcelona
    Luis Enrique atuava pelo Real Madrid, mas optou em ir para o Barcelona, onde se tornou ídolo como jogador e, posteriormente, como treinador. (Foto: Lluis Gene / AFP)
  •  Ronaldinho Gaúcho - Flamengo
    Já no fim de sua carreira na Europa, Ronaldinho Gaúcho iria voltar para o Brasil e o Grêmio apareceu como uma possível opção. O jogador, porém, optou em ir para o Flamengo, o que deixou os torcedores gremistas bastante irritados. (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress!)
  •  Ronaldo Nazário - Corinthians
    Ronaldo Fenômeno chegou a se recuperar de uma lesão no Flamengo, mas optou por assinar com o Corinthians, onde se tornou ídolo. A escolha não pegou bem com os torcedores rubro-negros. (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)
  •  Ibrahimovic - Milan
    Ibrahimovic ganhou notoriedade com a camisa da Juventus, mas quando a equipe caiu para a segunda divisão, Ibra não pensou duas vezes e se transferiu para a Internazionale. Uma proposta do Barcelona, porém, mexeu com o jogador. Na Catalunha, o sueco não foi bem e acertou o retorno para Milão, mas para defender o Milan. (Foto: Giorgio Perottino)
  •  Ricardinho - São Paulo
    Ricardinho era um dos ídolos do Corinthians, mas, após a conquista do Copa do Mundo, com o Brasil, em 2002, o meia preferiu ir para o São Paulo. (Foto: Ari ferreira/Lancepress!)
  •  Batistuta - Boca Jrs.
    Antes de brilhar na Europa, o atacante Gabriel Batistuta, o 'Batigol', trocou o River Plate pelo Boca Juniors e revoltou os torcederoes dos Milionários. O jogador virou um dos ídolos dos Xeneizes. (Foto: Reprodução)
  •  Conca - Fluminense
    Conca ganhou notoriedade no futebol brasileiro com a camisa do Vasco da Gama, em 2007. O argentino, porém, optou em se transferir para o Fluminense, em 2008, onde se tornou ídolo. As boas atuações renderam um contrato na China. Após um longo período na Ásia, o meia resolveu voltar para o Brasil, mas foi para o Flamengo. Na Gávea, entretanto, lidou com lesões e não entrou em campo. Divulgação
SEUCLUBE
atletico-paranaense
atlético mineiro
avaí
bahia
botafogo
ceara
chapecoense
corinthians
cruzeiro
CSA
flamengo
fluminense
Fortaleza
Goiás
gremio
internacional
palmeiras
santos
sao paulo
vasco
Siga nas redes sociais
Facebook Lance Twitter Lance