Técnico confirma volta de Neymar e não dá pistas sobre cobrador de pênalti
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Técnico confirma volta de Neymar e não dá pistas sobre cobrador de pênalti

  •  Unai Emery - PSG
    Unai Emery não quis revelar quem será o batedor oficial do PSG (Foto: Bertrand Guay / AFP)
  •  Neymar - PSG x Saint-Étienne
    Após lesão no pé, Neymar está de volta ao clube francês (Foto: Geoffroy Van der Hasselt / AFP)
  •  Cavani - PSG
    Cavani foi alvo de polêmica após briga com o jogador brasileiro Foto: GEOFFROY VAN DER HASSELT / AFP0
LANCE! - 26/09/2017 - 11:19
Rio de Janeiro (RJ)
Depois de desfalcar o clube francês na partida contra o Montpellier por causa uma lesão no pé, Neymar foi confirmado pelo técnico Unai Emery para o confronto desta quarta-feira, diante do Bayern de Munique, pela segunda rodada do Grupo B da Liga dos Campeões. Além do brasileiro, o argentino Di María é a outra novidade da equipe parisiense. O único desfalque para o embate é o meia Pastore, que está lesionado e faz tratamento no departamento médico.

Em entrevista coletiva aos jornalistas nesta terça-feira, o treinador deu a entender que já definiu o batedor oficial de pênalti do PSG. No entanto, o comandante não deu pistas e revelou que já conversou com Neymar e Cavani.

- Já falei com os jogadores. Eles sabem como as coisas vão funcionar dentro de campo e nos pênaltis - discursou o técnico.

O treinador não quis prolongar muito o assunto envolvendo a polêmica dos dois principais jogadores do Paris Saint-Germain e preferiu citar a importância da dupla para a equipe francesa.

- São muitos jogadores preparados para bater, e muitos querem bater. Depois vemos com as estatísticas e responsabilidades quais são os mais preparados para bater. E os dois são preparados para isso, o Cavani e o Neymar. Quero os dois com essa responsabilidade. Teremos muitos pênaltis para os dois baterem e converterem, que é o mais importante - declarou.

Emery afirmou ainda que o PSG é o principal foco dos clubes concorrentes após as contratações bombásticas na janela de transferências em que o clube tirou Neymar e Mbappé, do Barcelona e Monaco, respectivamente.

- Hoje temos mais inimigos esportivos. É um processo pelo qual passamos e hoje somos um inimigo esportivo. Falam mais do PSG. Falam verdades, mentiras, mas falam mais. Somos concorrência no exterior, acho isso bom. Se falam muito do PSG é porque está entre os grandes da Europa - encerrou.

icone-carregar-comentCreated with Sketch.
CARREGAR COMENTÁRIOS
Facebook Lance Twitter Lance